O primeiro casal (Bíblia comentada - Gênesis 2)

Segundo capitulo de Gênesis comentado


Esse é o segundo capitulo de Gênesis comentado, a tradução é da bíblia livre 1904, os comentários estão em negritos, nesse capitulo o maior evento é a criação do homem e da mulher, apresentarei no desenvolver dos textos, uma analise mais profunda sobre os eventos ocorridos.

Adam e Eva, o primeiro casal
Adam e Eva, o primeiro casal

Segundo capitulo de Gênesis comentado


GEN 2:1 E foram concluídos os céus e a terra, e tudo o que neles há. Foi terminado todas as obras da crianção, seja no céu como na terra, segundo a filosofia cientifica, o universo ainda está em constante criação, mas a afirmação bíblica é relevante para afirmar que toda a criação já está finalizada, isso no que se diz respeito a matéria, Deus é o criador de todas as coisas, a saber disso, conciliar a ciência e a bíblia é um grande problema, nos dias de hoje, é comum teólogos afirmarem que o livro de Gênesis é simbólico e não literal, enquanto outros que tentam combinar a ciência e a religião, essa teologia "humanizada" é de longe pífia e deísta, sou contrario a essas interpretações, e creio no literalismo da bíblia em todos os temas, não se pode explicar passagens bíblicas com teorias, e sim com a própria bíblia.
GEN 2:2 E acabou Deus no dia sétimo sua obra que fez, e repousou o dia sétimo de toda sua obra que havia feito.
GEN 2:3 E abençoou Deus ao dia sétimo, e o santificou, porque nele repousou de toda sua obra que havia Deus criado e feito. Grupos religiosos como Judeus e algumas vertentes do cristianismo defendem uma crença hoje conhecida como o "sétimo dia", a saber que existem sete dias na semana, seis são de trabalho e um de descanso, compactuo ao afirmar que o sétimo dia foi praticado pelos antigos hebreus, e pelo povo de Israel, o sétimo dia também é o quarto mandamento, em algumas traduções pode aparecer como o terceiro ou mesmo em outras ordens, existe um problema na teologia em conciliar a guarda do sábado com o novo testamento das sagradas escrituras, de certa forma, com o desenvolver da igreja e da mensagem pregada pelos apóstolos, o quarto mandamento ganhou um novo sentido.
GEN 2:4 Estas são as origens dos céus e da terra quando foram criados, no dia que o SENHOR Deus fez a terra e os céus,
GEN 2:5 E antes que toda planta do campo existisse na terra, e antes que toda erva do campo nascesse; porque ainda não havia o SENHOR Deus feito chover sobre a terra, nem havia homem para que lavrasse a terra;
GEN 2:6 Mas subia da terra um vapor, que regava toda a face da terra.
GEN 2:7 Formou, pois, o SENHOR Deus ao homem do pó da terra, e assoprou em seu nariz sopro de vida; e foi o homem em alma vivente. Alguns grupos religiosos gostam de associar o espirito do homem a um "sopro", isso ganhou fama e notoriedade em alguns filmes, de certa forma o corpo humano é feito da terra, nessa parte o entendimento cientifico é mais próximo da religião, assim como qualquer outro ser vivo, quando morre os restos se enterrados, com o tempo voltam a ser o que eram antes, voltamos ao pó da terra.
GEN 2:8 E havia o SENHOR Deus plantado um jardim em Éden ao oriente, e pôs ali ao homem que havia formado. Até os dias de hoje, ainda não se sabe onde fica ou está o Éden bíblico, alguns dizem que foi selado e jamais será encontrado novamente, outros acreditam que tornou-se um deserto e seria o Saara, a grande verdade é que o deserto do Saara é tratado pelos pesquisadores como uma antiga e grande floresta, mas é coerente afirmar que não temos informações relevantes para encontrar o Éden bíblico.
GEN 2:9 E havia o SENHOR Deus feito nascer da terra toda árvore agradável à vista, e boa para comer: também a árvore da vida em meio do jardim, e a árvore do conhecimento do bem e do mal. A arvore do conhecimento do bem e do mal, e a arvore da vida, de certa forma o ser humano tinha a disponibilidade de comer dezenas ou mesmo milhares de frutos, mas apenas uma regra foi dada ao homem, de certa forma, o homem recebeu a liberdade, um livre arbítrio, e o fato de que haver apenas uma unica regra, dá o entendimento que Deus queria dar a oportunidade ao homem de ser fiel, ou ser infiel.
GEN 2:10 E saía de Éden um rio para regar o jardim, e dali se repartia em quatro ramificações.
GEN 2:11 O nome de um era Pisom: este é o que cerca toda a terra de Havilá, onde há ouro:
GEN 2:12 E o ouro daquela terra é bom; há ali também bdélio e pedra ônix.
GEN 2:13 O nome do segundo rio é Giom; este é o que rodeia toda a terra de Cuxe.
