Publicações

Deus nunca vai te deixar ou te abandonar

 Você se sente solitário ou sozinho neste momento? Você se sente como se Deus o tivesse abandonado?

Há momentos em que definitivamente nos sentimos totalmente sozinhos, pois parece que Deus se afastou ou desapareceu e é que nosso próprio estado emocional nos faz acreditar que hoje estamos abandonados em meio a esses problemas da vida.

E é que a sensação de abandono divino geralmente chega sempre que, por algum motivo, negligenciamos nosso relacionamento pessoal com Deus. Talvez você não esteja mais orando, talvez você nem leia a Bíblia, você não se reúna ou o faça algumas vezes e não regularmente e é aí que ficamos mais vulneráveis ​​a nos sentirmos abandonados e sozinhos.

Você se sente solitário ou sozinho neste momento? Você se sente como se Deus o tivesse abandonado?
Deus está sempre presente, para buscar seu carinho



A verdadeira realidade é que Deus nunca nos abandona, sempre esteve no mesmo lugar de sempre, ao alcance de uma oração. O que acontece é que somos nós que escolhemos nos afastar aos poucos e quando passamos a sentir acreditamos que estamos sozinhos porque voltamos a ver os lados e não vemos Deus, mas não o vemos porque o deixamos, nos separamos de Ele, aos poucos temos trilhado o caminho errado e é lá onde só encontraremos a solidão.

O bom nisso é que Deus está sempre pronto para nos receber, tudo o que temos a fazer é PROCURÁ-LO. E é que quando decidimos procurá-lo todo o panorama muda, parece que nossos olhos se abrem e percebemos que Ele esteve mais perto do que acreditávamos, que nunca nos abandonou, que fomos nós que, com nossas decisões, havíamos optado por nos afastar, mas que Ele sempre permaneceu fiel à Sua Palavra estando ali, tão perto, tão cheio de amor e misericórdia como sempre.

Você se sente sozinho ou sozinho neste momento? Você se sente como se Deus o tivesse abandonado? Com ​​certeza você precisa refletir sobre o quão perto Dele você está neste momento? Como é sua comunhão com Ele? Você está falando com Ele? Você está lendo a sua Palavra? Porque se você não está fazendo isso, certamente é a causa de você se sentir sozinho e abandonado.

Hoje quero encorajá-lo a levantar a cabeça, a buscar a Deus, a ir diante dEle, a se render completamente e a permitir que seja Ele e ninguém além dele que o ajuda a resolver aqueles problemas que você pode estar enfrentando.

Nunca se esqueça de buscá-lo, mesmo quando parece que nada muda, você deve confiar, você deve continuar a acreditar, você deve ir de mãos dadas com Ele, porque como diz a Bíblia: “Eu sou a videira, vocês são os ramos; Quem permanece em mim e eu nele, esse dá muito fruto; porque fora de mim você não pode fazer nada " João 15: 5 (Reina-Valera 1960).

Não permita que o sentimento de solidão e abandono vença o jogo, Deus não quer que você se sinta sozinho, Deus não quer que você se sinta abandonado, Ele é o seu Pai, e o seu Pai NUNCA DEIXARÁ VOCÊ.

Tome esta palavra como sua:

Portanto, seja forte e corajoso! Não tenha medo ou pânico na frente deles, porque o Senhor seu Deus, ele mesmo irá antes de você. Ele não te deixará nem te desamparará ””  Deuteronômio 31: 6 (Nova Tradução Viva)

ELE NÃO IRÁ FALHAR OU ABANDONAR VOCÊ! NUNCA ESQUEÇA ISSO!

Se assim não funcionar, não é um corpo, mas apenas um esqueleto com a seguinte lápide: AQUI ESTÁ UM DOS DESEJOS DA NOIVA DO CORDEIRO.  

Leia outros textos de reflexões inspiradas para o seu dia a dia:  

👉Resolvi ir além do formato e mudar meu coração!

👉A Mulher que CONHECEU a Igreja, e Não conheceu JESUS

Este blog produz opiniões e textos independentes em uma perspectiva cristã sobre todos os temas, Obrigado por ler esse artigo, comente e de sua opinião, compartilhe com seus familiares e amigos, receba as Reflexões Cristãs pelo WhatsApp (19) 993702148.

Lucas Ajudarte quinta-feira, 24 de setembro de 2020
Resolvi ir além do formato e mudar meu coração!

O que devemos mudar em nosso coração

O reavivamento não chegou e não terá formato corporativo, pelo contrário, abolirá todos os formatos. Nós nem sabemos tudo sobre avivamento, e quem disser sim não aceitará um formato diferente do seu e quando acontecer, vai passar. Pessoas morrem por falta de conhecimento e não por falta de emoção.

Todo mundo quer assumir a fama de ser o veículo do avivamento, mas essa marca não será registrada no cartório. Na verdade, as estrelas vão sair de cena. Só Jesus vai brilhar. O formato religioso atual glorifica os homens, por isso tem que cair.

Desculpe pelo radicalismo, mas a Bíblia diz que se você não fizer isso, você não entrará. Percebi que em certos momentos, ao mudar a liturgia, era como se a tigela tivesse mudado, mas não o cardápio. Era para mudar o ritmo, mas não a letra.

Decidi ir além do formato e mudar o coração  . Isso só Deus pode fazer, mas apenas se eu reconhecer o erro e perguntar.

Quando o avivamento vier, mudaremos nossos rostos e corações.

Aqui, ali e ali, um vírus invade um membro do Corpo de Cristo, mas ainda assim a harmonia não é perdida. Imitações, bonecos de cera, igrejas ciborgues e organismos cibernéticos enferrujam, derretem e se autodestruam.



No Corpo de Cristo, o sistema imunológico funciona perfeitamente e os membros não atacam uns aos outros, mas sim se sustentam. Esta instituição ... já havia engolido o Corpo de Cristo, há muito tempo ...

Mas não há caos dentro do Corpo de Cristo. O caos está fora, mas quem está nele acredita que está no Corpo. No corpo, as partes estão harmoniosamente unidas e produzem seu próprio aumento no amor.

Se assim não funcionar, não é um corpo, mas apenas um esqueleto com a seguinte lápide:

AQUI ESTÁ UM DOS DESEJOS DA NOIVA DO CORDEIRO.

 Leia outros textos de reflexões inspiradas para o seu dia a dia: 

👉Como não perder o coração em um mundo hostil.

👉Cena de "Até o ultimo homem" VALE APENA ASSISTIR.

 Este blog produz opiniões e textos independentes em uma perspectiva cristã sobre todos os temas, Obrigado por ler esse artigo, comente e de sua opinião, compartilhe com seus familiares e amigos, receba as Reflexões Cristãs pelo WhatsApp (19) 993702148.

Lucas Ajudarte quinta-feira, 10 de setembro de 2020
Não vou ser um dos que joga a pedra no pecador!

A consequência do pecado e a lição de Jesus Cristo

O pecado, segundo o contexto linguístico representa a desobediência a qualquer norma ou preceito; falta, erro, no contexto da religião, pecado é uma desobediência aos preceitos morais humanos, e a doutrinas e normas religiosas, dessa forma, muitos são os pecados, e também muitos são os pecadores.

 

Certa vez em um local chamado Monte das Oliveiras, os mestres da lei, os homens de respeito e autoridade perante a sociedade, levaram até Jesus uma prostituta, que perante os padrões da época, cometia um pecado, um crime, que seria tipico de morte.

Perante aquela situação, o mais natural, o que a maioria faria, seria  jogar a pedra, lançar sobre o pecador a punição pela sua culpa, mas não foi isso que Jesus fez, ao contrario, mantendo-se em silencio, e sem ação, quando confrontado, apenas diz: Aquele que não tem pecado, que atire a primeira pedra (ref João 8).

Essa clássica passagem da bíblia, mostra como devemos nos portar quando o pecador cai em descoberta, como cristãos, e seguidores de Jesus, nós jamais devemos jogar a pedra sobre aquele que errou, o erro é uma tendencia da condição humana, somos todos pecadores, não somos juízes para condenar uma pessoa, é claro que isso não significa que devemos simplesmente não pecar contra o que é errado, mas isso significa que em determinados momentos, existem cuidados que devemos tomar, atos de amor convertem muito mais do que atos de ódio.

 

Recentemente no Brasil, uma deputada e pastora evangélica, está sendo acusada de homicido, além de praticas de orgias sexuais, e até mesmo de atrair pessoas da mesma igreja para fazer sexo, ela chegou a ser acusada de transar com os próprios filhos, todas essas acusações podem ser verdades, mas ainda sim, não sou eu que posso condena-la, ela já está pagando pelo seu crime, pelo simples fato de estar em evidencia no Brasil e no mundo por conta de tantos escândalos, mas não somos oniscientes, não sabemos toda a verdade, e será Deus que tomará o julgamento final, se ela cometeu crime, uma hora será condenada, se não na vida, na morte.


Não vou ser um dos que joga a pedra no pecador!


Por que lideres religiosos se envolvem em tantos escândalos?

É importante saber separar, o que é igreja, e o que é instituição religiosa, a igreja somos nós, as pessoas, assim como os ungidos são escolhidos por Deus, enquanto instituições religiosas são paredes de pedras, CNPJ, e razão social registrada em cartório, cujo escolhidos, são por homens, são selecionados pela perspectiva e julgamento humano, e o julgamento dos homens são falhos, dessa forma, temos que entender que dentro da igreja existem pessoas que são de Deus, que buscam os ideais cristãos, e vivem baseando em Jesus, e assim também existem aqueles que estão na igreja, apenas pelo aspecto de clube social, por status, e outras que ao conseguir status de autoridade, acabam corrompendo-se, sendo assim temos que ter em mente que a salvação é individual, e ninguém senão Cristo, intercede por ninguém.

Certa vez conheci uma pastora e evangélica, cujo nome não posso revelar, que revelou a mim problemas extremamente sérios, ela tinha relações sexuais com pessoas casadas, e ela por si só já estava traindo seu marido, e estava sofrendo de depressão, por não conseguir pregar e levar a palavra adiante, e prosseguir com sua vida imoral, traindo seu esposo. Infelizmente tanto essa pastora, quando todos aqueles que passam pelo mesmo problema, terão que enfrentar esse fardo até o fim de suas vidas, ou então, libertam-se, dizendo a verdade, assumindo seus erros, pedindo perdão, e continuando suas vidas, aceitando as consequências, pois assim é o pecado, ele sempre vai ter consequência.

Não abale sua fé, por que os homens e mulheres cujos adotam títulos de pessoas de Deus cometem erros, seres humanos são assim, busque sua salvação individual, e não atire a pedra, assim como Jesus não fez.

 Leia outros textos de reflexões inspiradas para o seu dia a dia:

👉 Os lideres religiosos se corrompem!

👉 Eu sou o guardador do meu irmão?

👉As mulheres cristãs devem vestir com modéstia.

 Este blog produz opiniões e textos independentes em uma perspectiva cristã sobre todos os temas, Obrigado por ler esse artigo, comente e de sua opinião, compartilhe com seus familiares e amigos, receba as Reflexões Cristãs pelo WhatsApp (19) 993702148.

Lucas Ajudarte domingo, 6 de setembro de 2020
A crise do coronavírus causará um governo mundial?

Uma crise mundial para uma solução mundial, entenda a crise do Coronavírus e seus impactos

Com a recente pandemia de coronavírus e a catástrofe econômica associada que é criada, há um impulso mais forte para um governo mundial único, então o que isso significaria para os cristãos?



Medidas extremas

Às vezes, crises nacionais e mundiais levam os governos a tomar decisões radicais. O recente Coronavirus fez com que milhares de empresas fechassem; muitos para nunca mais reabrirem, mas quando a crise econômica ameaça o bem-estar da nação, alguns governos reagem exageradamente ou tomam medidas extremas para lidar com a crise. O mesmo poderia acontecer com a recente pandemia de Coronavirus, que criou uma crise econômica. 

Não estou minimizando as milhares de pessoas que morreram em conseqüência da contração do vírus, mas o impacto econômico foi devastador. Especialmente atingidos são os pobres, os jovens e as mães solteiras que muitas vezes têm que trabalhar em lugares chamados "não essenciais", e só então estão mal conseguindo, então quando milhões de pessoas são repentinamente expulsas de trabalhos.

