Publicações

Temer a Deus é o principio da sabedoria

Por que a Bíblia diz que o temor de Deus é o começo da sabedoria?


O apóstolo Paulo falou sobre a sabedoria em 1 Coríntios 3, e ele coloca em tudo menos uma maneira lisonjeira para a humanidade. Ele escreveu que “a sabedoria deste mundo é loucura com Deus. Porque está escrito: "Ele apanha os sábios na sua astúcia" (1 Cor 3:19). Talvez Paulo estivesse citando Jó porque Jó escreveu que Deus “apanha os sábios em sua própria astúcia, e os esquemas das astutas são levados a um rápido fim” (Jó 5:13), então a sabedoria da humanidade é simplesmente louca para Deus. 

Além disso, “nenhuma sabedoria, nenhum entendimento, nenhum conselho pode valer contra o SENHOR” (Provérbios 21:30). Paulo, quase como se estivesse provocando os Ph.D's do seu dia, pergunta,“Onde está aquele que é sábio? Onde está o escriba? Onde está o debatedor dessa idade? Deus não tornou tola a sabedoria do mundo ” (1 Coríntios 1:20)? Ele pergunta a eles: "onde estão eles", porque ninguém pode ser mais sábio do que Deus, embora muitos pensem que Deus tenha descoberto, ou eles tentaram explicá-lo, geralmente por hipóteses teóricas (isto é, evolução).

Por que a Bíblia diz que o temor de Deus é o começo da sabedoria?


Medo de Deus


Voltando a Salomão, vemos novamente que a sabedoria vem do Senhor, ou de cima, mas mais especificamente, “O temor do SENHOR é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo é luz” (Provérbios 9:10). ). Você já notou que o temor de Deus é mencionado mais na literatura de sabedoria do que em qualquer outro lugar na Bíblia? Isso significa que existe uma conexão entre a sabedoria e o temor de Deus. Como Deus sempre faz quando quer que nos lembremos de algo, Ele inspira Salomão a repetir a verdade que “O temor do SENHOR é o princípio do conhecimento”, mas o outro lado disso significa “os tolos desprezam a sabedoria e a instrução” (Prov 1: 7). Como o Livro de Jó também é considerado parte da literatura de sabedoria, ele também reitera a ideia de que a sabedoria está ligada ao temor de Deus. 

Ele disse,“Eis que o temor do Senhor, que é sabedoria, e desviar-se do mal é entendimento” (Jó 28:28). Um homem ou uma mulher sábia se afastará do mal porque temer ou respeitar a Palavra de Deus, assim “Aquele que é sábio é prudente e se desvia do mal, mas o insensato é imprudente e descuidado” (Jó 28:28). Salomão nos dá uma conclusão apropriada para o livro de Eclesiastes. Ele escreveu: “O fim do assunto; tudo foi ouvido. Teme a Deus e guarda os seus mandamentos, porque isto é todo o dever do homem ” (Ec 12:13).

Sabedoria Divina


O Livro dos Provérbios e o Livro de Tiago são considerados parte da literatura de sabedoria da Bíblia, e é fácil entender por quê. Tiago nos diz que a sabedoria que buscamos não pode ser encontrada nos livros didáticos ou nos professores. A sabedoria humana “não desce do alto, mas é terrena, sensual e demoníaca. Pois onde existe inveja e egoísmo, confusão e toda coisa má estão lá ” (Tiago 3: 15-16), “ mas a sabedoria do alto é primeiro pura, depois pacífica, gentil, aberta à razão, cheia de misericórdia e boa frutas, imparcial e sincera ”(Tiago 3:17), então existem apenas dois tipos de sabedoria. Uma é a sabedoria humana, que leva à destruição. A outra é aquela que vem de cima, ou de Deus, e isso começa com o temor do Senhor. Temer a Deus significa ter um profundo e permanente respeito e reverência por Deus e Sua Palavra. Sempre que ouvimos de um professor, pastor ou autor, não importa quem eles sejam, são apenas humanos. 

Eles podem ter mensagens inspiradoras, mas somente o Espírito de Deus ilumina a Palavra de Deus. O ponto é: “Todo caminho do homem é reto aos seus próprios olhos, mas o SENHOR pesa o coração” (Provérbios 21: 2), e “Todos os caminhos do homem são puros aos seus olhos, mas o SENHOR pesa o espírito"(Provérbios 16: 2) Como Salomão repete esse ponto mais de duas vezes, deve ter sido um ponto que ele queria que nos lembrássemos. Isso não significa que evitamos o conselho piedoso. De fato, Salomão advertiu que “o caminho do insensato é reto aos seus próprios olhos, mas o sábio ouve o conselho” (Provérbios 12:15), então, às vezes, uma das melhores coisas que podemos fazer é “Ouvir para aconselhar e aceitar instruções, para que você possa ganhar sabedoria no futuro ”(Provérbios 19:20). A sabedoria divina sempre vem de cima, mas às vezes Deus usa homens e mulheres piedosos para dispensar essa sabedoria, mas até mesmo a sabedoria deles não é deles. A sabedoria deles também foi recebida de cima, mas deve ser lembrado que o temor deles a Deus lhes trouxe essa sabedoria ... então, mesmo que alguns conselheiros piedosos tenham conselhos bons e piedosos, eles devem apontar para Deus e dar-Lhe a glória por sua própria sabedoria. . 

Nenhum de nós pode se vangloriar ou se gabar disso. Não temos nada a não ser o que recebemos de Deus (1 Cor 4: 7). Jesus nos lembra: “Eu sou a videira; vocês são os ramos. Quem permanece em mim e eu nele, ele produz muito fruto, pois sem você nada podeis fazer ” (João 15: 5), e a última vez que verifiquei, “ nada ” não é uma coisinha.

A coisa mais sábia que você pode fazer é depositar sua confiança em Jesus Cristo. Não há decisão mais importante do que aquela que você faz nesta vida sobre Cristo. Se você confia em Cristo ou não, determinará seu destino eterno, então é melhor decidir hoje, enquanto ainda é chamado de “hoje” (2Cor 6,2). 

Nenhum de nós pode “gabar-se do amanhã, pois você não sabe o que um dia pode trazer”(Provérbios 27: 1). Se você rejeitar a Cristo e Ele retornar, você enfrentará a ira de Deus (Apocalipse 20: 12-15); no entanto, se você depositar sua confiança nEle hoje, não terá nada a temer quando Ele aparecer. E isso lhe dará paz de espírito enquanto você descansa sua cabeça esta noite (João 10: 27-29), mas se você adiar essa decisão, e você morrer, ou Jesus voltar, você enfrentará o julgamento de Deus (Heb 9 : 27). Eu oro para que você confie nEle hoje, se ainda não o fez.

