Um homem chamado Jacó (Biblia comentada - Gênesis 48)

Introdução a Gênesis 48 comentado


 Um homem chamado Jacó, como descreve-lo?, pode não ter sido uma pessoa com crenças convencionais em seu tempo, pode até mesmo ser visto como alguém com opiniões revolucionarias, e começou como um errante, alguém que lutava contra seu irmão, e enganava seu pai, Gênesis 48 comentado, mostra que Jacó adota dois filhos, o plano de nação de Israel estava cumprida, o mais importante não é ser perfeito desde o principio, somos humanos, o importante é converter-se e entregar-se para Deus.

Um homem chamado Jacó (Biblia comentada - Gênesis 48)
A vida de Jacó - Gênesis 48


Gênesis 48 comentado


GEN 48:1 E sucedeu depois destas coisas que foi dito a José: Eis que teu pai está enfermo. E ele tomou consigo seus dois filhos Manassés e Efraim.
GEN 48:2 E se fez saber a Jacó, dizendo: Eis que teu filho José vem a ti. Então se esforçou Israel, e sentou-se sobre a cama; O patriarca Jacó estava preparando-se para partir, ele tinha combatido um bom combate, agora era o momento de preparar sua morte, arrumar sua casa, e despedir-se de seus filhos, Jacó vivera uma vida empolgante, ele roubou a bênção de seu irmão, casou-se duas vezes por ter sido enganado por Labão, passou perto da morte, diversas vezes, teve visões incríveis com anjos, e lutou contra um anjo pessoalmente, ele conversou diretamente com Deus, agora era hora de partir, antes achava que tinha seu filho José como morto, sem no mínimo ter a chance de encontrar o corpo para enterra-lo, agora ele mesmo seria enterrado por seu filho, como a vida tem que ser, a tempo de viver, e tempo de partir.
GEN 48:3 E disse a José: O Deus Todo-Poderoso me apareceu em Luz na terra de Canaã, e me abençoou, A expressão "...Deus Todo-poderoso", é uma citação clara do monoteísmo, quando associamos o termo "Deus poderoso" apenas faríamos referencia ao fato dele ter o poder, mas ao citar "Todo-poderoso", estamos citando que ele tem todo o poder, seja no céu, na terra, e também em qualquer cosmo, Deus é o ser supremo, no qual todas as coisas está sobre seu poder.
GEN 48:4 E disse-me: Eis que, eu te farei crescer, e te multiplicarei, e te porei por conjunto de povos: e darei esta terra à tua descendência depois de ti por herança perpétua.
GEN 48:5 E agora teus dois filhos Efraim e Manassés, que te nasceram na terra do Egito, antes que viesse a ti à terra do Egito, meus são; como Rúben e Simeão, serão meus: Embora seja difícil entender o motivo de Jacó requerer os filhos de José, podemos associar ao fato de serem descendentes de Jacó e Raquel, o patriarca amou sua esposa, com todas as suas forças, e a perderia, de forma melancólica, a morte de Raquel é uma passagem triste na vida do patriarca, que em breve a reencontraria no mundo dos mortos, por agora, ele via os descendentes que teria com ela, em sua frente, eles carregavam traços de sua genética.
GEN 48:6 E os que depois deles geraste, serão teus; pelo nome de seus irmãos serão chamados em suas propriedades.
GEN 48:7 Porque quando eu vinha de Padã-Arã, se me morreu Raquel na terra de Canaã, no caminho, como certa distância vindo a Efrata; e sepultei-a ali no caminho de Efrata, que é Belém. A Padã-Arã é uma região de pradarias em torno de Arã (Turquia) na alta Mesopotâmia na região noroeste, também é conhecido como planície de Arã. Localizada entre os rios Eufrates e Habur.
Acredita-se que no tempo dos patriarcas Bíblicos Padã-Arã era uma cidade importante, pois era caminho para caravanas e um importante centro mercantil.
GEN 48:8 E viu Israel os filhos de José, e disse: Quem são estes?
GEN 48:9 E respondeu José a seu pai: São meus filhos, que Deus me deu aqui. E ele disse: Achegai-os agora a mim, e os abençoarei.
GEN 48:10 E os olhos de Israel estavam tão agravados da velhice, que não podia ver. Fez-lhes, pois, chegar a ele, e ele os beijou e abraçou.
GEN 48:11 E disse Israel a José: Não pensava eu ver teu rosto, e eis que Deus me fez ver também tua descendência.
GEN 48:12 Então José os tirou dentre seus joelhos, e inclinou-se à terra.
GEN 48:13 E tomou-os José a ambos, Efraim à sua direita, à esquerda de Israel; e a Manassés à sua esquerda, à direita de Israel; e fez-lhes chegar a ele. Sobre Efraim (em hebraico: אֶפְרַיִם/אֶפְרָיִם, Efráyim, tiberiano ʾEp̄ráyim/ʾEp̄rāyim) foi, de acordo com o Livro de Gênesis, o segundo filho de José e Asenet, uma mulher egípcia a quem o Faraó teria presenteado José como esposa, filha de Potífera, sacerdote de Om. (Gênesis 41:50-52) Efraim nasceu no Egito, antes da chegada dos filhos de Israel, vindos de Canaã.
GEN 48:14 Então Israel estendeu sua mão direita, e a pôs sobre a cabeça de Efraim, que era o mais novo, e sua esquerda sobre a cabeça de Manassés, colocando assim suas mãos propositadamente, ainda que Manassés era o primogênito.
GEN 48:15 E abençoou a José, e disse: O Deus em cuja presença andaram meus pais Abraão e Isaque, o Deus que me mantém desde que eu sou até hoje, O primogênito não é visto como o mais importante para Jacó, vejo isso como uma clara referencia a sua própria historia, Jacó era o segundo irmão, o primogênito era Esaú, mas Deus foi com Jacó, relaciono que na cultura antiga, o pai possuía inúmeros bens, mas o primogênito tinha direito, a seus bens, e a herdar as maiores partes, Jacó dá a entender que sua concepção não compactuava com a cultura de seu tempo, ele tinha uma mente a frente, e estava mais avançado do que seus próximos, ele entendia que todos poderiam ter herança, os doze filhos de Jacó teriam direito a herança, estamos esses dois adotados, isto é, Efraim, e Manazes, é importante ressaltar que José era um escravo, em momento nenhum da bíblia, ele é decretado como livre, ele trabalhava para Faraó, e estava sujeito a ele, mas ao mesmo tempo, ao credenciar seus dois filhos, a seu pai, Jacó, seus filhos não eram mais escravos, não nasciam ou seriam associados dessa forma, e teriam plena liberdade, sabemos que o futuro do povo hebreu não caminhará para esse destino, mas ainda sim, essa é a intenção nos atos de Jacó.
GEN 48:16 O Anjo que me liberta de todo mal abençoe a estes moços: e meu nome seja chamado neles, e o nome de meus pais Abraão e Isaque: e multipliquem em grande maneira em meio da terra. Quando analisamos Gênesis 48, observamos inumeros paradigmas, como a primogenitura, e também Jacó fazendo referencia ao monoteísmo, diante de José, agora, ele faz uma oração, mas não é uma oração, no qual em dias normais, vemos em nossas comunidades, ou mesmo em outras partes da bíblia, isso porque Jacó faz uma oração para um Anjo, ele invoca um Anjo, geralmente a oração por anjos, são refutadas na bíblia, quando observo essa passagem, associo a simplicidade de Jacó, foi um anjo que o abençoou após lutar com ele, Deus apresentava-se por teofanias, e os anjos eram usados em varias dessas aparições e manifestações de Deus, Jacó não tinha o mesmo teor teológico que seu pai, e não teria o mesmo conhecimento, e revelação de questões de cunhos teológicos como Isaias, Moises e outros. O fato de que a própria bíblia muitas vezes prega uma determinada mensagem, e em outras passagem os próprios homens rotulados como homens de Deus, não vivem essa mensagem, me faz parecer que o livro ganha mais confiabilidade, imagine que se fosse algo falsificado, qual o ganho de criar controvérsia com personagens e crenças? a finalidade da bíblia foi descrever historias verdadeiras, e não apenas expor opiniões.
GEN 48:17 Então vendo José que seu pai punha a direita sobre a cabeça de Efraim, causou-lhe isto desgosto; e pegou a mão de seu pai, para mudá-la de sobre a cabeça de Efraim à cabeça de Manassés.
GEN 48:18 E disse José a seu pai: Não assim, meu pai, porque este é o primogênito; põe tua mão direita sobre sua cabeça.
GEN 48:19 Mas seu pai não quis, e disse: Eu sei, meu filho, eu sei: também ele virá a ser um povo, e será também acrescentado; porém seu irmão mais novo será maior que ele, e sua descendência será plenitude de povos.
 GEN 48:20 E abençoou-os aquele dia, dizendo: Em ti Israel abençoará, dizendo: Deus faça de ti Deus como a Efraim e como a Manassés. E pôs a Efraim diante de Manassés.
GEN 48:21 E disse Israel a José: Eis que eu morro, mas Deus será convosco, e vos fará voltar à terra de vossos pais.
GEN 48:22 E eu dei a ti uma parte sobre teus irmãos, a qual tomei eu da mão dos amorreus com minha espada e com meu arco.