Direitos civis

Algumas liberdades pessoais já foram retiradas; certas limitações foram colocadas em reuniões sociais, e mesmo as igrejas não estão imunes a isso. Então, o que poderia acontecer depois de uma catástrofe econômica global como a causada pela pandemia do coronavírus? Até onde os governos irão para lidar com a situação? Será que uma erosão ainda maior dos direitos civis e públicos pessoais e nacionais será erodida por causa de "muitos?" Circunstâncias extremas muitas vezes causam medidas extremas, então é muito possível que possamos ver ainda mais de nossas liberdades pessoais limitadas, exacerbadas durante tempos de crise global e nacional. É claro que devemos seguir as recomendações de nosso governo e das autoridades de saúde, mas existe o perigo de que algum dia algumas das liberdades de que desistimos não nos sejam devolvidas.

Governo Mundial Único

Desde a Torre de Babel, sempre houve um desejo humano por um governo mundial único; um governo onde todas as decisões são tomadas por um governo, ou um homem ou mulher, e a pressão por um governo mundial aumentou desde a pandemia do coronavírus e a subsequente catástrofe econômica. Claramente, Deus não queria que os humanos tivessem um governo mundial, como vemos isso à medida que Deus espalhou a humanidade, mas um governo mundial sempre foi popular para os liberais, globalistas e a extrema esquerda. Até mesmo um candidato presidencial democrata disse que gostaria de ver um governo mundial único. Todos eles sonham com um mundo como uma utopia, onde não haja mais pobreza, não haja mais fome, e não haja mais guerras entre nações e povos. Seria como se o mundo inteiro estivesse de mãos dadas enquanto eles circulavam o mundo, mas não é tão simples. Por um lado, só Deus tem o poder e a autoridade para realizar uma utopia real, e ela está chegando (Ap 21: 1-15), mas a agenda que está sendo promovida pelas Nações Unidas, a Organização Mundial do Comércio (OMS), e pela União Europeia é que veremos um governo mundial único assumindo o controle. Isso não resolveria todos os problemas do mundo? Não, eu acredito que seria apenas o começo de nossos problemas, porque a humanidade mostrou que não pode confiar nele, então há algo na Bíblia que fala sobre um governo mundial? Sim, e leremos sobre isso mais tarde no livro do Apocalipse. Isso não resolveria todos os problemas do mundo? Não, eu acredito que seria apenas o começo de nossos problemas, porque a humanidade mostrou que não pode confiar nele, então há algo na Bíblia que fala sobre um governo mundial? Sim, e leremos sobre isso mais tarde no livro do Apocalipse. Isso não resolveria todos os problemas do mundo? Não, eu acredito que seria apenas o começo de nossos problemas, porque a humanidade mostrou que não pode confiar nele, então há algo na Bíblia que fala sobre um governo mundial? Sim, e leremos sobre isso mais tarde no livro do Apocalipse.

Certificados Digitais

Há um consenso entre muitos de que os certificados digitais são o caminho a percorrer para a humanidade. Certificados digitais também conhecidos como certificado de chave pública ou certificado de identidade. O uso mais comum de um certificado digital é verificar se o usuário que está enviando a mensagem é realmente aquele que afirma ser. E esses certificados são aceitos como assinaturas legais. Os certificados digitais são criptografados e fornecem ao destinatário os meios para codificar uma resposta e verificar a parte de onde está sendo enviada, mas podem ser usados ​​para rastrear indivíduos e até monitorar o público? Já vimos hackers que conseguiram emitir certificados maliciosos que pareciam ser assinados pelo certificado oficial ou pelo indivíduo que detém esse certificado, portanto, as chances são muito reais de que alguém possa fazer pedidos fraudulentos pela Internet usando o certificado digital de outra pessoa. Isso permite que alguém insira informações falsas ou extraia informações pessoais, como sua renda, endereço e até mesmo a fé que você tem. Isso torna mais fácil para um impostor postar em uma chave pública (assinatura) sob a identidade de outra pessoa e ser visto como validado como vindo da parte original. Como você pode ver, os certificados digitais podem ser usados ​​e abusados ​​para muitos fins.

Marca da Besta

A Bíblia fala de uma época em que alguém tinha tanto controle que as pessoas não podiam comprar nada sem permissão. Por exemplo, o apóstolo João diz que chegará um tempo em que “ninguém poderá comprar ou vender se não tiver a marca, ou seja, o nome da besta ou o número do seu nome” (Ap 13:17), e daí é essa marca? É esta a marca da besta de que falam os teólogos? A marca da besta é um PIN (Número de Identificação Pessoal), microchip (dispositivo eletrônico implantado) ou um número de certificado digital? Tudo o que sabemos com certeza é que um líder mundial "faz com que todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, tanto livres como escravos, sejam marcados na mão direita ou na testa" (Ap 13:16), mas quem quer que tenha essa marca vai viver para se arrepender (Ap 14: 9-11, 16: 2, 19:20, 20: 4).

Conclusão

Existem todos os tipos de teorias por aí sobre certificados digitais, mas está chegando o momento em que o mundo vai olhar para uma pessoa ... um homem ou mulher, e eles podem exercer tal poder que a própria existência do ser humano depende disso. Quando circunstâncias extremas, como uma depressão econômica varrem o globo ou pandemias ameaçam a sociedade, os governos tomam medidas extremas e, em algum lugar no caminho, muitos adorariam ver um governo mundial assumir o controle do mundo. Um governo mundial que tentará trazer a paz e, por um tempo, pode haver paz, mas não durará. Só o Rei da Paz, Jesus Cristo, pode trazer um mundo sem dor, tristeza, sofrimento e até abolir a morte (Ap 21: 1-4), mas até aquele momento, isso pode ser apenas o começo das tristezas.

Leia outros textos de reflexões inspiradas para o seu dia a dia:  

👉Fomes, terremotos, doenças, guerras e a vinda de Jesus Cristo.

👉O ultimo discurso de John Kennedy antes de morrer (Vale apena assistir)

👉O mistério sobre os milhares caixões da FEMA.

 Este blog produz opiniões e textos independentes em uma perspectiva cristã sobre todos os temas, Obrigado por ler esse artigo, comente e de sua opinião, compartilhe com seus familiares e amigos, receba as Reflexões Cristãs pelo WhatsApp (19) 993702148.

Lucas Ajudarte quinta-feira, 3 de setembro de 2020
Westcott e Hort / O que deveríamos saber sobre eles?

Westcott e Hort e as traduções modernas da bíblia

Um tema delicado para os cristãos, iremos expor algumas questões sobre a bíblia, ou pelo menos, sobre algumas traduções bíblicas, e em especial alguns tradutores, que influenciaram as principais versões modernas das bíblias atuais.

Leiam atentamente a introdução, e caso você não possua muito conhecimento bíblico e teológico, não recomendo a leitura desse texto, todos devemos saber nossos limites, principalmente recém convertidos, algumas questões são necessárias mais tempo de caminhada para discernir.

Introdução

O Novo Testamento foi escrito em grego.

Os originais sumiram, ninguém os tem. Mas existem mais de 5.300 manuscritos gregos (existentes) do Novo Testamento disponíveis. Cerca de 95-97% deles concordam juntos. Eles são chamados de Texto Majoritário.

Os restantes 3-5% discordam da maioria dos manuscritos.

Um homem chamado Erasmo, um estudioso brilhante e reformador por seus próprios méritos, examinou uma coleção de manuscritos gregos do Texto Majoritário. Ele os compilou em um Novo Testamento grego baseado nas leituras que a verdadeira igreja aceitou ao longo dos séculos. Sua compilação ficou conhecida como Textus Receptus. A tradução da Bíblia King James é baseada no texto grego encontrado no Textus Receptus.

As novas versões da Bíblia não são baseadas no Textus Receptus de Erasmus. Eles são baseados no Novo Testamento grego compilado por um casal de blasfemadores infiéis chamados Westcott e Hort (você verá isso ao ler suas próprias palavras abaixo).

Pessoas ignorantes agora estão dizendo que a Bíblia King James autorizada está errada porque eles creram na erudição desses dois infiéis blasfemadores. Você vai ler as palavras deles por si mesmo neste artigo.

O Novo Testamento grego de Westcott e Hort é o "texto fonte" para muitas das traduções modernas da Bíblia. Esses homens eram hereges. [As cartas pessoais de Hort e Westcott soam como as cartas de homens da ordem dos jesuítas (isto é, se você conhece os jesuítas católicos romanos. Se você é cristão, sugiro fortemente que leia a série The Deception . você sabe mais sobre os jesuítas e suas atividades, você se familiarizará mais consigo mesmo, os problemas com a igreja visível, Apocalipse 17 e o fim dos tempos.)

Novamente, o Novo Testamento grego de Westcott e Hort é o "texto fonte" para as versões modernas da Bíblia. Vamos examinar o que Westcott e Hort realmente acreditavam.



Westcott e Hort. 

Devemos sempre relutar em nos envolver em argumentos, ou seja, aqueles que se concentram em personalidades ao invés de questões, mas o caráter e as crenças professadas daqueles envolvidos em assuntos vitais como o texto e a tradução da Bíblia não podem ser negligenciados. É necessário que aqueles que lidam com a palavra inspirada de Deus sejam homens espirituais. Este é o ensino da própria Escritura (1 Cor. 2: 11-16) .

Brooke Foss Westcott (1825-1901) nasceu em Birmingham e Fenton John Anthony Hort (1828-1892) em Dublin. Em 1851, Westcott foi ordenado "sacerdote" anglicano e Hort em 1856: suas carreiras foram passadas principalmente em cargos acadêmicos, em vez de pastorados. Já em 1853, eles começaram a trabalhar no texto grego do Novo Testamento: esse projeto ocuparia a maior parte de suas vidas restantes. Em 1870, a ideia de uma modesta revisão da AV foi sancionada pela Convocação do Sul da Igreja da Inglaterra, e isso deu a oportunidade para Westcott e Hort introduzirem suas mudanças radicais. Eles defenderam a inclusão de um acadêmico unitário no Comitê de Revisão. "O Novo Testamento no Grego Original" foi publicado em 1881, assim como a Versão Revisada baseada nele: esta última falhou em ganhar popularidade duradoura,

A crítica textual não pode ser totalmente divorciada da teologia. Não importa quão grande estudioso de grego um homem possa ser, ou não importa quão grande autoridade nas evidências textuais, suas conclusões devem estar sempre abertas a suspeitas se ele não aceitar a Bíblia como a própria Palavra de Deus (in FULLER, p. .157).

Crenças

As seguintes citações dos diários e cartas de Westcott e Hort demonstram seus sérios afastamentos da ortodoxia, revelando sua oposição ao protestantismo evangélico e simpatias com Roma e o ritualismo. Muitos mais poderiam ser dados. Suas opiniões sobre as Escrituras e o Texto são destacadas.

1846 25 de outubro - Westcott: "Não há aquilo nos princípios da escola" Evangélica "que deve levar à exaltação do ministro individual, e isso não ajuda a provar sua insanidade? Se a pregação é o principal meio da graça , deve emanar não da igreja, mas do pregador, e além de colocá-lo em uma posição falsa, ela o coloca em uma posição terrivelmente perigosa. " (Life, Vol.I, pp.44,45).

22 de outubro após o Domingo da Trindade - Westcott: "Você não entende o significado de 'Desenvolvimento' Teológico? É resumidamente isso, que em um tempo antigo alguma doutrina é proposta de uma forma simples ou obscura, ou mesmo mas obscuramente sugerida , que nas eras sucessivas, à medida que crescem as necessidades da mente dos homens, cresce com eles - de fato, que o cristianismo é sempre progressivo em seus princípios e doutrinas ”(Life, Vol.I, p.78).

23 de dezembro - Westcott: "Minha fé ainda está vacilando. Não posso determinar o quanto devemos acreditar; quanto, de fato, é necessariamente exigido de um membro da Igreja." (Life, Vol.I, p.46).

1847 janeiro, 2º domingo após a Epifania - Westcott: "Depois de deixar o mosteiro, moldamos nosso curso para um pequeno oratório ... É muito pequeno, com um lugar ajoelhado; e atrás de uma tela estava uma 'Pieta' do tamanho de vida (isto é, uma Virgem e um Cristo morto) ... Não pude deixar de pensar na grandeza da Igreja Romana, em seu zelo mesmo no erro, em sua seriedade e auto-devoção, que poderíamos, com visões mais nobres e mais puras final, esforce-se para imitar. Se eu estivesse sozinho, poderia ter ficado ajoelhado ali por horas. " (Life, Vol.I, p.81).