Compartilhe essa postagem com seus amigos e familiares, receba Reflexões Cristãs por whatsapp (19)993702148.

Lucas Ajudarte segunda-feira, 17 de junho de 2019
Ofertas de resgate (Bíblia Comentada - Levítico 27)

Levítico 27 Comentado


A bíblia caminha por muitos campos que as vezes não entendemos, precisamos ter em mente que o livro de Levítico tem caráter direcionado a historia de acontecimentos de um povo que vagava pelo deserto, a milhares de anos atrás, temos que assimilar a ideia, que eles passavam por necessidades, medos, provações, e Israel como um todo, era um governo, com uma forma primitiva de politica instalada, manter essa maquina funcionando, exige custos e portanto precisa de formas para capitar recursos.

Ofertas de resgate (Bíblia Comentada - Levítico 27)


LEV 27:1 E falou o SENHOR a Moisés, dizendo:
LEV 27:2 Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: Quando alguém fizer especial voto ao SENHOR, segundo a avaliação das pessoas que se hajam de resgatar, assim será tua avaliação:
LEV 27:3 Em quanto ao homem de vinte anos até sessenta, tua avaliação será cinquenta siclos de prata, segundo o siclo do santuário.
LEV 27:4 E se for fêmea, a avaliação será trinta siclos.
LEV 27:5 E se for de cinco anos até vinte, tua avaliação será respeito ao homem vinte siclos, e à fêmea dez siclos.
LEV 27:6 E se for de um mês até cinco anos, tua avaliação será em ordem ao homem, cinco siclos de prata; e pela fêmea será tua avaliação três siclos de prata.
LEV 27:7 Mas se for de sessenta anos acima, pelo homem tua avaliação será quinze siclos, e pela fêmea dez siclos.

A fé judaica começava aos poucos a tornar-se o que Jesus mais tarde iria confrontar, existe uma antiga crença no meio do povo, que é resumida como "assim na terra como no céu", embora todas essas ofertas tenha sua simbologia, todas elas são voltadas para a capitação de recursos, como a prata, seu fundamento torna-se lucrativo, em um contexto desses, muitas pessoas com interesses levianos podem aproximar-se do tema, com o intuito de enriquecimento próprio.

É importante ressaltar que o fato de existir uma crença no meio israelita, de que Deus aceitaria o que aqueles reconhecidos como escolhidos por eles, aceitavam, faz muitas vezes alusão a ser a voz e crença do próprio Deus, e muitas vezes, isso é narrado dessa forma.

LEV 27:8 Porém se for mais pobre que tua avaliação, então comparecerá ante o sacerdote, e o sacerdote lhe porá valor: conforme a capacidade do votante lhe imporá valor o sacerdote.
LEV 27:9 E se for animal de que se oferece oferta ao SENHOR, tudo o que se der dele ao SENHOR será santo.
LEV 27:10 Não será mudado nem trocado, bom por mau, nem mau por bom; e se se permutar um animal por outro, ele e o dado por ele em troca serão sagrados.
LEV 27:11 E se for algum animal impuro, de que não se oferece oferta ao SENHOR, então o animal será posto diante do sacerdote:
LEV 27:12 E o sacerdote o avaliará preço, seja bom ou seja mau; conforme a avaliação do sacerdote, assim será.
LEV 27:13 E se o houverem de resgatar, acrescentarão seu quinto sobre tua avaliação.
LEV 27:14 E quando alguém santificar sua casa consagrando-a ao SENHOR, a avaliará preço o sacerdote, seja boa ou seja má: segundo a avaliar o sacerdote, assim ficará.
LEV 27:15 Mas se o que a santificar resgatar sua casa, acrescentará à tua avaliação o quinto do dinheiro dela, e será sua.
LEV 27:16 E se alguém santificar da terra de sua possessão ao SENHOR, tua avaliação será conforme sua semeadura: um ômer de semeadura de cevada se avaliará preço em cinquenta siclos de prata.
LEV 27:17 E se santificar sua terra desde o ano do jubileu, conforme tua avaliação ficará.
LEV 27:18 Mas se depois do jubileu santificar sua terra, então o sacerdote fará a conta do dinheiro conforme os anos que restarem até o ano do jubileu, e se diminuirá de tua avaliação.
LEV 27:19 E se o que santificou a terra quiser resgatá-la, acrescentará à tua avaliação o quinto do dinheiro dela, e ficará para ele.

Existe um cuidado com a terra, no que chamamos o ano do jubileu, vemos de certa forma, algumas ações que muitas vezes, parecem técnicas agricultas, e não apenas fundamentos de cunho religioso, o fato de dar descanso a terra, com interferência minima, as ações humanas, permitem que ela possa recuperar-se.

É comum em varias crenças apresentadas na bíblia, ela ser apresentada como algo mais relacionado ao mundo espiritual, e questões de crenças particulares, mas elas não são necessariamente envolvidas com isso.

LEV 27:20 Mas se ele não resgatar a terra, e a terra se vender a outro, não a resgatará mais;
LEV 27:21 Em vez disso quando sair no jubileu, a terra será santa ao SENHOR, como terra consagrada: a possessão dela será do sacerdote.
LEV 27:22 E se santificar alguém ao SENHOR a terra que ele comprou, que não era da terra de sua herança,
LEV 27:23 Então o sacerdote calculará com ele a soma de tua avaliação até o ano do jubileu, e aquele dia dará teu assinalado preço, coisa consagrada ao SENHOR.
LEV 27:24 No ano do jubileu, voltará a terra a aquele de quem ele a comprou, cuja é a herança da terra.
LEV 27:25 E tudo o que avaliares o preço será conforme o siclo do santuário: o siclo tem vinte óbolos.
LEV 27:26 Porém o primogênito dos animais, que pela primogenitura é do SENHOR, ninguém o santificará; seja boi ou ovelha, do SENHOR é.
LEV 27:27 Mas se for dos animais impuros, o resgatarão conforme tua avaliação, e acrescentarão sobre ela seu quinto: e se não o resgatarem, se venderá conforme tua avaliação.
LEV 27:28 Porém nenhuma coisa consagrada, que alguém houver santificado ao SENHOR de tudo o que tiver, de homens e animais, e das terras de sua possessão, não se venderá, nem se resgatará: todo o consagrado será coisa santíssima ao SENHOR.
LEV 27:29 Qualquer um que for consagrado dentre o homens que for separado para a condenação não será resgatado; inevitavelmente será morto.
LEV 27:30 E todas os dízimos da terra, tanto da semente da terra como do fruto das árvores, do SENHOR são: é coisa consagrada ao SENHOR.
LEV 27:31 E se alguém quiser resgatar algo de seus dízimas, acrescentará seu quinto a ele.
LEV 27:32 E toda dízima de vacas ou de ovelhas, de tudo o que passa sob a vara, a décima será consagrada ao SENHOR.
LEV 27:33 Não olhará se é bom ou mau, nem o trocará: e se o trocar, ele e seu trocado serão coisas sagradas; não se resgatará.
LEV 27:34 Estes são os mandamentos que ordenou o SENHOR a Moisés, para os filhos de Israel, no monte Sinai.