Outros capítulos de Gênesis comentado:


1 - 2 - 3 - 4 - 5 - 6 - 7 - 8 - 9 - 10 - 11 - 12 - 13 - 14 - 15 - 16 - 17 - 18 - 19 - 20 - 21 - 22 - 23 - 24 - 25 - 26 - 27 - 28 - 29 - 30 - 31 - 32 - 33 - 34 - 35 - 36 - 37 - 38 - 39 - 40 - 41 - 42 43 - 44 - 45 46 47 - 48 - 49 - 50.


Notas e referencias de pesquisa 

- Segue os créditos a Blive, responsável pelo comitê de tradução da Bíblia livre.
- Os comentários são sempre escritos em negrito.
 - Todas as referencias externas, serão demonstradas aqui, se houver.
- Referencias externas, Personagens, Enciclopédia livre.
 - Os comentários são de Lucas Ajudarte, teólogo e arqueólogo bíblico pela Faculdade de teologia nacional de São Lourenço MG.
 Compartilhe essa postagem com seus amigos e familiares, receba Reflexões Cristãs por WhatsApp (19) 993702148.
- Todas as referencias externas, serão demonstradas aqui, se houver. Fonte: https://www.reflexoescristas.com/2018/09/biblia-comentada-genesis-47.html

- Segue os créditos a Blive, responsável pelo comitê de tradução da Bíblia livre. Fonte: https://www.reflexoescristas.com/2018/09/biblia-comentada-genesis-47.html

- Segue os créditos a Blive, responsável pelo comitê de tradução da Bíblia livre. - Os comentários são sempre escritos em negrito. - Todas as referencias externas, serão demonstradas aqui, se houver. - Referencia externa, Bayer e os agrotóxicos, BBC - Os comentários são de Lucas Ajudarte, teólogo e arqueólogo bíblico pela Faculdade de teologia nacional de São Lourenço MG. Fonte: https://www.reflexoescristas.com/2018/09/biblia-comentada-genesis-47.html

Patrocinado

Conteúdos correspondentes