6 de julho de 1848 - Hort: "Uma das coisas, eu acho, que mostra a falsidade da noção evangélica deste assunto (batismo), é que é tão aparente e preciso ... nenhuma verdade espiritual profunda da Razão é assim logicamente harmonioso e sistemático ... a visão romanista pura parece-me mais próxima e mais provável de levar à verdade do que a evangélica ... o fanatismo dos bibliologistas, entre os quais ler tantos 'capítulos' parece exatamente corresponder a a superstição romana de contar tantas dezenas de contas em um rosário ... ainda não ousamos abandonar os sacramentos, ou Deus nos abandonará ... Estou inclinado a pensar que tal estado como 'Éden' (refiro-me à noção popular ) nunca existiu, e que a queda de Adão em nenhum grau diferiu da queda de cada um de seus descendentes "(Life, Vol.I, pp.76-78).

11 de agosto - Westcott: "Eu nunca li um relato de um milagre (nas Escrituras?), Mas pareço instintivamente sentir sua improbabilidade e descobrir alguma falta de evidência no relato." (Life, Vol.I, p.52).

Novembro, Domingo do Advento - Westcott: "Todos o estigmatizam (um Dr. Hampden) como um 'herege,' ... Eu pensei que ele estava gravemente errado, mas ontem li sobre as seleções de seus escritos que seus adversários fazer, e neles eu encontrei sistematicamente expressa as próprias tensões de pensamento que tenho me esforçado para traçar nos últimos dois ou três anos. Se ele for condenado, o que será de mim? " (Life, Vol.I, p.94).

1850 12 de maio - Hort: "Você me pergunta sobre a liberdade de ser permitido aos clérigos em suas opiniões sobre o Batismo. De minha parte, eu admitiria com prazer que o ministério sustentasse a visão de Gorham, muito mais do que manter o comum confuso Noções evangélicas "(Life, Vol.I, p.148).

31 de julho - Hort: "Falei da perspectiva sombria, caso os evangélicos continuem a sua vitória atual para alterar os serviços." (Life, Vol.I, p.160).

1851 7 de fevereiro - Hort: “Westcott acaba de lançar seu Norrisian sobre 'Os Elementos da Harmonia do Evangelho'. Eu vi a primeira folha sobre Inspiração, que é um passo maravilhoso à frente da heresia ortodoxa comum. " (Life, Vol.I, p.181).

1851 29 de dezembro de 30 - Hort: "Eu não tinha ideia até as últimas semanas da importância dos textos, tendo lido tão pouco Testamento grego, e me arrastado com o vilão Textus Receptus. Pense naquele vil Textus Receptus apoiado inteiramente em MSS tardio; é uma bênção que existam esses primeiros "(Life, Vol.I, p.211).

1858 21 de outubro - Além disso, eu concordo com eles em condenar muitas doutrinas específicas importantes da teologia popular como, para dizer o mínimo, contendo muita superstição e imoralidade de um tipo muito pernicioso ... As doutrinas positivas até mesmo dos evangélicos parecem-me mais pervertida do que falsa ... Existem, temo, diferenças ainda mais sérias entre nós no assunto da autoridade, e especialmente a autoridade da Bíblia "(Life, Vol.I, p.400).

1860 3 de abril - Hort: "Mas o livro que mais me envolveu é Darwin. Qualquer que seja o pensamento dele, é um livro do qual nos orgulhamos de ser contemporâneo. Devo trabalhar e examinar o argumento com mais detalhes , mas no momento meu sentimento é forte de que a teoria é irrespondível. " (Life, Vol.I, p.416).

15 de outubro - Hort: "Concordo inteiramente - corrigindo uma palavra - com o que você aí diz sobre a Expiação, tendo por muitos anos acreditado que" a união absoluta do cristão (ou melhor, do homem) com o próprio Cristo "é a verdade espiritual da qual a doutrina popular da substituição é uma falsificação imoral e material ... Certamente, nada pode ser mais antibíblico do que a limitação moderna de Cristo levar nossos pecados e sofrimentos para a morte; mas, na verdade, esse é apenas um aspecto de uma quase universal heresia." (Life, Vol.I, p.430).

1864 23 de setembro - Hort: "Eu acredito que Coleridge estava certo ao dizer que o Cristianismo sem uma Igreja substancial é vaidade e dissolução; e eu me lembro de chocar você e Lightfoot não muito tempo atrás, ao expressar a crença de que 'Protestantismo' é apenas parênteses e temporário. Em suma, o credo Irvingite (sem a crença nas reivindicações superiores da comunhão Irvingite) parece-me inexpugnável nas coisas eclesiásticas. " (Life, Vol.II, p.30,31).

1865 27 de setembro - Westcott: "Tenho tentado relembrar minhas impressões de La Salette (um santuário mariano). Gostaria de ver a verdade esquecida que a Mariolatria testemunha; e como podemos praticamente apresentar o ensino dos milagres "

17 de novembro - Westcott: "Pelo que pude julgar, a 'idéia' de La Salette era a de Deus se revelando agora, e não de uma forma, mas de várias." (Life, Vol.I. pp.251.252).

17 de outubro - Hort: "Há muitos anos estou persuadido de que a adoração a Maria e a adoração a 'Jesus' têm muito em comum em suas causas e resultados." (Life, Vol.II, p.50).

1867 17 de outubro - Hort: "Gostaria que estivéssemos mais de acordo na parte doutrinária; mas você sabe que sou um sacerdotalista convicto, e não adianta muito discutir os primeiros princípios." (Life, Vol.II, p.86).

1890 4 de março - Westcott: "Ninguém agora, eu suponho, sustenta que os três primeiros capítulos do Gênesis, por exemplo, dão uma_ história literal - eu nunca pude entender como alguém lendo-os com os olhos abertos poderia pensar que sim - ainda assim eles divulgue para nós um Evangelho. Portanto, provavelmente está em outro lugar. "

Cronologia da Revisão

1825 12 de janeiro - Brooke Foss Westcott nasce em Birmingham.

1828 23 de abril - Fenton John Anthony Hort nasce em Dublin.

1851 21 de dezembro - Westcott é ordenado "sacerdote" na Igreja da Inglaterra.

1853 Jan.-Mar. - Westcott e Hort concordam com o plano de uma revisão conjunta do texto do Testamento grego.

19 de abril - Hort: "Ele (Westcott) e eu vamos editar um texto grego do Novo Testamento daqui a dois ou três anos, se possível." (Life, Vol.I, p.250).

Junho - O Sr. Daniel Macmillan sugere a Hort que ele deveria participar de um 'Esquema do Novo Testamento' interessante e abrangente. Hort deveria editar o texto em conjunto com o Sr. Westcott; o último seria responsável por um comentário, e Lightfoot iria contribuir com uma NT Grammar and Lexicon. (Life, Vol.I, pp.240.241).

29 de setembro - Westcott a Hort: "Quanto à nossa proposta de recensão do texto do Novo Testamento, nosso objetivo seria, suponho, preparar um texto para uso comum e geral ... Com tal fim em vista, não seria seria melhor introduzir apenas certas emendas no texto recebido, e observar na margem aquelas que pareçam prováveis ​​ou perceptíveis - à maneira de Griesbach? ... Sinto mais intensamente a desgraça de circular o que considero cópias falsificadas das Sagradas Escrituras (uma referência ao AV?), e estou muito ansioso para fornecer algo para substituí-los. Este não pode ser qualquer texto baseado apenas em nosso próprio julgamento, mesmo se não formos inexperientes para fazer um; mas deve ser apoiado por um clara e óbvia preponderância de evidências. A margem dará amplo escopo para nossa própria engenhosidade ou princípios ...meu desejo seria deixar o texto popular recebido, exceto onde estiver claramente errado. "(Life, Vol.I, pp.228,229).

4 de novembro - Hort: "Desci e passei um domingo com Westcott ... Chegamos a um entendimento distinto e positivo sobre nosso teste de Gk. E os detalhes dele. Ainda não queremos que seja falado, mas vamos funcionar imediatamente e espero que possamos lançá-lo em pouco mais de um ano. " (Life, Vol.I, p.264).

Westcott e Hort começam a trabalhar em seu texto grego.

1856 fevereiro? - Hort foi ordenado "sacerdote" na Igreja da Inglaterra.

20 de março - Hort: "Acho que mencionei a você antes do livro de Campbell sobre a Expiação, que é inestimável até onde vai; mas, infelizmente, ele não sabe nada exceto a teologia protestante" (Life, Vol.I, p.322).

1857 23 de fevereiro - Hort to Westcott: "Espero continuar com o texto do Novo Testamento mais incessantemente" (Life, Vol.I, p.355).

Primeiros esforços para garantir a revisão da Versão Autorizada por cinco clérigos da Igreja da Inglaterra.

1858 21 de outubro - Hort: "A principal obra literária desses anos foi a revisão do Texto Grego do Novo Testamento. Todas as horas livres eram dedicadas a ela." (Life, Vol.I, p.399).

1860 1 de maio - Hort to Lightfoot: "Se você fizer uma convicção decidida da infalibilidade absoluta do NT praticamente uma condição sine qua non para a cooperação, temo não poder me juntar a você, mesmo que você esteja disposto a esquecer seus medos sobre a origem dos Evangelhos. " (Life, Vol. I, p.420).

4 de maio - Hort to Lightfoot: "Também estou feliz que você tome o mesmo fundamento provisório quanto à infalibilidade que eu faço." (Life, Vol.I, p.424).

5 de maio - Westcott a Hort: "no momento, considero esmagadora a presunção a favor da verdade absoluta - rejeito a palavra infalibilidade - da Sagrada Escritura". (Life, Vol.I, p.207).

18 de maio - Hort to Lightfoot: "Parece uma coisa arrogante de se dizer, mas há muitos casos em que eu não admitiria a competência de ninguém para julgar uma decisão minha sobre uma questão textual, que fosse apenas um amador, e não tinha alguma experiência considerável na formação de um texto. " (Life, Vol.I, p.425).

1861 12 de abril - Hort to Westcott: "Também - mas isso pode ser covardia - eu tenho uma espécie de anseio de que nosso texto seja lançado sobre o mundo antes de lidarmos com questões que possam nos marcar de suspeita. Quer dizer, um texto , emitido por homens já conhecidos pelo que sem dúvida será tratado como heresia perigosa, terá grandes dificuldades em encontrar seu caminho para regiões que de outra forma poderia esperar alcançar, e de onde não seria facilmente banido por alarmes subsequentes. " (Life, Vol.I, p.445).

1862 30 de abril, 1 de maio - Hort: "Parece ser clara e amplamente direcionado a sustentar que o clero inglês não é obrigado a manter a infalibilidade absoluta da Bíblia. E, seja qual for a verdade, isso parece apenas a liberdade exigido no momento presente, se qualquer crença viva deve sobreviver na terra. " (Life, Vol.I, p.454).

1870 Westcott e Hort imprimem uma edição provisória de seu NT grego apenas para distribuição privada. (Isso eles mais tarde circularam sob promessa de sigilo dentro da companhia de revisores do NT, dos quais eles eram membros).

10 de fevereiro - a Convocação do Sul da Igreja da Inglaterra decide sobre a conveniência da revisão da Convocação do Norte AV recusa-se a cooperar.

Maio - Comitê de 18 eleitos para produzir uma versão revisada.

Os 7 membros do Comitê do NT convidam 18 outros, totalizando 25.

29 de maio - Westcott para Hort: “embora eu ache que a Convocação não é competente para iniciar tal medida, ainda sinto que como 'nós três' estamos juntos, seria errado não 'tirar o melhor proveito disso', como diz Lightfoot. Na verdade, há uma perspectiva muito justa de um bom trabalho, embora nem com este corpo, nem com qualquer corpo que possa ser formado agora, uma revisão textual completa seja possível. Há alguma esperança de que leituras alternativas possam encontrar um lugar na margem. " (Life, Vol.I, p.390).

4 de junho - Westcott para Lightfoot: "Não deveríamos ter uma conferência antes da primeira reunião para revisão? Há muitos pontos sobre os quais é importante concordarmos. As regras, embora liberais, são vagas e a interpretação delas dependerá mediante ação decidida em primeiro lugar. " (Life, Vol.I, p.391).

1 de julho - Westcott para Hort: "A revisão como um todo me surpreendeu com as perspectivas de esperança. Sugeri a Ellicott um plano de tabular e circular as emendas antes de nosso encontro, que pode ser valioso." (Life, Vol.I, pp.392.393).