O resgate para o pecado, em ofertas, foi muito usado por charlatões em diversas eras, que muitas vezes usavam textos bíblicos para ganhar dinheiro, vemos diversos exemplos nisso na historia, inserir o medo nas pessoas, de uma maldição, mas com uma possibilidade de resgate, ou oferta de quebra de tabu, são sempre formas de persuadir pessoas que por azar tornam-se afortunados,

Israel era um povo que vagava pelo deserto, mas ainda sim, precisava se manter de alguma forma, a expedição das doze tribos pelo deserto tinha seu custo, podemos ver essas ofertas diversas, como formas de conseguir recursos, muitos podem ver como algo ruim, mas não é algo tão indiferente do que existe hoje, em nossos governos, igrejas e clubes de convívio, é necessário recursos para mente qualquer forma operacional.

Notas finais do autor    


→O credito e a referencia da tradução, pertencem a Blive, responsável pela tradução da Bíblia Nestlé 1904, usada como padrão em nossa bíblia comentada.                    
→As opiniões e os comentários bíblicos, estão sempre em vermelho, e são escritas por Lucas Ajudarte, teólogo formado, pela Faculdade Nacional de Teologia de São Loureço MG.   
→Caso tenha uma sugestão ortográfica, envie para nós no e-mail: blogreflexoescristas@mail.com.      
Leia todos os outros comentários de Levítico, e aprenda ainda mais sobre a palavra de Deus.      

Compartilhe essa postagem com seus amigos e familiares, receba Reflexões Cristãs por whatsapp (19)993702148.

Lucas Ajudarte quarta-feira, 12 de junho de 2019
Um cristão deve trabalhar em um bar, boate ou cassino?

Práticas pecaminosas em ambiente de trabalho


As Escrituras nos dizem para viver vidas santas diante de Deus e da humanidade, mas isso não significa que seremos sem pecado. Significa que pecaremos menos do que o mundo porque temos o Espírito de Deus e Ele nos convence do pecado, mas, claramente, há algumas coisas que não podemos continuar praticando que são pecaminosas e ainda temos confiança em nossa salvação. Há certos pecados listados na Bíblia que afirmam que aqueles que praticam continuamente tais coisas não herdarão o Reino (1 Co 6: 9-10; Gl 5:21; Ap 22:15). O apóstolo Pedro nos diz que assim como "aquele que te chamou é santo, tu também santas em toda a tua conduta" (1 Ped 1:15), e citando o Antigo Testamento, escreve: "Sereis santo, porque eu sou santo ”(1 Ped 1:16) Esta citação aparece em vários lugares no Antigo Testamento (Lv 11: 44-45, 19: 2, 20: 7, 20:26), por isso sabemos com certeza que Deus dá grande importância ao modo como vivemos nossas vidas, mas e os empregos que são considerados focos de pecado? Lugares como boates, bares e cassinos? E quanto a salões de massagem? Os crentes deveriam trabalhar nesses lugares? As Escrituras nos dão alguma orientação? Eles fazem.

Sejamos filhos da luz e não sente a roda dos escarnecedores


Sejamos filhos da luz e não sente a roda dos escarnecedores


O apóstolo Paulo nos adverte para “não sermos desigualmente unidos aos incrédulos. Para que parceria tem justiça com a ilegalidade? Ou que comunhão tem luz nas trevas ” (2 Cor 6:14)? Deus disse em Sua Palavra: “Farei a minha morada entre eles e andarei no meio deles, e serei o seu Deus e eles serão o meu povo” (2Cor 6,16b), no entanto, há coisas no trabalho força que não deveríamos estar fazendo, e há trabalhos específicos que os crentes não deveriam estar fazendo quando entram em conflito com as Escrituras. Deus ordena a Seu povo que “saia do meio deles e se separe deles”, diz o Senhor, e não toque nada impuro; então eu vou recebê-lo ”(2 Cor 6:17), mas se você está trabalhando em um clube noturno ou como um bartender, é impossível sair disso. Sem dúvida, a pessoa, cristã ou não, será influenciada pelo ambiente… para o bem ou para o mal, no entanto, trabalhos que envolvam atividades pecaminosas são contrários ao chamado de Deus em nossa vida como “uma raça escolhida, um sacerdócio real, um santo nação, um povo para sua própria possessão, para que você possa proclamar as excelências daquele que o chamou das trevas para a sua maravilhosa luz ”(1 Pd 2: 9). Desde que fomos tirados da escuridão e para a luz, não faz sentido retornar à escuridão onde as obras da carne são abundantes. Obviamente, essas coisas não glorificam a Deus. Por exemplo, mesmo que seja um extremo, como pode um crente trabalhar em um clube de striptease e não ter suas mentes infiltradas com pensamentos lascivos e práticas pecaminosas, então, sem dúvida, há alguns trabalhos que os cristãos não devem fazer.

Associado com pecadores


Alguns, tentando justificar manter seus empregos, citam Mateus 11:19 onde diz que Jesus comeu e bebeu com os pecadores, mas o fato é que somos todos pecadores. Ele poderia ter se sentado para comer e beber conosco também, e isso seria classificado como “comer e beber com os pecadores”, mas Jesus foi testemunhar aos pecadores e nunca estar perto de suas práticas pecaminosas. Jesus estava associado a leprosos, cegos, mancos, coletores de impostos, assim como pecadores e até mesmo uma mulher apanhada em adultério, porém, Ele não se associava com seus pecados. Jesus disse à mulher apanhada em adultério: “Nem eu te condeno; vai, e de agora em diante não peques mais ”(João 8:11), então Jesus disse a ela para parar de pecar. Para justificar entrar em um bar, seja trabalhando lá, ou dizendo que você está indo lá para pregar o evangelho como parte da Grande Comissão (Mt 28: 18-2), parece ser contrário à maneira como Jesus evangelizou. Por um lado, é difícil testemunhar para uma pessoa intoxicada. Pelo contrário, a Palavra nos diz para "Abster-se de toda forma de mal"(1 Ts 5:22). Algumas traduções dizem que devemos nos abster de toda aparência do mal, e acho que é o que Paulo estava dizendo. Se parece mal, então não deveríamos estar fazendo isso ... seja como um trabalho ou uma atividade. Somos chamados à santidade. Como seria difícil renovar suas mentes diariamente, trabalhando diariamente em lugares como boates, clubes de strip-tease, casas de massagem, bares e cassinos. As atividades predominantes em lugares como esses são menos que edificantes. A admoestação para insistir em “tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é adorável, tudo quanto é louvável” (Fp 4: 8) é quase impossível quando os que praticam seus olhos.