GEN 2:14 E o nome do terceiro rio é Tigre; este é o que vai diante da Assíria. E o quarto rio é o Eufrates.
GEN 2:15 Tomou, pois, o SENHOR Deus ao homem, e o pôs no jardim de Éden, para que o lavrasse e o guardasse. Deus dá a ordem aos homens, nosso dever de origem na criação, era cuidar da terra, dos animais, e das coisas que Deus tinha criado, foi confiado a nós, infelizmente nossos governos, e a impiedade no coração do homem tem destruindo tudo, e aplicado ódio contra a terra, por meio da ganancia estamos a cada dia nos condenando mais, e nos distanciando como criação, do proposito do criador.
GEN 2:16 E mandou o SENHOR Deus ao homem, dizendo: De toda árvore do jardim comerás;
GEN 2:17 Mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não comerás dela; porque no dia que dela comeres, morrerás. A lei é divulgada ao homem, Deus nesse momento aplica o livre arbítrio em todos os sentidos, o homem tinha a possibilidade de seguir a Deus e a obediência ou desobedecer e descobrir o que viria depois.
GEN 2:18 E disse o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; farei para ele ajuda idônea para ele. Não convêm ao homem estar só, todas as pessoas necessitam de alguém, a bíblia apresenta que ninguém sozinho conseguiu realizar grandes feitos, Moisés venceu, mas teve Arão e Miriam ao seu lado, Davi venceu, mas teve grandes companheiros na sua jornada, Jesus venceu, mas teve o seus amados apóstolos, mesmo na caminhada na cruz, um homem o ajudou na caminhada final.
GEN 2:19 Formou, pois, o SENHOR Deus da terra todo animal do campo, e toda ave dos céus, e trouxe-os a Adão, para que visse como lhes havia de chamar; e tudo o que Adão chamou aos animais viventes, esse é seu nome.
GEN 2:20 E pôs Adão nomes a todo animal e ave dos céus e a todo animal do campo: mas para Adão não achou ajuda que estivesse idônea para ele. Deus criou todas as coisas, e os seres viventes, mas foi justamente o homem que o nomeou, até os dias de hoje, quando achamos uma nova forma de vida ou um animalzinho, nós ainda os nomeamos.
GEN 2:21 E o SENHOR Deus fez cair sonho sobre Adão, e ele adormeceu: então tomou uma de suas costelas, e fechou a carne em seu lugar;
GEN 2:22 E da costela que o SENHOR Deus tomou do homem, fez uma mulher, e trouxe-a ao homem.
GEN 2:23 E disse Adão: Esta é agora osso de meus ossos, e carne de minha carne: esta será chamada Mulher, porque do homem foi tomada. Deus fez a mulher a partir de Adão, é importante comentar que o termo Adão ou "Adam" significa "homem" e o termo Eva, significa "mulher", até por isso é comum alguns teólogos afirmarem que Adam e Eva são termos simbolistas, e que não necessariamente eles possuíssem nomes, alguns usam esse argumento para defender que o livro de Gênesis é uma lenda, outros alegam que os primeiros 5 capítulos da bíblia não são literais.
GEN 2:24 Portanto, deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e se achegará à sua mulher, e serão uma só carne. A instituição do casamento é um dos maiores presentes que Deus deu ao homem, hoje no modernismo, muitos não creem no casamento, outros não querem se casar, fico profundamente triste quando vejo jovens cristãos que não querem conhecer o casamento, isso mostra um profundo esquecimento das leis divinas, o casamento possui um forte significado, isto é, alguém que te completa quando você está sozinho.
GEN 2:25 E estavam ambos nus, Adão e sua mulher, e não se envergonhavam. A nudeza do homem não quer dizer pecado, e sim a pureza, o não conhecimento da lei, torna um ser em inocente, não se pode condenar um cego por não enxergar, assim é o homem, Deus o fez inocente, isso ao mesmo tempo demonstra que o pecado passou por um processo de evolução e desenvolvimento, nem toda a regra aplicada em um momento da historia, precisa necessariamente ser aplicada em outro período, temos que entender que a bíblia é uma narrativa, e como uma temos que encarar que existe um contexto, onde cada evento precisa ser julgado de acordo com um contexto especifico.

Notas de leitura e referencias


- Segue os créditos a Blive que é a responsável pelo comitê de tradução da bíblia livre.
- Os trechos comentados estão sempre em negrito.
- Os comentários são de Lucas Ajudarte, teólogo e arqueólogo bíblico formado pela FNT (Faculdade de teologia nacional) e a revisão é de Vanderleia Custodio.
- Caso seja usado referencias de fontes externas sempre serão mencionados nesse rodapé se houver.
- Caso você tenha uma indicação ou duvida, deixe nos comentários, para receber nossas atualizações por whatsapp, entre em contato pelo numero (19) 993702148.