7 de julho - Hort: "O Dr. Westcott e eu estamos preparando um texto grego do Novo Testamento há mais de dezessete anos. Ele está na imprensa há alguns anos e esperamos lançá-lo no início do próximo ano." (Life, Vol.II, p.137).

Agosto? - Hort to Lightfoot: "Acho que é difícil medir o peso da aceitação conquistada de antemão para a Revisão pelo simples fato de recebermos um Unitarista, se apenas a Companhia perseverar em seu atual espírito sério e fiel." (Life, Vol.II, p.140). (Dr. G. Vance Smith, um estudioso unitarista, era membro do Comitê de Revisão. Por sugestão de Westcott, uma celebração da Sagrada Comunhão foi realizada em 22 de junho antes da primeira reunião da Companhia de Revisão do NT. Dr. Smith comunicou, mas disse depois disso, ele não se juntou à recitação do Credo Niceno e não comprometeu seus princípios como unitarista. A tempestade de indignação pública que se seguiu quase destruiu a Revisão no início. Por fim, o Dr. Smith permaneceu no Comitê).

1881 O bispo Ellicott submete a versão revisada à convocação do sul.

12 de maio - "O Novo Testamento no grego original" de Westcott e Hort, vol. Publiquei (Texto e breve introdução).

17 de maio - a versão revisada é publicada na Inglaterra, vendendo dois milhões de cópias em quatro dias. No entanto, não consegue obter apelo popular duradouro.

4 de setembro - "O Novo Testamento no grego original", Vol.II de Westcott e Hort publicado (introdução e apêndice).

Outubro - aparece o primeiro dos três artigos de Dean Burgon na Quarterly Review contra a versão revisada.

Maio de 1882 - Ellicott publica um panfleto em resposta a Burgon, defendendo o texto grego de Westcott e Hort.

1883 Burgon publica The Revision Revised, incluindo uma resposta a Ellicott.

1890 1o de maio - Westcott consagrado Bispo de Durham.

1892 30 de novembro - morte de Hort.

1901 27 de julho - morte de Westcott.

1908 The New Schaff-Herzog Encyclopaedia discute a teoria Westcott-Hort: "Concordância consciente com ela ou discordância consciente e qualificação marcam todos os trabalhos neste campo desde 1881."

Isso ainda é quase literalmente verdade.

Referências:


Hort, AF, Life and Letters of Fenton JA Hort, MacMillan and Co., Londres, 1896, vols. I, II.

Westcott, A., Life and Letters of Brooke Foss Westcott, MacMillan and Co., Londres, 1903, vols. I, II.

Westcott e Hort, David Blunt da James Begg Society

Considerações finais sobre o tema

O surgimento absoluto de versões não autorizadas da Bíblia é levantado para desafiar e remover a Versão Autorizada da Bíblia (o que não pode ser feito porque o Senhor disse que suas palavras não passarão. Haverá uma verdadeira igreja aguardando seu retorno. O Autorizado A versão da Bíblia é os preceitos de uma nação poderosa cujo Rei é o L ORD . Essa proliferação de versões não autorizadas é um ataque frontal completo lançado (e sustentado) contra a palavra de Deus para removê-la e substituí-la por outra coisa . Satanás sabe que tem pouco tempo. Quanto aos santos, somos exortados a

Judas 1: 3 ... contenda fervorosamente pela fé que uma vez foi entregue aos santos.
4 Pois alguns homens se arrastaram sem o saber, que antes foram ordenados para esta condenação, homens ímpios, transformando a graça de nosso Deus em lascívia, e negando o único Senhor Deus, e nosso Senhor Jesus Cristo.

Leia outros textos de reflexões inspiradas para o seu dia a dia: 

Este blog produz opiniões e textos independentes em uma perspectiva cristã sobre todos os temas, Obrigado por ler esse artigo, comente e de sua opinião, compartilhe com seus familiares e amigos, receba as Reflexões Cristãs pelo WhatsApp (19) 993702148.

Lucas Ajudarte domingo, 30 de agosto de 2020
Eúde: o juiz mais interessante que você nunca ouviu falar

Eude, Juiz sobre as doze tribos de Israel


Uma das histórias mais emocionantes da Bíblia caiu na obscuridade. Provavelmente devido a algum de seu conteúdo gráfico, não vemos este aqui frequentemente ensinado na escola dominical ou pregado em um sermão no domingo.

Depois que os israelitas entraram na Terra Prometida, eles sucumbiram aos ídolos e às práticas do mundo ao seu redor e dos países que faziam fronteira com eles. Por causa disso, Deus colocou governantes conhecidos como juízes na terra (daí porque um livro inteiro da Bíblia leva o nome de Juízes, para mostrar os relatos dessas pessoas). Um desses juízes foi o canhoto Eúde, que se revelou muito bom com uma arma nas mãos.

Neste artigo, vamos mergulhar na natureza do governo dos juízes, mais sobre o homem de Eúde e por que devemos nos preocupar com os dois assuntos como cristãos hoje.

Eúde: o juiz mais interessante que você nunca ouviu falar


Por que Israel precisava de juízes?

Para aqueles de nós que leram os Juízes anteriores no Antigo Testamento, sabemos que Israel eventualmente terá reis para governá-los. Então, por que Deus implementou juízes? Por que ele não começou com os reis primeiro?

Primeiro, Deus reconheceu a natureza pecaminosa de Israel. Sem um governante adequado no lugar, eles teriam sucumbido à anarquia como sucumbiram quando Moisés foi recuperar os Dez Mandamentos no Monte Sinai ( Êxodo 32 ). Isso significava que ele precisava colocar alguém com autoridade sobre Israel para guiá-los de volta ao caminho da justiça.

Sempre que Deus coloca um juiz no lugar, Israel fica em apuros e acaba oprimido por um de seus vizinhos (moabitas, filisteus, etc.). O juiz derrubaria qualquer governante estrangeiro que assumisse o controle de Israel e restauraria a nação.

Nas Escrituras , frequentemente vemos juízes, profetas e outros trabalharem de forma cíclica. Assim que o juiz desaparecesse, a restauração de Israel terminaria e eles voltariam aos seus caminhos pecaminosos até que outro juiz aparecesse em cena para resgatá-los das garras em que a nação acabou.

Terceiro, Deus não pula para a realeza imediatamente por um motivo. Temos dicas do porquê quando Israel exige um rei em 1 Samuel 8 , e acaba com o rei Saul menos que perfeito. Todas as outras nações tinham um rei. Israel queria entrar na moda. 

Mas os reis que não seguiram o coração de Deus tinham tendências tirânicas, e Deus deixa isso claro. Como testemunhamos na narrativa do Antigo Testamento, os reis de Israel acabaram causando muito mais danos do que qualquer outro governante poderia. Eles dividiram o reino, lutaram em guerras constantemente e acabaram sendo levados para um cativeiro de setenta anos na Assíria e na Babilônia.

No entanto, Deus reconheceu a necessidade de Israel ter um governante para guiá-los de volta ao modo de vida correto. Entra os juízes. 

Quem foi Eúde? 

Eúde só consegue dezoito versos, mas, rapaz, ele os faz valer ( Juízes 3: 12-30 ).

A Escritura não nos dá muitos detalhes sobre ele, exceto que ele vem da tribo de Benjamin. Deus o nomeia como o segundo juiz de Israel, depois que Israel faz o mal e acaba sendo dominado por Eglom, o gordo rei de Moabe. A Bíblia também menciona que Eúde é canhoto. Isso desempenha um papel importante na história.

Embora a Bíblia não diga se a maioria das pessoas usou a mão direita, não encontramos nenhuma outra menção de alguém preferindo a mão esquerda na Bíblia. A Sociedade de Arqueologia Bíblica sugere que o traço recessivo do canhoto veio especificamente da tribo de Benjamin. Isso, é claro, faria sentido porque Eúde tem essa característica.

Mas podemos arriscar um palpite, com base no que acontece na narrativa, de que não muitas pessoas no mundo antigo usavam a mão esquerda predominantemente.

O que acontece na história de Eúde?

Eúde amarra uma espada de 18 polegadas em seu lado direito (onde um canhoto pegaria uma espada) e vai até o rei de Moabe, Eglon, para entregar uma “mensagem secreta” e presente homenagem.   

Depois que os guardas provavelmente checaram seu lado esquerdo (onde os destros pegariam uma espada) em busca de armas, ele entra com segurança no palácio com uma arma escondida debaixo de suas roupas.

Uma vez que ele convence o rei a mantê-los isolados na sala privada superior do palácio para ouvir a mensagem secreta, ele apunhala o Rei Eglon com a espada. O Rei Eglon é tão grande que sua gordura absorve o cabo e ele morre.

Infelizmente para Eglon, ele escolheu a sala interna, que era sinônimo de banheiro. Assim, enquanto Eúde faz sua fuga ousada, depois de trancar as portas do quarto, os servos esperam desajeitadamente do lado de fora até que o rei termine de se aliviar.

Depois de algum tempo determinando que o rei passou muito tempo no banheiro, eles destrancam as portas para verificar o rei ... apenas para descobrir que ele havia morrido.

Os israelitas retomam sua cidade e ferem dezenas de milhares de moabitas, graças a Eúde.

O que podemos aprender com Eúde ?

Esta parece uma história estranha para tirar uma lição de vida, além de não se trancar no banheiro com um assassino. Mas podemos realmente aprender muito com este juiz canhoto.

Primeiro, Deus pode usar habilidades e características que os outros podem ver como inferiores ou fora do normal. Embora hoje possamos argumentar que ser canhoto não é uma característica inferior, a maior parte da história não sustentou a mesma opinião. 

No entanto, como Eúde preferia a mão esquerda, os guardas que o examinaram nem pensaram em procurar uma arma do lado onde a escondeu. Por causa disso, ele executou com sucesso o assassinato do rei.

Em segundo lugar, aprendemos que o pecado tem consequências. Cada vez que Israel era vítima de práticas de adoração estrangeiras, eles acabavam oprimidos por uma potência estrangeira. No caso da história de Eúde, eles acabaram sob o domínio dos moabitas.

Ainda assim, Deus ouviu seus clamores e enviou a salvação na forma de um juiz canhoto.

Finalmente, também podemos aprender uma lição com Eglon: cuidado com o orgulho e a confiança. Eglon baixou a guarda e deixou Eúde entrar em seu quarto no andar de cima para ouvir uma “mensagem secreta” de um estranho que ele nunca encontrara antes. Isso levou à sua queda e uma morte bastante sangrenta.

Um grande governante tem humildade e exerce discernimento. Podemos aprender isso como um aviso do grande rei de Moabe.

Leia outros textos de reflexões inspiradas para o seu dia a dia:

Este blog produz opiniões e textos independentes em uma perspectiva cristã sobre todos os temas, Obrigado por ler esse artigo, comente e de sua opinião, compartilhe com seus familiares e amigos, receba as Reflexões Cristãs pelo WhatsApp (19) 993702148.

Lucas Ajudarte segunda-feira, 24 de agosto de 2020
Eu sou o guardador do meu irmão?

Você tem alguma responsabilidade sobre seu irmão?


"Eu sou o guardião do meu irmão?" é uma pergunta famosa, que podemos fazer quando desejarmos renunciar à responsabilidade um pelo outro. Quando Caim pediu, ele quis negar que era responsável por seu irmão Abel, a quem ele havia assassinado de fato (Gênesis 4.9). No Novo Testamento, João contrasta essa atitude com uma de amor. "Porque esta é a mensagem que você ouviu desde o princípio: que devemos amar um ao outro, e não ser como Caim, que era do maligno e matou seu irmão. E por que ele o matou? Porque suas próprias ações eram más e o irmão dele é justo. " (1 João 3. 11,12)

Eu sou o guardador do meu irmão?


Com que base João fez a afirmação de que as ações anteriores de Caim eram más? Poderia ter sido baseado no versículo 7, quando Caim conversou com Deus e foi dito que em sua oferta ele não fez bem e o pecado está batendo à porta. Perguntas sobre isso podem se multiplicar porque recebemos apenas algumas frases sobre o que aconteceu, o que pode levar várias horas. Por que o fruto da terra era menos aceitável como oferenda do que um animal? Para alguns estudantes de Levítico (e todo o sistema sacrificial) a resposta será óbvia, concluindo com a proclamação de João Batista "Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo".Talvez seja possível que João, como um bom israelita, não tenha levantado essas questões, apenas aceitado os fatos como dados. Para ele, a escolha de Abel de "um primogênito de seu rebanho" era óbvia e natural.