Qualquer trabalho que você tenha, se sua consciência estiver preocupada, é um bom sinal de que você está trabalhando em um lugar onde não deveria estar trabalhando. Por exemplo, “não devemos nos associar com alguém que leva o nome de irmão se ele é culpado de imoralidade sexual (2Cor 5.11), mas e se ele não for nosso irmão? Como pode ser exposto às práticas pecaminosas que Deus diz que são abominações que não afetam nossas mentes e nossa caminhada com Cristo? O que entra no portal do ouvido e no portal não pode ser desfeito. Algumas coisas e imagens são gravadas na memória de uma pessoa, que é impossível tirá-las novamente. Uma vez que eles foram plantados, eles estão lá ... para sempre. Pedro escreveu: “Mantém a tua conduta entre os gentios honrosos, para que quando eles falarem contra ti como malfeitores, possam ver as tuas boas obras e glorificar a Deus no dia da visitação”(1 Pe 2:12), mas se você tem um trabalho associado ao pecado, será muito difícil glorificar a Deus por ele. Devemos fugir da tentação ... então trabalhar em áreas onde somos facilmente tentados, é pedir demais de nós.

Conclusão e considerações finais


O melhor guia é a sua consciência, mas mesmo aqui, devemos ser cuidadosos, porque alguns tiveram suas consciências queimadas, o que significa que eles não podem mais nem corar por seus pecados (1 Tm 4: 2). Outros justificaram seus empregos porque precisam ganhar a vida, mas Deus certamente abençoaria a pessoa que arriscou e abandonou tal trabalho para viver uma vida mais santa. Se você tem um trabalho que o deixa desconfortável em relação a questões morais, um trabalho em que você tem que mentir ou trapacear para seu empregador, um emprego onde haja nudez sexual e embriaguez pública, então você deve procurar um novo emprego. Escuridão e luz são incompatíveis, assim como o óleo e a água são.

 Obrigado por ler essa matéria, comente e de sua opinião, compartilhe com seus familiares e amigos, receba Reflexões Cristãs pelo WhatsApp (19)993702148. 

Lucas Ajudarte domingo, 2 de junho de 2019
4 Incríveis curiosidades sobre a Bíblia

Incríveis curiosidades sobre a bíblia sagrada


A bíblia sagrada é sem duvidas o livro mais marcante e polemico de todos os tempos, criticado por muitos, defendidos por seus seguidores, embora em suas muitas formas diferentes de interpretação, falaremos sobre 4 incríveis curiosidades sobre o livro mais aclamado da historia.

01 -  Existem 29 traduções oficiais da bíblia em português, mas seu numero pode ser bem maior.

Existem centenas ou até mesmo milhares de traduções da bíblia pelo mundo, infelizmente muitas foram perdidas, devido as grandes lutas na historia por questões religiosas e doutrinarias, muitas traduções cairão em desusos ou mesmo eram proibidas pela igreja católica.

Só de traduções em português até o momento são conhecidas 29 traduções oficiais, mas também temos que considerar que esse numero é bem maior, uma vez que nem sempre as traduções são feitas por comitês que registram seus projetos, existem desde grupos independentes e denominacionais, até grupos sectários com versões próprias no Brasil e em outras regiões de   portuguesa, essas nem sempre são livres para todo o publico.

Além de traduções em todo o mundo que também passam pelo mesmo processo, muitas vezes essas traduções nascem de disputas teológicas.

Incríveis curiosidades sobre a bíblia sagrada



02 - A bíblia é o livro mais vendido no mundo por centenas de anos consecutivos.

Cerca de 11 milhões de bíblias são vendidas por ano no Brasil, o livro é todo o ano recordista em vendas em todo o mundo ocidental, por conta do anticristianismo que é pregado oriente, como em países muçulmanos e também em regiões comunistas, entre elas China e Correia do Norte, não é possível analisar o numero de bíblias vendidas, nem mesmo distribuídas nesses países, onde muitas vezes ser cristão é penalizado com a morte.

03 - A bíblia é um livro fiel em narrativa, sem adulteração nesse sentido, diferente do que pregam muitos anti-cristãos pelo mundo, como os judeus e muçulmanos, e até mesmo grupos espiritas e pseudo cristãos.

O livro bíblia não é adulterado no que se diz respeito a sua narrativa, o que muitas vezes acontecem, é que existem muitas traduções diferentes, baseados muitas vezes em manuscritos diferentes, hoje os mais comuns são bíblias sendo baseadas no manuscritos do mar morto.

Cavernas próximos ao Mar Morto, onde foi feito as descobertas


Quando afirmamos que a bíblia é fiel em sua narrativa, queremos afirmar que em todas as versões da bíblia pelo mundo, Jesus foi morto em uma cruz, Pedro negou Jesus, existiu um diluvio que varreu toda a terra, um Davi que matou Golias, e em todas as traduções Jesus afirma que voltará para buscar sua igreja.

Não existe portanto uma narrativa adulterada, mas o que acontece é que por existir muitas e muitas traduções, é natural que todas tenham seus erros, seja por traduzir do hebraico clássico para o português ou inglês, ou mesmo quando o próprio escriba original, ao repassar o escrito de um pergaminho para outro, cometer algum erro de escrita, o que ocorre em qualquer trabalho manual humano, existe sim bíblias que são feitas para acomodar as crenças do tradutor com ela, portanto podemos dizer que pode em alguns casos existir sim uma adulteração no que diz respeito a pequenas frases ou termos, para dar sentidos doutrinários que contenham a algum beneficiado.

Um versículo muito comum que foi adulterado e poucos sabem disso, é o verso de Mateus 28:19.

04 - Segundo a tradição judaico-cristã, a maior parte dos livros bíblicos foram originalmente desenvolvidos através da tradição oral.

Os 5 primeiros livros da bíblia, são associados a Moisés, mas ele não foi seu escritor, e sim foram sacerdotes, possivelmente nos tempos dos reis de Israel, mas os judeus tinham uma forma de salvar suas tradições e historia, como não era muito comum a habilidade de escrever naqueles tempos, eles salvavam suas tradições oralmente, de forma que é idealizado que o livro de Gênesis foi originalmente falado por Moisés, e esse ouviu de seus antepassados e dai por diante, isso porque era comum esse tipo de historia falada.