João pode ter argumentado sobre o que Caim fez a seguir na história de Gênesis - ele deve ter sido mal e mal-intencionado porque matou seu irmão. Ninguém mata a menos que seja mau e governado pela emoção, em vez de ser controlado pelo pensamento lógico (embora a maioria das pessoas faça uma exceção para aqueles que servem em uma força armada nacional. Israel o fez.)

O cuidado fraterno depende do amor, e o amor deve ser baseado na justiça (retidão), como mais de um comentarista apontou. Jesus disse que zangar-se com um irmão é assassinato e se há alguma evidência de interrupção na comunhão com um irmão, não há possibilidade de comunhão com Deus (Mt.5.21-26). O ódio é a essência do assassinato e um assassino não tem vida eterna . Mas um assassino pode se arrepender e seguir para a vida eterna. Agora, tendemos a pensar em 'vida eterna' como a qualidade de vida que é dada por Deus. Falta de amor é falta de semelhança com Deus (piedade). " Deus é amor"

Caim não tinha o poder motivador do amor. Isso é fácil de dizer do ponto de vista de João, mas Caim teria concordado? Para nós, dois mil anos depois ainda, em que a vida e os preceitos de Cristo foram trabalhados na vida cotidiana de milhares (milhões) de cristãos, a necessidade de amor deve ser ainda mais óbvia, mas é? Esse primeiro mandamento desde o princípio foi obedecido melhor agora do que em qualquer outro momento da história da humanidade? Jesus havia dito: "Um novo mandamento que vos dou, que vocês se amam, assim como eu os amei, que vocês também se amam."(João 13,34). Jesus mostrou amor em ação na história do Bom Samaritano e o amor do Pai Celestial na parábola do Filho Pródigo. A isso, podem ser acrescentadas muitas histórias do Antigo e do Novo Testamento e, além delas, inúmeras histórias da vida dos cristãos, muitas delas de missionários cristãos. Eles fazem leituras maravilhosas e nos deixam sentindo que ainda precisamos de muito crescimento na graça de nossas próprias vidas para guardarmos o mandamento de Jesus.

Devemos aprender a pensar em termos de amor. Devemos querer o mais alto e melhor para os outros, todos os outros. Podemos continuar protegendo nossos próprios interesses ou bom nome, mas o amor é o sacrifício de si mesmo. Foi assim que Jesus ensinou e demonstrou. Contrição, não orgulho; vontade de dar e não contar o custo; outros ao invés de si; respondendo genuinamente à pergunta: o que Jesus faria?

Portanto, devemos voltar à pergunta 'Sou o guardião do meu irmão (ou irmã)? É muito bom falar sobre amar o irmão, mas se seguirmos o exemplo de alguns na Igreja de Corinto no primeiro século, conforme relatado em (1 Coríntios 1.11), que oportunidade temos para expressar nosso amor em Cristo por nós? irmãos. A divisão dentro da Igreja não exclui esse privilégio…. exceto que podemos orar um pelo outro? Quantas vezes a separação dos irmãos em Cristo é devido à falta de amor? Precisamos pensar sobre essa questão com muito cuidado e como pensamos e falamos de outras pessoas que afirmam estar seguindo a Cristo. O nosso 'julgamento' deles como cristãos é baseado no conhecimento intelectual ou no modo como eles vivem suas vidas na profissão de seguir a Cristo?

'Amor em Cristo' não é uma questão de palavras e perguntas, mas de desejo e ação genuínos. Por fim, temos que enfrentar todas as situações em companhia de Cristo e, ao fazê-lo, devemos respeitar o amor um no outro. A resposta à pergunta inicial é bastante definitivamente que são (e detentor da irmã) de nosso irmão. Devemos aproveitar todas as oportunidades possíveis para expressar esse amor fraternal e fraternal e somos espiritualmente mais pobres por não fazê-lo. Estaremos caminhando em uma das duas direções - para o caminho justo em Cristo ou o caminho injusto em Satanás.

A comunhão constante com Deus dissipará qualquer medo de fracassar no amor. Deus não quer que tenhamos medo. Ele conhece a influência de Satanás e é paciente. Ele é verdadeiramente e realmente amor, e apenas espera que nos voltemos para Ele. Ele é totalmente paciente com o filho pródigo (ou filha). Não temamos, nem nos preocupemos, nem nos perguntemos se podemos "fazer isso". Sejamos todos positivos; podemos alcançar o objetivo de nossas esperanças - porque Deus está do nosso lado; e o 'tenro pastor' a quem muitos de nós oraram quando crianças - ainda é mais terno do que podemos imaginar. Dizer que lamentamos não é fraqueza - é fruto de um forte amor. Mas o amor não é uma qualidade natural nos filhos de Adão. Isso tem que ser aprendido na escola de Cristo.

Leia outros textos de reflexões inspiradas para o seu dia a dia:

Este blog produz opiniões e textos independentes em uma perspectiva cristã sobre todos os temas, Obrigado por ler esse artigo, comente e de sua opinião, compartilhe com seus familiares e amigos, receba as Reflexões Cristãs pelo WhatsApp (19) 993702148.

Lucas Ajudarte terça-feira, 18 de agosto de 2020
Deuteronômio capítulos 31-34 (Bíblia Comentada)

Capítulos 31 a 34 de Deuteronômio comentados


Deuteronômio 31: 1-8 . MOISÉS ENCORAJA O POVO E JOSUÉ.

Deuteronômio capítulos 31-34 (Bíblia Comentada)


DEU 31:1 E foi Moisés, e falou estas palavras a todo Israel,
DEU 31:2 E disse-lhes: De idade de cento e vinte anos sou hoje dia; não posso mais sair nem entrar: a mais disto o SENHOR me disse: Não passarás este Jordão.
DEU 31:3 O SENHOR teu Deus, ele passa diante de ti; ele destruirá estas nações de diante de ti, e as herdarás: Josué será o que passará diante de ti, como o SENHOR disse.
DEU 31:4 E fará o SENHOR com eles como fez com Seom e com Ogue, reis dos amorreus, e com sua terra, que os destruiu.
DEU 31:5 E os entregará o SENHOR diante de vós, e fareis com eles conforme tudo o que vos mandei.
DEU 31:6 Esforçai-vos e tende ânimo; não temais, nem tenhais medo deles: que o SENHOR teu Deus é o que vai contigo: não te deixará nem te desamparará.
DEU 31:7 E chamou Moisés a Josué, e disse-lhe à vista de todo Israel: Esforça-te e anima-te; porque tu entrarás com este povo à terra que jurou o SENHOR a seus pais que lhes havia de dar, e tu a farás herdar.
DEU 31:8 E o SENHOR é o que vai diante de ti; ele será contigo, não te deixará, nem te desamparará; não temas, nem te intimides.
DEU 31:9 E escreveu Moisés esta lei, e deu-a aos sacerdotes, filhos de Levi, que levavam a arca do pacto do SENHOR, e a todos os anciãos de Israel.
DEU 31:10 E mandou-lhes Moisés, dizendo: Ao fim do sétimo ano, no ano da remissão, na festa das cabanas,
DEU 31:11 Quando vier todo Israel a apresentar-se diante do SENHOR teu Deus no lugar que ele escolher, lerás esta lei diante de todo Israel aos ouvidos deles.
DEU 31:12 Farás congregar o povo, homens e mulheres e crianças, e teus estrangeiros que estiverem em tuas cidades, para que ouçam e aprendam, e temam ao SENHOR vosso Deus, e cuidem de praticar todas as palavras desta lei:
DEU 31:13 E os filhos deles que não souberem ouçam, e aprendam a temer ao SENHOR vosso Deus todos os dias que viverdes sobre a terra, para ir à qual passais o Jordão para possuí-la.
DEU 31:14 E o SENHOR disse a Moisés: Eis que se aproximam teus dias para que morras: chama a Josué, e esperai no tabernáculo do testemunho, e lhe mandarei. Foram pois Moisés e Josué, e esperaram no tabernáculo do testemunho.
DEU 31:15 E apareceu-se o SENHOR no tabernáculo, na coluna de nuvem; e a coluna de nuvem se pôs sobre a porta do tabernáculo.
DEU 31:16 E o SENHOR disse a Moisés: Eis que tu vais descansar com teus pais, e este povo se levantará e se prostituirá atrás dos deuses alheios da terra aonde vai, em estando em meio dela; e me deixará, e invalidará meu pacto que estabeleci com ele:
DEU 31:17 E meu furor se acenderá contra ele naquele dia; e os abandonarei, e esconderei deles meu rosto, e serão consumidos; e o acharão muitos males e angústias, e dirá naquele dia: Não me acharam estes males porque não está meu Deus em meio de mim?
DEU 31:18 Porém eu esconderei certamente meu rosto naquele dia, por todo o mal que eles houverem feito, por haver-se voltado a deuses alheios.
DEU 31:19 Agora, pois, escrevei-vos este cântico, e ensina-o aos filhos de Israel: põe-o em boca deles, para que este cântico me seja por testemunha contra os filhos de Israel.
DEU 31:20 Porque eu lhe introduzirei na terra que jurei a seus pais, a qual flui leite e mel; e comerá, e se fartará, e se engordará: e se voltarão a deuses alheios, e lhes servirão, e me provocarão à ira, e invalidarão meu pacto.
DEU 31:21 E será que quando lhe vierem muitos males e angústias, então responderá em sua face este cântico como testemunha, pois não cairá em esquecimento da boca de sua linhagem: porque eu conheço seu intento, e o que faz hoje antes que lhe introduza na terra que jurei.
DEU 31:22 E Moisés escreveu este cântico aquele dia, e ensinou-o aos filhos de Israel.
DEU 31:23 E deu ordem a Josué filho de Num, e disse: Esforça-te e anima-te, que tu porás os filhos de Israel na terra que lhes jurei, e eu serei contigo.
DEU 31:24 E quando acabou Moisés de escrever as palavras desta lei em um livro até concluir,
DEU 31:25 Mandou Moisés aos levitas que levavam a arca do pacto do SENHOR, dizendo:
DEU 31:26 Tomai este livro da lei, e ponde-o ao lado da arca do pacto do SENHOR vosso Deus, e esteja ali por testemunha contra ti.
DEU 31:27 Porque eu conheço tua rebelião, e tua dura cerviz: eis que ainda vivendo eu hoje convosco, sois rebeldes ao SENHOR; e quanto mais depois que eu morrer?
DEU 31:28 Congregai a mim todos os anciãos de vossas tribos, e a vossos oficiais, e falarei em seus ouvidos estas palavras, e chamarei por testemunhas contra eles os céus e a terra.
DEU 31:29 Porque eu sei que depois de minha morte, certamente vos corrompereis e vos desviareis do caminho que vos mandei; e que vos há de vir mal nos últimos dias, por haver feito mal aos olhos do SENHOR, provocando-lhe à ira com a obra de vossas mãos.
DEU 31:30 Então falou Moisés aos ouvidos de toda a congregação de Israel as palavras deste cântico até acabá-lo.

1. Moisés foi e falou - É provável que este ensaio da lei se estendeu por vários dias sucessivos; e pode ser o último e mais importante dia em que o retorno de Moisés ao local de reunião é especialmente notado. Ao levar seu discurso a uma conclusão, ele alertou para sua idade avançada; e embora nem seus poderes físicos nem intelectuais tivessem sofrido qualquer decadência ( Deuteronômio 34: 7 ), ele sabia, por uma revelação especial, que havia chegado o tempo em que ele estava para ser retirado da superintendência e governo de Israel.

2-8. também o Senhor disse - deveria ser " porque o Senhor disse" não passarás este Jordão. Enquanto se despedia solenemente do povo, Moisés os exortou a não se intimidarem com a oposição ameaçadora dos inimigos; receber encorajamento da presença contínua de seu Deus da aliança; e ter a certeza de que o mesmo poder divino, que os capacitou a confundir seus primeiros agressores no leste do Jordão, os ajudaria de forma não menos eficaz na aventura que estavam prestes a empreender, e pela qual obteriam posse de "a terra que Ele jurou dar a seus pais".

Deuteronômio 31: 9-13 . ELE ENTREGA A LEI AOS SACERDOTES, PARA LER A CADA SÉTIMO ANO AO POVO.