Já no novo testamento pelo que tudo indica com exceção do livro de Lucas e Marcos, os outros evangelhos foram de autoria verbal, os apóstolos ministravam seus testemunhos, e os discípulos repassavam no manuscrito.

O livro de Mateus possivelmente foi originado em Jerusalém, pouco tempo após a morte de Jesus.

 Obrigado por ler essa matéria, comente e de sua opinião, compartilhe com seus familiares e amigos, receba Reflexões Cristãs pelo WhatsApp (19)993702148.

Lucas Ajudarte quarta-feira, 29 de maio de 2019
Obediência ou pecado (Bíblia Comentada - Levítico 26)

Levítico 26 comentado


Apresentaremos o vigésimo sexto (26) de Levítico comentado, iremos falar sobre as advertências aos pecadores e das bençãos dos obedientes.

Levítico 26 comentado


LEV 26:1 Não fareis para vós ídolos, nem escultura, nem levantareis para vós estátua, nem poreis em vossa terra pedra pintada para inclinar-vos a ela: porque eu sou o SENHOR vosso Deus.

Novamente é reforçado a fé monoteísta, Deus abominava todo o tipo de idolatria, e queria ver seu povo livre desse pecado,  obediência tinha sua recompensa, mas a desobediência tem seu alto custo, aprenderemos nos evangelhos que não trata-se de uma maldição de Deus, e sim a falta Dele, onde não está Deus, está a loucura e o engano, o pecado atrai mais pecados e por si só os homens são consumidos por uma sequencia de consequências. As maldições não precisam vir de Deus, elas simplesmente aparecem uma vez que estamos ausentes de seu santo Espirito.

LEV 26:2 Guardai meus sábados, e tende em reverência meu santuário: Eu sou o SENHOR.
LEV 26:3 Se andardes em meus decretos, e guardardes meus mandamentos, e os puserdes por obra;
LEV 26:4 Eu darei vossa chuva em seu tempo, e a terra produzirá, e a árvore do campo dará seu fruto;
LEV 26:5 E a debulha vos alcançará à vindima, e a vindima alcançará à sementeira, e comereis vosso pão em fartura e habitareis seguros em vossa terra:
LEV 26:6 E eu darei paz na terra, e dormireis, e não haverá quem vos espante: e farei tirar os animais ferozes de vossa terra, e não passará por vosso país a espada:

Deus é aquele que pode prover todas as coisas, Israel passava por anos no deserto, lá eles eram preparados de diversas formas, ainda mais importante do que entrar na terra prometida, é a lição que temos desses eventos, uma criança rebelde e que sempre agia de forma teimosa, assim era Israel que agora precisava vencer todo seu ego e vaidade que os seguiam desde o Egito, para enfim fazer em Canaã sua sonhada morada.

LEV 26:7 E perseguireis a vossos inimigos, e cairão à espada diante de vós:
LEV 26:8 E cinco de vós perseguirão a cem, e cem de vós perseguirão a dez mil, e vossos inimigos cairão à espada diante de vós.
LEV 26:9 Porque eu me voltarei a vós, e vos farei crescer, e vos multiplicarei, e afirmarei meu pacto convosco:
LEV 26:10 E comereis o antigo de muito tempo, e tirareis fora o antigo por causa do novo:
LEV 26:11 E porei minha morada em meio de vós, e minha alma não vos abominará:
LEV 26:12 E andarei entre vós, e eu serei vosso Deus, e vós sereis meu povo.
LEV 26:13 Eu sou o SENHOR vosso Deus, que vos tirei da terra do Egito, para que não fôsseis seus servos; e rompi as barras de vosso jugo, e vos fiz andar com o rosto alto.

O verso 7, é talvez a passagem mais conhecida de todo o livro de Levítico, de certa forma uma passagem similar em Salmos 91 é mostrado fielmente como referencia, o que nos faz pensar que o povo dos tempos dos reis de israel já desfrutavam das leituras dos textos que tinham, sim, a bíblia já existia embora não possuíam esses livros como conhecemos hoje.

LEV 26:14 Porém se não me ouvirdes, nem fizerdes todos estes meus mandamentos,
LEV 26:15 E se abominardes meus decretos, e vossa alma menosprezar meus regulamentos, não executando todos meus mandamentos, e invalidando meu pacto;
LEV 26:16 Eu também farei convosco isto: enviarei sobre vós terror, enfermidade e febre, que consumam os olhos e atormentem a alma: e semeareis em vão vossa semente, porque vossos inimigos a comerão:
LEV 26:17 E porei minha ira sobre vós, e sereis feridos diante de vossos inimigos; e os que vos aborrecem vos dominarão, e fugireis sem que haja quem vos persiga.
LEV 26:18 E se ainda com estas coisas não me ouvirdes, eu voltarei a castigar-vos sete vezes mais por vossos pecados.
LEV 26:19 E quebrarei a soberba de vossa força, e voltarei vosso céu como ferro, e vossa terra como bronze:
LEV 26:20 E vossa força se consumirá em vão; que vossa terra não dará seu produto, e as árvores da terra não darão seu fruto.
LEV 26:21 E se andardes comigo em oposição, e não me quiserdes ouvir, eu acrescentarei sobre vós sete vezes mais pragas segundo vossos pecados.
LEV 26:22 Enviarei também contra vós animais feras que vos arrebatem os filhos, e destruam vossos animais, e vos reduzam a poucos, e vossos caminhos sejam desertos.
LEV 26:23 E se com estas coisas não fordes corrigidos, mas que andardes comigo em oposição,
LEV 26:24 Eu também procederei convosco, em oposição e vos ferirei ainda sete vezes por vossos pecados:
LEV 26:25 E trarei sobre vós espada vingadora, em castigo do pacto; e vos recolhereis a vossas cidades; mas eu enviarei pestilência entre vós, e sereis entregues em mão do inimigo.
LEV 26:26 Quando eu vos quebrantar o sustento de pão, cozerão dez mulheres vosso pão em um forno, e vos devolverão vosso pão por peso; e comereis, e não vos fartareis.

Falar das bençãos é muito fácil, agora precisamos falar da consequência do pecado, que está presente do ser humano, antes da vinda de Cristo era "olho por olho" e a condição de salvo era baseada no medo, a partir de Jesus Cristo, a fé e adoração passaram a ser baseadas no amor, Jesus ensinou a todos que o amor transforma, antes amor e menos medo. Antes perdão e menos condenação.


A fé judaica era movida por regulamentos e doutrinações das mais diversas, é importante entendermos que até aquele tempo, toda essa liturgia era implantada, mas isso porque existia grande desobediência, por vezes os judeus tentaram erradicar as heresias, mas sempre criavam novas e ainda maiores.


LEV 26:27 E se com isto não me ouvirdes, mas procederdes comigo em oposição,
LEV 26:28 Eu procederei convosco em contra e com ira, e vos castigarei ainda sete vezes por vossos pecados.
LEV 26:29 E comereis as carnes de vossos filhos, e comereis as carnes de vossas filhas:
LEV 26:30 E destruirei vossos altos, e exterminarei vossas imagens, e porei vossos corpos mortos sobre os corpos mortos de vossos ídolos, e meu alma vos abominará:
LEV 26:31 E porei vossas cidades em deserto, e assolarei vossos santuários, e não cheirarei a fragrância de vosso suave incenso.
LEV 26:32 Eu assolarei também a terra, e se pasmarão dela vossos inimigos que nela moram:
LEV 26:33 E a vós vos espalharei pelas nações, e desembainharei espada atrás de vós: e vossa terra estará assolada, e desertas vossas cidades.
LEV 26:34 Então a terra folgará seus sábados todos os dias que estiver assolada, e vós na terra de vossos inimigos: a terra descansará então e desfrutará seus sábados.
LEV 26:35 Todo o tempo que estará assolada, folgará o que não folgou em vossos sábados enquanto habitáveis nela.
LEV 26:36 E aos que restarem de vós porei em seus corações tal covardia, na terra de seus inimigos, que o som de uma folha movida os perseguirá, e fugirão como de espada, e cairão sem que ninguém os persiga:
LEV 26:37 E tropeçarão uns nos outros, como se fugissem diante de espada, ainda que ninguém os persiga; e não podereis resistir diante de vossos inimigos.
LEV 26:38 E perecereis entre as nações, e a terra de vossos inimigos vos consumirá.
LEV 26:39 E os que restarem de vós perecerão nas terras de vossos inimigos por sua iniquidade; e pela iniquidade de seus pais perecerão com eles:
LEV 26:40 E confessarão sua iniquidade, e a iniquidade de seus pais, por sua transgressão com que transgrediram contra mim: e também porque andaram comigo em oposição,
LEV 26:41 Eu também houver andado contrário a eles, e os houver metido na terra de seus inimigos: e então se humilhará seu coração incircunciso, e reconhecerão seu pecado;
LEV 26:42 E eu me lembrarei de meu pacto com Jacó, e também de meu pacto com Isaque, e também de meu pacto com Abraão me lembrarei; e farei memória da terra.
LEV 26:43 Que a terra estará desamparada deles, e folgará seus sábados, estando deserta por causa deles; mas entretanto se submeterão ao castigo de suas iniquidades: porquanto menosprezaram meus regulamentos, e teve a alma deles ódio de meus estatutos.
LEV 26:44 E ainda com tudo isto, estando eles em terra de seus inimigos, eu não os rejeitarei, nem os abominarei para consumi-los, invalidando meu pacto com eles: porque eu o SENHOR sou seu Deus:
LEV 26:45 Antes me lembrarei deles pelo pacto antigo, quando os tirei da terra do Egito aos olhos das nações, para ser seu Deus: Eu sou o SENHOR.
LEV 26:46 Estes são os decretos, regulamentos e leis que estabeleceu o SENHOR entre si e os filhos de Israel no monte Sinai por meio de Moisés.

No verso 42 vemos a confirmação de uma antiga profecia, Deus reforçava o pacto que fizera antes com Abraão, e seus descendentes. Uma promessa que perpetua seculos e seculos e seria até a eternidade.

Algumas referencias de Genesis 15 para lembrarmos dessa antiga promessa:

GEN 15:5 E tirou-lhe fora, e disse: Olha agora aos céus, e conta as estrelas, se as podes contar. E lhe disse: Assim será tua descendência. Esse é um dos versos mais lindos da bíblia hebraica, isto é, "...Olha agora aos céus, e conta as estrelas, se as podes contar. E lhe disse: Assim será tua descendência...", as estrelas dos céus, Abrão recebia a promessa de apenas um único filho, mas ele se tornaria o pai de multidões, Abrão foi um homem que desejava ser pai, mas além de tornar-se pai carnal de grandes nações, tornou-se o pai da fé, de um numero incontável de crentes em sua jornada. GEN 15:6 E creu ao SENHOR, e contou-lhe por justiça. Temos que crer em Deus, pois em momentos de crises, e tribulações, apenas através do Senhor está o socorro, o único que pode nos ajudar, quando o mundo inteiro não pode, Ele deve ser encarado, como a ultima saída, e o primeiro a quem devemos procurar.

Notas finais do autor 

→O credito e a referencia da tradução, pertencem a Blive, responsável pela tradução da Bíblia Nestlé 1904, usada como padrão em nossa bíblia comentada
→As opiniões e os comentários bíblicos, estão sempre em vermelho, e são escritas por Lucas Ajudarte, teólogo formado, pela Faculdade Nacional de Teologia de São Loureço MG.
→Caso tenha uma sugestão ortográfica, envie para nós no e-mail: blogreflexoescristas@mail.com. 

Leia todos os outros comentários de Levítico, e aprenda ainda mais sobre a palavra de Deus. 

Compartilhe essa postagem com seus amigos e familiares, receba Reflexões Cristãs por whatsapp (19)993702148.

Lucas Ajudarte quinta-feira, 23 de maio de 2019
O ano do jubileu (Bíblia Comentada - Levítico 25)

Levítico 25 Comentado


Veremos uma analise apurada sobre o capitulo 25 de Levítico Comentado, no qual descreverá bem apuradamente sobre o ano do jubileu, e descreverá da melhor forma possível seu significado para Israel.

O ano do Jubileu


LEV 25:1 E o SENHOR falou a Moisés no monte Sinai, dizendo:
LEV 25:2 Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: Quando houverdes entrado na terra que eu vos dou, a terra fará sábado ao SENHOR.
LEV 25:3 Seis anos semearás tua terra, e seis anos podarás tua vinha, e colherás seus frutos;
LEV 25:4 E no sétimo ano a terra terá sábado de descanso, sábado ao SENHOR: não semearás tua terra, nem podarás tua vinha.

Em uma forma primitiva, Israel utilizava uma técnica de plantio e cultivo, o sábado ganha nesse contexto uma nova identidade, agora é um ano, e não um dia, o objetivo é deixar a terra descansar, para que ela não desgaste-se ano após ano, e sucessivamente, ela teria um ano inteiro para seguir seu fluxo natural, sem interferência externa, seria colhido apenas o que Deus provesse de forma autônoma, e exclusivamente do acaso.