9-13. E Moisés escreveu esta lei e a entregou aos sacerdotes - A lei assim cometida por escrito era ou todo o livro de Deuteronômio, ou a parte importante dele contida entre o vigésimo sétimo e o trigésimo capítulos. Era comum em casos de contratos públicos ou privados duas cópias do contrato serem feitas - uma para ser depositada nos arquivos nacionais ou em algum lugar seguro para referência, se a ocasião exigir. O outro deveria permanecer nas mãos das partes contratantes ( Jeremias 32: 12-14 ). O mesmo curso foi seguido nesta renovação da aliança entre Deus e Israel. Duas cópias escritas da lei foram preparadas, uma das quais foi entregue aos representantes públicos de Israel; ou seja, os sacerdotes e os anciãos.
os sacerdotes, . . . que carregavam a arca da aliança - Em todas as viagens normais, era o dever comum dos levitas carregar a arca e seus móveis ( Números 4:15 ); mas, em ocasiões solenes ou extraordinárias, esse ofício era desempenhado pelos sacerdotes ( Josué 3: 3-8 , 6: 6 , 1 Crônicas 15:11 1 Crônicas 15:12 ).
todos os anciãos de Israel - Eles eram assistentes dos sacerdotes e superintendentes para cuidar da preservação, ensaio e observância da lei.

10, 11. No final de cada sete anos,. . . tu deves ler esta lei- No retorno do ano sabático e durante a festa dos tabernáculos, a lei deveria ser lida publicamente. Essa ordem de Moisés era um arranjo futuro e prospectivo; pois a observância do ano sabático não começou até a conquista e ocupação pacífica de Canaã. A ordenança serviu a vários propósitos importantes. Pois, embora as pessoas tivessem oportunidades de serem instruídas na lei todos os sábados e diariamente em suas próprias casas, esse ensaio público periódico em reuniões nos pátios do santuário, onde mulheres e crianças de doze anos estavam presentes (como geralmente estavam em os grandes festivais), foi calculada para produzir boas e piedosas impressões da verdade divina em meio às sagradas associações da época e do lugar. Além disso, constituiu uma garantia pública de preservação, integridade,

14, 15. o Senhor disse a Moisés:. . .chamar para Josué e apresentar-se no tabernáculo da congregação --Josué havia sido designado publicamente para o cargo de comandante por Moisés [ Números 27:22 Números 27:23 ]; e Deus ficou satisfeito em confirmar sua designação pelos símbolos visíveis de Sua presença e aprovação. Como ninguém, exceto os sacerdotes, tiveram o privilégio de entrar no santuário, é provável que esta significativa manifestação da coluna de nuvem tenha sido feita enquanto os líderes permaneciam na porta do tabernáculo.

16-22. o Senhor disse a Moisés,. . . este povo se levantará - Nesta entrevista notável, Moisés foi distintamente informado da infidelidade de Israel, de suas corrupções da religião verdadeira por meio de relações sexuais com os habitantes idólatras de Canaã ( Amós 5:26 ), e seus castigos por causa daqueles deserções nacionais.

17. Então minha raiva será acesa,. . . e esconderei deles meu rosto - um anúncio da retirada do favor e proteção divinos dos quais a Shekinah era o símbolo e a promessa. Nunca apareceu no segundo templo; e seu não aparecimento era um prelúdio de "todos os males que lhes sobrevieram, porque seu Deus não estava entre eles".

19. Agora, portanto, escreva esta música - As canções nacionais tomam profundamente as memórias e têm uma influência poderosa em despertar os sentimentos mais profundos de um povo. De acordo com este princípio na natureza humana, uma canção foi ordenada a ser composta por Moisés, sem dúvida sob inspiração divina, que deveria ser aprendida pelos próprios israelitas e ensinada a seus filhos em todas as épocas, incorporando a substância da anterior discursos, e de um tipo bem adequado para inspirar a mente popular com um forte senso do favor de Deus para sua nação.

26. Pegue este livro da lei e coloque-o ao lado da arca - A segunda cópia da segurança da lei e reverência em um pequeno baú ao lado da arca da aliança, pois não havia nada contido nele, exceto as tabelas de pedra ( 1 Reis 8: 9 ). Outros pensam que foi colocado dentro da arca, sendo certo, a partir do testemunho de Paulo ( Hebreus 9: 4 ), que outrora havia outras coisas dentro da arca, e que esta era a cópia encontrada no tempo de Josias ( 2 Reis 22: 8 ).

Deuteronômio 32: 1-43 . A CANÇÃO DE MOISÉS, QUE PROJETA AS PERFEIÇÕES DE DEUS.

DEU 32:1 Escutai, céus, e falarei; E ouça a terra os ditos de minha boca.
DEU 32:2 Gotejará como a chuva minha doutrina; Destilará como o orvalho meu discurso; Como o chuvisco sobre a grama, E como as gotas sobre a erva:
DEU 32:3 Porque invocarei o nome do SENHOR; Engrandecei ao nosso Deus.
DEU 32:4 [Ele é] a Rocha, sua obra é perfeita, pois todos os seus caminhos são justos. Deus fiel, e sem imoralidade; justo e correto ele é.
DEU 32:5 Corromperam-se contra ele; não são seus filhos, a falha é deles./fn/keyCorromperam-se ... é deles/*keyobscuro/*fn São uma geração perversa e distorcida.
DEU 32:6 É assim que pagais ao SENHOR, ó povo tolo e insensato? Não é ele teu pai que te adquiriu, te fez, e te estabeleceu?
DEU 32:7 Lembra-te dos tempos antigos; Considerai os anos de geração e geração: Pergunta a teu pai, que ele te declarará; A teus anciãos, e eles te dirão.
DEU 32:8 Quando o Altíssimo fez herdar às nações, Quando fez dividir os filhos dos homens, Estabeleceu os termos dos povos Segundo o número dos filhos de Israel.
DEU 32:9 Porque a parte do SENHOR é seu povo; Jacó a medida de sua herança.
DEU 32:10 Achou-o em terra de deserto, E em deserto horrível e ermo; Cercou-o, instruiu-o, Guardou-o como a menina de seu olho.
DEU 32:11 Como a água desperta sua ninhada, paira sobre seus passarinhos, Estende suas asas, os toma, os leva sobre suas penas:
DEU 32:12 O SENHOR sozinho o guiou, Que não houve com ele deus alheio.
DEU 32:13 Fê-lo subir sobre as alturas da terra, E comeu os frutos do campo, E fez que chupasse mel da rocha, E azeite da dura pederneira;
DEU 32:14 Manteiga de vacas e leite de ovelhas, Com gordura de cordeiros, E carneiros de Basã; também machos de bode, Com o melhor do trigo: E sangue de uva bebeste, vinho puro.
DEU 32:15 E engordou Jesurum, e deu coices: Engordaste-te, engrossaste-te, cobriste-te: E deixou ao Deus que lhe fez, E menosprezou a Rocha de sua salvação.
DEU 32:16 Provocaram-lhe ciúmes com os deuses alheios; irritaram-lhe com abominações.
DEU 32:17 Sacrificaram aos demônios, não a Deus; a deuses que não conheciam, a novos deuses vindos de perto, Que não haviam temido vossos pais.
DEU 32:18 Deixaste de pensar na Rocha que te criou; esqueceste-te de Deus teu criador.
DEU 32:19 E o SENHOR o viu, e acendeu-se em ira, pelo menosprezo de seus filhos e de suas filhas.
DEU 32:20 E disse: Esconderei deles meu rosto, Verei qual será seu fim: Que são geração de perversidades, filhos sem fidelidade.
DEU 32:21 Eles me moveram ciúmes com o que não é Deus; Fizeram-me irar com suas vaidades: Eu também os moverei ciúmes com um povo que não é povo, Com gente insensata os farei irar.
DEU 32:22 Porque fogo se acenderá em meu furor, E arderá até o profundo; E devorará a terra e seus frutos, E abrasará os fundamentos dos montes.
DEU 32:23 Eu trarei males sobre eles; Gastarei neles minhas flechas.
DEU 32:24 Consumidos serão de fome, e comidos de febre ardente E de amarga pestilência; Dente de animais enviarei também sobre eles, Com veneno de serpente da terra.
DEU 32:25 De fora desolará a espada, E dentro das câmaras o espanto: Tanto ao rapaz como à virgem, Ao que mama como o homem grisalho.
DEU 32:26 Disse: Eu os dispersaria do mundo, Faria cessar dentre os homens a memória deles,
DEU 32:27 Se não temesse a ira do inimigo, Não seja que se envaideçam seus adversários, Não seja que digam: Nossa mão alta fez tudo isto, não o SENHOR.
DEU 32:28 Porque são gente de perdidos conselhos, E não há neles entendimento.
DEU 32:29 Bom seria se fossem sábios, que compreendessem isto, E entendessem seu fim!
DEU 32:30 Como poderia perseguir um a mil, E dois fariam fugir a dez mil, Se sua Rocha não os houvesse vendido, E o SENHOR não os houvesse entregue?
DEU 32:31 Que a rocha deles não é como nossa Rocha: E nossos inimigos sejam disso juízes.
DEU 32:32 Porque da vide de Sodoma é a vide deles, E dos sarmentos de Gomorra: As uvas deles são uvas venenosas, cachos muito amargos têm.
DEU 32:33 Veneno de serpentes é seu vinho, e peçonha cruel de áspides.
DEU 32:34 Não tenho eu isto guardado, Selado em meus tesouros?
DEU 32:35 Minha é a vingança e o pagamento, Ao tempo que seu pé vacilará; Porque o dia de sua aflição está próximo, E o que lhes está preparado se apressa.
DEU 32:36 Porque o SENHOR julgará a seu povo, E por causa de seus servos se arrependerá, Quando vir que a força pereceu, E que não há prisioneiro nem livre.
DEU 32:37 E dirá: Onde estão seus deuses, A rocha em que se refugiavam;
DEU 32:38 Que comiam a gordura de seus sacrifícios, Bebiam o veio de suas libações? Levante-se, que vos ajudem E vos defendam.
DEU 32:39 Vede agora que eu, eu sou, E não há deuses além de mim: Eu faço morrer, e eu faço viver: Eu firo, e eu curo: E não há quem possa livrar de minha mão.
DEU 32:40 Quando eu erguer aos céus minha mão, E disser: Vivo eu para sempre,
DEU 32:41 Se afiar minha reluzente espada, E minha mão arrebatar o juízo, Eu voltarei a vingança a meus inimigos, E darei o pagamento aos que me aborrecem.
DEU 32:42 Embriagarei de sangue minhas flechas, E minha espada devorará carne: No sangue dos mortos e dos cativos, Das cabeças, com vinganças de inimigo.
DEU 32:43 Louvai, nações, a seu povo, Porque ele vingará o sangue de seus servos, E fará voltar a vingança a seus inimigos, E expiará sua terra, a seu povo.
DEU 32:44 E veio Moisés, e recitou todas as palavras deste cântico aos ouvidos do povo, ele, e Josué filho de Num.
DEU 32:45 E acabou Moisés de recitar todas estas palavras a todo Israel;
DEU 32:46 E disse-lhes: Ponde vosso coração a todas as palavras que eu vos declaro hoje, para que as mandeis a vossos filhos, e cuidem de praticar todas as palavras desta lei.
DEU 32:47 Porque não vos é coisa vã, mas é vossa vida: e por elas fareis prolongar os dias sobre a terra, para possuir a qual passais o Jordão.
DEU 32:48 E falou o SENHOR a Moisés aquele mesmo dia, dizendo:
DEU 32:49 Sobe a este monte de Abarim, ao monte Nebo, que está na terra de Moabe, que está em frente de Jericó, e olha a terra de Canaã, que eu dou por herança aos filhos de Israel;
DEU 32:50 E morre no monte ao qual sobes, e sê reunido a teus povos; ao modo que morreu Arão teu irmão no monte de Hor, e foi reunido a seus povos:
DEU 32:51 Porquanto transgredistes contra mim em meio dos filhos de Israel nas águas da briga de Cades, no deserto de Zim; porque não me santificastes em meio dos filhos de Israel.
DEU 32:52 Verás, portanto, diante de ti a terra; mas não entrarás ali, à terra que dou aos filhos de Israel.

1. Inclinai os ouvidos, ó céus; . . . ouve, ó terra - A magnificência do exórdio, a grandeza do tema, as transições frequentes e repentinas, a elevada tensão dos sentimentos e da linguagem, intitulam esta canção a ser classificada entre os mais nobres espécimes de poesia a serem encontrados no Escrituras.