LEV 25:5 O que de seu se nascer em tua terra ceifada, não o ceifarás; e as uvas de teu vinhedo não vindimarás: ano de descanso será à terra.
LEV 25:6 Mas o sábado da terra vos será para comer a ti, e a teu servo, e a tua serva, e a tua criado, e a tua estrangeiro que morar contigo:
LEV 25:7 E a teu animal, e à animal que houver em tua terra, será todo o fruto dela para comer.
LEV 25:8 E te hás de contar sete semanas de anos, sete vezes sete anos; de modo que os dias das sete semanas de anos virão a ser para ti quarenta e nove anos.
LEV 25:9 Então farás passar a trombeta de júbilo no mês sétimo aos dez do mês; o dia da expiação fareis passar a trombeta por toda vossa terra.
LEV 25:10 E santificareis o ano cinquenta, e apregoareis liberdade na terra a todos os seus moradores: este vos será jubileu; e voltareis cada um à sua possessão, e cada qual voltará à sua família.

Note que no verso 6, é falado em destaque a provisão ao servo, estrangeiro, criado, e em especial todos aqueles que precisam do alimento, de certa forma todos os fundamento sabatino são mais pensados em atender o mais carente, do contrario a escravidão e o sistema capitalista, que já existia naquele tempo, mataria em poucos anos, onde o trabalhador teria que trabalhar todos os dias para sustentar-se, em um tempo onde a qualidade de trabalho era péssima, sem acesso algum a tecnologia, apenas com o suor dos próprios braços, Deus pede a todos um dia de descanso, é uma forma de garantir que todos terão seu devido tempo com suas famílias, e para meditar sobre suas vidas, e como proceder com elas.

LEV 25:11 O ano dos cinquenta anos vos será jubileu: não semeareis, nem colhereis o que nascer de seu na terra, nem vindimareis seus vinhedos:
LEV 25:12 Porque é jubileu: santo será a vós; o produto da terra comereis.
LEV 25:13 Em este ano de jubileu voltareis cada um à sua possessão.
LEV 25:14 E quando venderdes algo a vosso próximo, ou comprardes da mão de vosso próximo, não engane ninguém a seu irmão:
LEV 25:15 Conforme o número dos anos depois do jubileu comprarás de teu próximo; conforme o número dos anos dos frutos te venderá ele a ti.
LEV 25:16 Conforme a abundância dos anos aumentarás o preço, e conforme a diminuição dos anos diminuirás o preço; porque segundo o número dos rendimentos te há de vender ele.
LEV 25:17 E não engane ninguém a seu próximo; mas terás temor de teu Deus: porque eu sou o SENHOR vosso Deus.

Hoje no mundo é conhecido diversos tipos de jubileus diferentes, o jubileu católico é muito famoso no mundo ocidental, na tradição católica é uma comemoração religiosa da Igreja Católica, celebrada dentro de um Ano Santo, mas o que difere deste é que a celebração jubilar é feita de 25 em 25 anos.

A celebração cristã se fundamenta na Bíblia; tanto no Antigo Testamento, de onde temos a tradição judaica como no Novo Testamento.

LEV 25:18 Executai, pois, meus estatutos, e guardai meus regulamentos, e ponde-os por obra, e habitareis na terra seguros;
LEV 25:19 E a terra dará seu fruto, e comereis até fartura, e habitareis nela com segurança.
LEV 25:20 E se disserdes: Que comeremos no sétimo ano? eis que não temos de semear, nem temos de colher nossos frutos:
LEV 25:21 Então eu vos enviarei minha bênção no sexto ano, e fará fruto por três anos.
LEV 25:22 E semeareis no ano oitavo, e comereis do fruto alheio; até o ano nono, até que venha seu fruto comereis do alheio.
LEV 25:23 E a terra não se venderá definitivamente, porque a terra minha é; que vós peregrinos e estrangeiros sois para comigo.
LEV 25:24 Portanto, em toda a terra de vossa possessão, outorgareis remissão à terra.
LEV 25:25 Quando teu irmão empobrecer, e vender algo de sua possessão, virá o resgatador, seu próximo, e resgatará o que seu irmão houver vendido.
LEV 25:26 E quando o homem não tiver resgatador, se alcançar sua mão, e achar o que basta para seu resgate;
LEV 25:27 Então contará os anos de sua venda, e pagará o que restar ao homem a quem vendeu, e voltará à sua possessão.
LEV 25:28 Mas se não alcançar sua mão o que basta para que volte a ele, o que vendeu estará em poder do que o comprou até o ano do jubileu; e ao jubileu sairá, e ele voltará à sua possessão.
LEV 25:29 E o homem que vender casa de morada em cidade cercado, poderá resgatá-la até acabar-se o ano de sua venda: ano será o termo de se poder resgatar.
LEV 25:30 E se não for resgatada dentro de ano inteiro, a casa que estiver na cidade murada ficará para sempre por daquele que a comprou, e para seus descendentes: não sairá no jubileu.
LEV 25:31 Mas as casas das aldeias que não têm muro ao redor, serão estimadas como uma plantação da terra: terão remissão, e sairão no jubileu.

A palavra jubileu vem do hebraico, yovel. Refere-se ao carneiro, cujo chifre foi usado para anunciar o ano festivo. Há estudiosos que oferecem mais uma explicação. Supõe-se que yovel vem do verbo hebraico trazer de volta, pois os escravos voltavam a seu estado anterior de liberdade, não sendo mais servos de homens e sim apenas do Criador; e os terrenos também voltavam aos proprietários originais.

Além da contagem do ano de shemitá, de sete em sete anos, existe a contagem do yovel - o jubileu, que ocorre a cada cinquenta anos, no ano seguinte ao término de 7 anos sabáticos.

Na época do Templo Sagrado isto era exatamente o que acontecia a cada 50 anos. O Yovel caracterizava-se por três obrigações, que recaíam sobre a nação inteira:

a) Abstenção de qualquer trabalho agrícola, exatamente como em Shemitá;

b) Liberdade incondicional para todo escravo hebreu;

c) A devolução de todos os campos aos seus proprietários originais.

No Yovel, os escravos judeus são libertados. A cada ano de Yovel, em Yom Kipur, o San'hedrin (Tribunal Superior) tocava o shofar. A seguir os judeus em Israel, tocavam o shofar. O som podia ser ouvido em Israel inteira, anunciando: Chegou a hora de libertar todos os escravos judeus. Todos os que possuem escravos judeus devem libertá-los e enviá-los à suas casas.

Não importava se o escravo recém começara a servir seu senhor, ou se já havia trabalhado seis anos, todo escravo judeu tinha de ser enviado de volta ao seu lugar de origem. O toque do shofar era um lembrete para ouvir e observar esta mitsvá.

Depois de possuir um escravo por um longo período, o amo deve achar difícil mandá-lo embora; assim como o escravo pode ficar relutante em deixar seu amo. De Rosh Hashaná até Yom Kipur do ano de Yovel, um escravo não retorna à sua casa; nem seu amo pode empregá-lo. Em vez disso, senta-se à mesa de seu amo, come, bebe, e relaxa. Quando o shofar é tocado em Yom kipur, ele finalmente parte. Este período de dez dias de transição ajudam-no a readaptar-se à liberdade. Deus disse: Quando tirei o povo judeu do Egito, tornaram-se Meus escravos. Por isto, nenhum judeu poderá servir a outro por toda a vida, somente Eu posso exigir tal submissão.

Como podemos observar na tradição judaica, como o Jubileu está alicerçado na Torá. Fala-se dele no livro do Êxodo (23, 10-11), no Levítico (25, 1-28), no Deuteronômio (15, 1-6).

Cada sete anos era celebrado o ano sabático (como anteriormente comentávamos), no qual se deviam perdoar todas as dívidas. E cada 50 anos se celebrava o Jubileu.

Santificareis o quinquagésimo ano, proclamando na vossa terra a liberdade de todos os que a habitam. Este ano será para vós Jubileu: cada um de vós voltará à sua propriedade e à sua família. (Lv 25, 10)

O tempo de Jubileu, era um tempo de Paz e Reconciliação, um tempo de festa e perdão. Um tempo de Graça Divina.

LEV 25:32 Porém em quanto às cidades dos levitas, sempre poderão resgatar os levitas as casas das cidades que possuírem.
LEV 25:33 E o que comprar dos levitas, sairá da casa vendida, ou da cidade de sua possessão, no jubileu: porquanto as casas das cidades dos levitas é a possessão deles entre os filhos de Israel.
LEV 25:34 Mas a terra dos arredores de suas cidades não se venderá, porque é perpétua possessão deles.
LEV 25:35 E quando teu irmão empobrecer, e se refugiar a ti, tu o ampararás: como peregrino e estrangeiro viverá contigo.
LEV 25:36 Não tomarás juros dele, nem lucro; mas terás temor de teu Deus, e teu irmão viverá contigo.
LEV 25:37 Não lhe darás teu dinheiro a juros, nem tua comida a ganho:
LEV 25:38 Eu sou o SENHOR vosso Deus, que vos tirei da terra do Egito, para vos dar a terra de Canaã, para ser vosso Deus.
LEV 25:39 E quando teu irmão empobrecer, estando contigo, e se vender a ti, não lhe farás servir como servo:
LEV 25:40 Como criado, como estrangeiro estará contigo; até o ano do jubileu te servirá.
LEV 25:41 Então sairá de tua presença, ele e seus filhos consigo, e voltará à sua família, e à possessão de seus pais se restituirá.
LEV 25:42 Porque são meus servos, os quais tirei eu da terra do Egito: não serão vendidos à maneira de servos.
LEV 25:43 Não serás senhor dele com dureza, mas terás temor de teu Deus.
LEV 25:44 Assim teu servo como tua serva que tiveres, serão das nações que estão em vosso ao redor: deles comprareis servos e servas.
LEV 25:45 Também comprareis dos filhos dos forasteiros que vivem entre vós, e dos que da linhagem deles são nascidos em vossa terra, que estão convosco; os quais tereis por possessão:
LEV 25:46 E os possuireis por herança para vossos filhos depois de vós, como possessão hereditária; para sempre vos servireis deles; porém em vossos irmãos os filhos de Israel, não vos dominareis cada um sobre seu irmão com dureza.

O Evangelista São Lucas narra em uma passagem que Jesus vai a uma Sinagoga no dia de sábado e proclama um trecho do livro do profeta Isaías: O Espírito do Senhor está sobre mim, por isso ele me ungiu e me mandou anunciar aos pobres uma mensagem, para proclamar aos prisioneiros a libertação e aos cegos a recuperação da vista, para colocar em liberdade os oprimidos e proclamar um ano da graça do Senhor. (Lc 4, 18-20)

LEV 25:47 E se o peregrino ou estrangeiro que está contigo, adquirisse meios, e teu irmão que está com ele empobrecer, e se vender ao peregrino ou estrangeiro que está contigo, ou à raça da família do estrangeiro;
LEV 25:48 Depois que se houver vendido, poderá ser resgatado: um de seus irmãos o resgatará;
LEV 25:49 Ou seu tio, ou o filho de seu tio o resgatará, ou o próximo de sua carne, de sua linhagem, o resgatará; ou se seus meios alcançarem, ele mesmo se resgatará.
LEV 25:50 E contará com o que o comprou, desde o ano que se vendeu a ele até o ano do jubileu: e há de estabelecer preço o dinheiro de sua venda conforme o número dos anos, e se fará com ele conforme o tempo de um criado assalariado.
LEV 25:51 Se ainda forem muitos anos, conforme eles voltará para seu resgate do dinheiro pelo qual se vendeu.
LEV 25:52 E se restar pouco tempo até o ano do jubileu, então contará com ele, e devolverá seu resgate conforme seus anos.
LEV 25:53 Como com tomado a salário anualmente fará com ele: não será senhor dele com aspereza diante de teus olhos.
LEV 25:54 Mas se não se resgatar em esses anos, no ano do jubileu sairá, ele, e seus filhos com ele.
LEV 25:55 Porque meus servos são os filhos de Israel; são servos meus, aos quais tirei da terra do Egito: Eu sou o SENHOR vosso Deus.

Existe uma forte simbologia na crença do sábado, o numero 7 entra em evidencia como um dia de descanso, de certa forma Israel tinha uma forte simbologia em diversos outros sentidos, é até mesmo por isso que hoje existem seitas judaicas como a Cabala, que tem representação numérica de praticamente todas as coisas, e adoram os números como o significado fiel as crenças diversas.

Notas finais do autor   


→O credito e a referencia da tradução, pertencem a Blive, responsável pela tradução da Bíblia Nestlé 1904, usada como padrão em nossa bíblia comentada.                   
→As opiniões e os comentários bíblicos, estão sempre em vermelho, e são escritas por Lucas Ajudarte, teólogo formado, pela Faculdade Nacional de Teologia de São Loureço MG.  
→Caso tenha uma sugestão ortográfica, envie para nós no e-mail: blogreflexoescristas@mail.com.      Leia todos os outros comentários de Levítico, e aprenda ainda mais sobre a palavra de Deus.      

Compartilhe essa postagem com seus amigos e familiares, receba Reflexões Cristãs por whatsapp (19)993702148. 

Lucas Ajudarte quarta-feira, 22 de maio de 2019