2, 3. Minha doutrina cairá, & c. - A linguagem pode ser justamente tomada como proferida na forma de um desejo ou oração, e a comparação da instrução sadia com a influência pura, suave e insinuante da chuva ou orvalho, é freqüentemente feita pelos escritores sagrados ( Isaías 5: 6 , Isaías 55:10 Isaías 55:11 ).

4. Ele é a Rocha - uma palavra que expressa poder e estabilidade. A aplicação disso nesta passagem é para declarar que Deus foi fiel à Sua aliança com seus pais e eles. Nada do que Ele havia prometido falhou; de modo que, se sua experiência nacional tivesse sido dolorosamente verificada por severas e prolongadas provas, não obstante as promessas mais brilhantes, esse resultado pudesse ser rastreado até sua própria conduta indisciplinada e perversa; não a qualquer vacilação ou infidelidade da parte de Deus ( Tiago 1:17 ), cujo procedimento foi marcado pela justiça e pelo juízo, quer tenham sido exaltados à prosperidade ou mergulhados nas profundezas da aflição.

5. Eles se corromperam - isto é, os israelitas por seus frequentes lapsos e seu apego inveterado à idolatria.
a mancha deles não é a mancha de seus filhos - Esta é uma alusão às marcas que os idólatras inscrevem na testa ou nos braços com tinta ou outras substâncias, em várias cores e formas - retas, ovais ou circulares, de acordo com o ídolo favorito de sua adoração.

6. não é ele teu pai que te comprou - ou emancipou-te da escravidão egípcia.
e te fez - avançou a nação para privilégios sem precedentes e peculiares.

8, 9. Quando o Altíssimo dividiu às nações sua herança - Na divisão da terra, que Noé se acredita ter feito por direção divina ( Gênesis 10: 5 Deuteronômio 2: 5-9 Atos 17:26 Atos 17 : 27), A Palestina foi reservada pela sabedoria e bondade do Céu para a posse de Seu povo peculiar e a exibição das maravilhas mais estupendas. O teatro era pequeno, mas admiravelmente adequado para a observação conveniente da raça humana - na junção dos dois grandes continentes da Ásia e da África, e quase à vista da Europa. Deste lugar, como de um centro comum, o relato das obras maravilhosas de Deus, as boas novas da salvação por meio da obediência e sofrimentos de Seu próprio Filho eterno, podem ser rápida e facilmente transportados para todas as partes do globo.
ele estabeleceu os limites do povo de acordo com o número dos filhos de Israel- Outra tradução, que recebeu a sanção de eminentes estudiosos, foi proposta da seguinte forma: "Quando o Altíssimo repartiu às nações sua herança, quando separou os filhos de Adão e estabeleceu os limites de cada povo, os filhos de Israel era poucos em número quando o Senhor escolheu aquele povo e fez de Jacó sua herança "(compare Deuteronômio 30: 5 , Gênesis 34:30 , Salmos 105: 9-12 ).

10. O encontrou em uma terra deserta - levou-o a uma relação de aliança no Sinai, ou melhor, "sustentado", "fornecido para ele" em uma terra deserta.
um deserto devastado e uivante - uma expressão oriental comum para um deserto infestado por feras.

11. Como uma águia. . . . esvoaçava sobre seus filhotes - Esta bela e expressiva metáfora se baseia no extraordinário cuidado e apego que a águia fêmea nutre por seus filhotes. Quando sua progênie recém-criada está suficientemente avançada para voar em seu elemento nativo, ela, em suas primeiras tentativas de voar, os apóia na ponta da asa, encorajando, direcionando e ajudando seus débeis esforços para voos mais longos e sublimes. Assim, Deus tomou o mais terno e poderoso cuidado de Seu povo escolhido; Ele os tirou do Egito e os conduziu através de todos os horrores do deserto até a herança prometida.

13, 14. Ele o fez cavalgar nos lugares altos, etc. - Todas essas expressões parecem ter uma referência peculiar à sua casa no território transjordaniano, sendo esta a extensão da Palestina que eles tinham visto na época em que Moisés é representado expressando essas palavras. "Os lugares altos" e "os campos" são especialmente aplicáveis ​​aos planaltos de Gileade, assim como as alusões aos rebanhos e rebanhos, o mel das abelhas selvagens que colmeiam nas fendas das rochas, o óleo da azeitona como ele cresceu isoladamente ou em pequenos aglomerados no topo das colinas onde quase nada cresceria, o melhor trigo ( Salmos 81:16 , 147: 14 ), e a colheita prolífica.

15. Mas Jesurum engordou e chutou - Este é um nome poético para Israel. A metáfora aqui usada deriva de um animal mimado, que, em vez de ser manso e gentil, torna-se travesso e cruel, em conseqüência de uma boa vida e tratamento gentil. Assim os israelitas se comportaram por meio de seus vários atos de rebelião, murmuração e apostasia idólatra.

17. Eles sacrificaram até

21. aqueles que não são um povo - isto é, não favorecidos com privilégios tão grandes e peculiares como os israelitas (ou, antes, pobres, pagãos desprezados). A linguagem aponta para o futuro chamado dos gentios.

23. Eu gastarei minhas flechas sobre eles - Guerra, fome, pestilência ( Salmos 77:17 ) são chamados nas Escrituras de flechas do Todo-Poderoso.

29. Oh,. . . que eles considerariam seu último fim - Os terríveis julgamentos, que, no caso de sua desobediência contínua e incorrigível, dariam um caráter tão terrível ao fim de sua história nacional.

32. videira de Sodoma. . . Uvas de fel - Esta fruta, que os árabes chamam de "Laranja do Mar de Lot", é de uma cor amarela brilhante e cresce em cachos de três ou quatro. Quando maduro, tem uma aparência tentadora, mas ao ser atingido, explode como uma bola de puffball, consistindo apenas de pele e fibra.

44-47. Moisés. . . falou todas as palavras desta canção nos ouvidos, & c. - Foi lindamente denominada "a Canção do Cisne Moribundo" [BAIXA]. Foi pensado para ser um hino nacional, que deveria ser dever e cuidado dos magistrados tornar conhecido por repetições frequentes, para animar o povo a sentimentos corretos para uma adesão constante ao Seu serviço.

48-51. Levante-se. . . e morrer . . . Porque você transgrediu. . . em

52. verás a terra, mas não irás para lá - ( Números 27:12 ). Não obstante uma decepção tão severa, nenhum murmúrio de reclamação escapa de seus lábios. Ele não está apenas resignado, mas concordando; e na próxima perspectiva de sua morte, ele derrama os sentimentos de seu coração devoto em acordes sublimes e bênçãos eloqüentes.

Deuteronômio 33: 1-28 . A MAJESTADE DE DEUS.

DEU 33:1 E esta é a bênção com a qual abençoou Moisés homem de Deus aos filhos de Israel, antes que morresse.
DEU 33:2 E disse: O SENHOR veio de Sinai, E de Seir lhes iluminou; Resplandeceu do monte de Parã, E veio com dez mil santos: À sua direita a lei de fogo para eles.
DEU 33:3 Ainda amou os povos; Todos seus santos em tua mão: Eles também se chegaram a teus pés: Receberam de teus ditos.
DEU 33:4 Lei nos mandou Moisés, Herança à congregação de Jacó.
DEU 33:5 E foi rei em Jesurum, Quando se congregaram os chefes do povo Com as tribos de Israel.
DEU 33:6 Viva Rúben, e não morra; E sejam seus homens em número.
DEU 33:7 E esta bênção para Judá. Disse assim: Ouve, ó SENHOR, a voz de Judá, E leva-o a seu povo; suas mãos lhe bastem, E tu sejas ajuda contra seus inimigos.
DEU 33:8 E a Levi disse: Teu Tumim e teu Urim, com teu bom homem Ao qual tentaste em Massá, E lhe fizeste brigar nas águas da briga;
DEU 33:9 O que disse a seu pai e a sua mãe: Nunca os vi: nem conheceu a seus irmãos, nem conheceu a seus filhos: Pelo qual eles guardarão tuas palavras, E observarão teu pacto.
DEU 33:10 Eles ensinarão teus juízos a Jacó, E tua lei a Israel; Porão o incenso diante de ti, E o holocausto sobre teu altar.
DEU 33:11 Abençoa, ó SENHOR, o que fizerem, E recebe com agrado a obra de suas mãos: Fere os lombos de seus inimigos, E dos que lhe odiarem; para que nunca se levantem.
DEU 33:12 E a Benjamim disse: O amado do SENHOR habitará confiante próximo dele: Ele o cobrirá sempre, E entre seus ombros morará.
DEU 33:13 E a José disse: Bendita do SENHOR sua terra, Pelas dádivas dos céus, pelo orvalho, E pelo abismo que abaixo jaz,
DEU 33:14 E pelos excelentes frutos do sol, E pelos excelentes produtos das influências das luas,
DEU 33:15 E pelo cume dos montes antigos, E pelos excelentes produtos das colinas eternas,
DEU 33:16 E pelos excelentes produtos da terra e sua plenitude; E a graça do que habitou na sarça Venha sobre a cabeça de José, E sobre ao topo da cabeça do separado de seus irmãos.
DEU 33:17 Ele é preeminente como o primogênito de seu touro, E suas pontas, chifres de boi selvagem: Com eles chifrará os povos juntos até os confins da terra: E estes são as dezenas de milhares milhares de Efraim, E estes os milhares de Manassés.
DEU 33:18 E a Zebulom disse: Alegra-te, Zebulom, quando saíres: E tu Issacar, em tuas tendas.
DEU 33:19 Chamarão os povos ao monte: Ali sacrificarão sacrifícios de justiça: Pelo qual chuparão a abundância dos mares, E os tesouros escondidos da areia.
DEU 33:20 E a Gade disse: Bendito o que fez alargar a Gade: Como leão habitará, E arrebatará braço e testa.
DEU 33:21 E ele se proveu da parte primeira, Porque ali uma porção do legislador foi-lhe reservada, E veio na dianteira do povo; A justiça do SENHOR executará, E seus juízos com Israel.
DEU 33:22 E a Dã disse: Dã, leão jovem: Saltará desde Basã.
DEU 33:23 E a Naftali disse: Naftali, saciado de benevolência, E cheio da bênção do SENHOR, Possui o ocidente e o sul,
DEU 33:24 E a Aser disse: Bendito Aser em filhos: Agradável será a seus irmãos, E molhará em azeite seu pé.
DEU 33:25 Ferro e bronze teu calçado, E como teus dias tua força.
DEU 33:26 Não há como o Deus de Jesurum, Montado sobre os céus para tua ajuda, E sobre as nuvens com sua grandeza.
DEU 33:27 O eterno Deus é teu refúgio E aqui abaixo os braços eternos; Ele expulsará de diante de ti ao inimigo, E dirá: Destrói.
DEU 33:28 E Israel, fonte de Jacó, habitará confiante sozinho Em terra de grão e de vinho: Também seus céus destilarão orvalho.
DEU 33:29 Bem-aventurado tu, ó Israel, Quem como tu, Povo salvo pelo SENHOR, Escudo de teu socorro, E espada de tua excelência? Assim teus inimigos serão humilhados, E tu pisarás sobre suas alturas.

1. Moisés, o homem de Deus - Esta era uma designação comum de um profeta ( 1 Samuel 2:27 , 9: 6 ), e é aqui aplicada a Moisés, quando, como Jacó, ele estava prestes a entregar ministerialmente antes de seu morte, uma bênção profética para Israel.

2-4. O Senhor veio - Sob uma bela metáfora, emprestada do amanhecer e do esplendor progressivo do sol, a Majestade de Deus é descrita de forma sublime como uma luz divina que apareceu no Sinai e espalhou seus raios em toda a região adjacente para direcionar a marcha de Israel para Canaã. Nessas descrições de uma teofania, Deus é representado como vindo do sul, e a alusão é em geral aos trovões e relâmpagos do Sinai; mas outras montanhas na mesma direção são mencionadas com ele. A localização de Seir era a leste do Ghor; o monte Paran era a cadeia no oeste do Ghor, ou melhor, as montanhas na fronteira sul do deserto em direção à península [ROBINSON]. (Compare Juízes 5: 4 Juízes 5: 5 , Salmos 68: 7 Salmos 68: 8 , Habacuque 3: 3 ).
dez milhares de santos - entregues por alguns ", com os dez mil de Cades", ou talvez melhor ainda, "de Meribá" [EWALD].
uma lei ígnea - assim chamada por causa do trovão e do relâmpago que acompanharam sua promulgação ( Êxodo 19: 16-18 , Deuteronômio 4:11 ), e a maldição feroz e implacável denunciada contra a violação de seus preceitos ( 2 Coríntios 3: 7-9) Não obstante aqueles símbolos inspiradores de majestade que foram exibidos no Sinai, a lei foi realmente dada em bondade e amor, como um meio de promover o bem-estar temporal e eterno das pessoas. E era "a herança da congregação de Jacó", não apenas pela obrigação hereditária sob a qual aquele povo foi colocado para observá-la, mas por ser a grande distinção, o privilégio peculiar da nação.

6. Deixe Rúben viver, e não morrer - Embora privado da honra e privilégios da primogenitura, ele ainda deveria manter a posição como uma das tribos de Israel. Ele era mais numeroso do que várias outras tribos ( Números 1:21 , 2:11 ). No entanto, gradualmente ele afundou em uma mera tribo nômade, que tinha o suficiente para fazer apenas "viver e não morrer". Muitos eminentes estudiosos da Bíblia, apoiados nos manuscritos mais antigos e aprovados da Septuaginta, consideram a última cláusula como referindo-se a Simeão; "e Simeão, sejam seus homens poucos", uma leitura do texto que está em harmonia com outras declarações das Escrituras a respeito desta tribo ( Números 25: 6-14 , 1:23 , 26:14 , Josué 19: 1 ).

7. esta é a bênção de Judá - Seu propósito geral aponta para o grande poder e independência de Judá, bem como sua liderança em todas as expedições militares.

8-10. de Levi, ele disse - O peso desta bênção é a nomeação dos levitas para o cargo digno e sagrado do sacerdócio ( Levítico 10:11 , Deuteronômio 22: 8 , 17: 8-11 ), uma recompensa por seu zelo em apoiar a causa de Deus e sua severidade implacável em punir até mesmo seus parentes mais próximos e queridos que haviam participado da idolatria do bezerro derretido ( Êxodo 32: 25-28 ; compare Malaquias 2: 4-6 ).

12. de Benjamim, ele disse - Um favor distinto foi conferido a esta tribo por ter sua parte atribuída perto do templo de Deus.
entre os ombros - isto é, nas laterais ou nas bordas. O monte Sião, onde ficava a cidade de Jerusalém, pertencia a Judá; mas o Monte Moriá, o local do edifício sagrado, ficava nos confins de Benjamin.

13-17. de José, ele disse - O território desta tribo, diversificado por colinas e vales, madeira e água, seria rico em todas as produções - azeitonas, uvas, figos etc., que também são criadas em uma região montanhosa como no grão e nas ervas que crescem nos campos planos. "O primogênito do touro e os chifres do unicórnio" (rinoceronte), indicam glória e força, e supõe-se que sob esses emblemas foram ocultados os triunfos de Josué e o novo reino de Jeroboão, ambos os quais eram de Efraim (compare Gênesis 48:20 ).

18, 19. Regozija-te, Zebulom, nas tuas saídas - em empreendimentos comerciais e viagens por mar.
e, Issacar em tuas tendas - preferindo residir em suas cidades marítimas.

19. sugará a abundância dos mares e dos tesouros escondidos na areia - Ambas as tribos devem negociar com os fenícios em ouro e prata, pérolas e corais, especialmente em murex, o marisco que produziu o famoso corante tírio, e em vidro, que foi fabricado com a areia do rio Belus, nas proximidades.

20, 21. de Gade, ele disse --Suas posses eram maiores do que teriam sido se estivessem a oeste do Jordão; e esta tribo teve a honra de ser colonizada pelo próprio Moisés na primeira porção de terra conquistada. Na região da floresta, ao sul do Jaboque, "ele morava como leão" (compare Gênesis 30:11 , 49:19 ). Não obstante, eles mantiveram fielmente seu compromisso de se juntar aos "chefes do povo" ( Deuteronômio 33:21 ) na invasão de Canaã.

22. Dan é um filhote de leão - seu assentamento adequado no sul de Canaã sendo muito pequeno, ele por uma irrupção repentina e bem-sucedida, estabeleceu uma colônia na extremidade norte da terra. Isso pode muito bem ser descrito como o salto de um jovem leão das colinas de Basã.

23. de Naftali, ele disse - O agradável e fértil território desta tribo ficava "ao oeste", nas fronteiras dos lagos Merom e Quinerete, e ao "sul" dos danitas do norte.

24, 25. de Asher, ele disse - A condição desta tribo é descrita como a combinação de todos os elementos da felicidade terrena.
molhar o pé no azeite - Estas palavras aludem quer ao processo de extração do azeite por lagares, quer ao seu distrito como particularmente fértil e adaptado à cultura da azeitona.

25. sapatos de ferro e latão --Estes sapatos serviam em sua costa rochosa de Carmelo a Sidon. Os camponeses, bem como os guerreiros antigos, tinham suas extremidades inferiores protegidas por grevas metálicas ( 1 Samuel 17: 6 , Efésios 6:15 ) e sapatos com sola de ferro.

26-29. Não há ninguém como o Deus de Jesurum - O capítulo termina com um discurso de congratulações a Israel por sua felicidade e privilégio peculiar em ter a Jeová como seu Deus e protetor.
que cavalga sobre o céu em tua ajuda - uma alusão evidente à coluna de nuvem e de fogo, que era tanto o guia quanto o abrigo de Israel.

28. a fonte de Jacó - A posteridade de Israel habitará em uma terra abençoada e favorecida.

Deuteronômio 34: 1-12 . MOISÉS VÊ A TERRA PROMETIDA.

DEU 34:1 E subiu Moisés dos campos de Moabe ao monte de Nebo, ao cume de Pisga, que está em frente de Jericó: e mostrou-lhe o SENHOR toda a terra de Gileade até Dã,
DEU 34:2 E a todo Naftali, e a terra de Efraim e de Manassés, toda a terra de Judá até o mar mais distante;
DEU 34:3 E a parte sul, e a campina, o vale de Jericó, cidade das palmeiras, até Zoar.
DEU 34:4 E disse-lhe o SENHOR: Esta é a terra de que jurei a Abraão, a Isaque, e a Jacó, dizendo: À tua descendência a darei. Eu a fiz ver com teus olhos, mas não passarás ali.
DEU 34:5 E morreu ali Moisés servo do SENHOR, na terra de Moabe, conforme o dito do SENHOR.
DEU 34:6 E enterrou-o no vale, em terra de Moabe, em frente de Bete-Peor; e ninguém sabe seu sepulcro até hoje.
DEU 34:7 E era Moisés de idade de cento e vinte anos quando morreu: seus olhos nunca se escureceram, nem perdeu o seu vigor.
DEU 34:8 E choraram os filhos de Israel a Moisés nos campos de Moabe trinta dias: E assim se cumpriram os dias do choro do luto de Moisés.
DEU 34:9 E Josué filho de Num foi cheio de espírito de sabedoria, porque Moisés havia posto suas mãos sobre ele: e os filhos de Israel lhe obedeceram, e fizeram como o SENHOR mandou a Moisés.
DEU 34:10 E nunca mais se levantou profeta em Israel como Moisés, a quem haja conhecido o SENHOR face a face;
DEU 34:11 Em todos os sinais e prodígios que lhe enviou o SENHOR a fazer em terra do Egito a Faraó, e a todos os seus servos, e a toda sua terra;
DEU 34:12 E em toda aquela mão poderosa, e em todo o grande espanto que Moisés causou à vista de todo Israel.

1. Moisés subiu das planícies de Moabe - Este capítulo parece, a partir de evidências internas, ter sido escrito posteriormente à morte de Moisés, e provavelmente constituiu, em certa época, uma introdução ao Livro de Josué.
até a montanha de Nebo, até o topo de Pisgah - literalmente, a cabeça ou cume do Pisgah; isto é, a altura (compare Números 23:14 , Deuteronômio 3: 17-27 , 4:49 ). O nome geral dado a toda a cordilheira a leste do Jordão era Abarim (compare Deuteronômio 32:49), e o pico ao qual Moisés ascendeu foi dedicado ao pagão Nebo, visto que o lugar de Balaão foi consagrado a Peor. Alguns viajantes modernos fixaram-se em Jebel Attarus, uma alta montanha ao sul de Jabbok (Zurka), como o Nebo desta passagem [BURCKHARDT, SEETZEN etc.]. Mas está situado muito ao norte para uma altura que, sendo descrita como "defronte de Jericó", deve ser procurada acima do último estágio do Jordão.
o Senhor mostrou-lhe toda a terra de Gileade- Aquela região pastoril era perceptível na extremidade norte da linha da montanha em que ele estava, até que terminou, muito além de sua visão em Dan. A oeste, havia no horizonte as colinas distantes de "todos os Naftali". Aproximando-se, estava "a terra de Efraim e Manassés". Imediatamente oposto ficava "toda a terra de Judá", um título inicialmente restrito à porção dessa tribo, além da qual ficava "o mar extremo" (o Mediterrâneo) e o deserto do "Sul". Estas foram as quatro grandes marcas da herança futura de seu povo, sobre as quais a narrativa fixa nossa atenção. Imediatamente abaixo dele estava "o círculo" da planície de Jericó, com seu oásis de palmeiras; e bem longe, à sua esquerda, o último local habitado antes do grande deserto "Zoar". O primeiro plano da imagem sozinho era claramente discernível. Não houve nenhum poder miraculoso de visão transmitido a Moisés. Que ele deveria ver tudo o que é descrito é o que qualquer homem poderia fazer, se atingisse elevação suficiente. A atmosfera do clima é tão sutil e livre de vapor que a vista é levada a uma distância que o observador, que julga pelo ar mais denso da Europa, não pode ter idéia [VERE MONRO]. Mas entre ele e aquela "boa terra", o vale profundo do Jordão interveio; "ele não devia ir para lá." A atmosfera do clima é tão sutil e livre de vapor que a vista é levada a uma distância que o observador, que julga pelo ar mais denso da Europa, não pode ter idéia [VERE MONRO]. Mas entre ele e aquela "boa terra", o vale profundo do Jordão interveio; "ele não devia ir para lá." A atmosfera do clima é tão sutil e livre de vapor que a vista é levada a uma distância que o observador, que julga pelo ar mais denso da Europa, não pode ter idéia [VERE MONRO]. Mas entre ele e aquela "boa terra", o vale profundo do Jordão interveio; "ele não devia ir para lá."

5. Moisés. . . morreu - depois de ter governado os israelitas por quarenta anos.

6. ele o enterrou - ou "ele foi enterrado em um vale", isto é, uma ravina ou desfiladeiro do Pisgah. Alguns pensam que ele entrou em uma caverna e lá morreu, sendo, segundo uma antiga tradição de judeus e cristãos, sepultado por anjos ( Judas 1: 9 , Números 21:20 ).
nenhum homem sabe de seu sepulcro até hoje - Esta ocultação parece ter sido devido a um arranjo especial e sábio da Providência, para evitar que fosse classificado entre os "lugares sagrados", e fez o recurso de peregrinos supersticiosos ou veneração idólatra, em depois de idades.

8. chorou por Moisés. . . trinta dias - Sete dias era o período usual de luto, mas para pessoas de alta patente ou eminência oficial, era estendido para trinta ( Gênesis 50: 3-10 , Números 20:29 ).

9. Josué. . . estava cheio do espírito de sabedoria - Ele foi nomeado para um cargo peculiar e extraordinário. Ele não era o sucessor de Moisés, pois ele não era um profeta ou governante civil, mas o general ou líder, chamado para chefiar o povo na guerra de invasão e na subseqüente distribuição das tribos.

10-12. não surgiu nenhum profeta desde então - Em qualquer luz que vemos este homem extraordinário, o elogio pronunciado nestas palavras inspiradas parecerá justo. Nenhum profeta ou governante hebreu o igualou em caráter ou dignidade oficial, ou no conhecimento da vontade de Deus e nas oportunidades de anunciá-la.

Todos os capítulos de Deuteronômio comentados


Notas e referencias do autor   

- Segue os créditos a Bíblia livre, tradução usada em nossos comentários.           
- Os comentários são sempre escritos em negrito.             
- Todas as referencias externas, serão demonstradas aqui, se houver.             
Obrigado por ler esse artigo, comente e de sua opinião, compartilhe com seus familiares e amigos, receba as Reflexões Cristãs pelo WhatsApp (19)993702148.

Lucas Ajudarte domingo, 16 de agosto de 2020