Sara vai para a eternidade (Bíblia comentada - Gênesis 23)

Introdução a Gênesis 23 comentado


A morte de Sara, é o momento mais triste na vida do patriarca Abraão, Gênesis 23 comentado demonstra essa narrativa, ela é simbolo da mulher de Deus, esteve ao lado de seu marido, nos acertos e nos erros, assim como toda a mulher de fé, não abandonou os seus, em momentos de dificuldades, Abraão venceu suas lutas, por que Sara estava sempre ao seu lado.

A morte da minha esposa
A dor do adeus - Gênesis 23

Vigésimo terceiro capitulo de Gênesis comentado


GEN 23:1 E foi a vida de Sara cento e vinte e sete anos; estes foram os anos da vida de Sara. A bíblia nos mostra que até pouco depois do diluvio as pessoas viviam muito tempo, Deus de certa forma limita o tempo de vida dos humanos para 120 anos, salvo algumas exceções, vejo em Sara a figura de uma mulher de Deus, mesmo com seus erros e seu temperamento, jamais abandonou seu marido Abraão, esteve do seu lado, para os erros e para os acertos, considero-a como o principal simbolo feminino da fé em todo o velho testamento, como já mencionado em comentários de Gênesis 20, ela também era uma escolhida, afinal por qual motivo Deus aceitou apenas Isaque e não Ismael, o motivo é por que o filho que Deus prometeu a Abraão, era com Sara, ela também era escolhida de Deus.
GEN 23:2 E morreu Sara em Quiriate-Arba, que é Hebrom, na terra de Canaã; e Abraão veio para ficar de luto por Sara e para chorar por ela. Hebrom ou Hébron[1] em hebraico: חֶבְרוֹן; transl.: Ḥevron; em árabe: الخليل; transl.: al-Khalīl) é uma cidade palestina da Cisjordânia, ocupada por Israel desde 1967. Sua população é majoritariamente árabe. Situada na região histórica da Judeia, Hebrom abriga os túmulos de Abraão, Isaac e Jacó.
GEN 23:3 E levantou-se Abraão de diante de sua morta, e falou aos filhos de Hete, dizendo:
GEN 23:4 Peregrino e estrangeiro sou entre vós; dá-me propriedade de sepultura convosco, e sepultarei minha falecida de diante de mim. Foi neste local onde morreu Sara, aos cento e vinte e sete anos de idade (1 859 a.C., pelos cálculos de Ussher). Abraão era um estrangeiro naquela terra, mas é um homem querido na região, seu estilo pacifista, e trabalhador, o fez um homem prospero, vemos em sua figura, um homem, prospero e integro, naturalmente a morte de Sara ficaria muito comentada na região.
GEN 23:5 E responderam os filhos de Hete a Abraão, e disseram-lhe:
GEN 23:6 Ouve-nos, senhor meu, és um príncipe de Deus entre nós; no melhor de nossas sepulturas sepulta a tua falecida; nenhum de nós te impedirá sua sepultura, para que enterres tua falecida.
GEN 23:7 E Abraão se levantou, e inclinou-se ao povo daquela terra, aos filhos de Hete; Abraão era visto como um homem de Deus, não um autoproclamado, e sim alguém que foi aclamado por outros, e reconhecido por ser um homem de fé, o Abraão dos hebreus, tornaria-se uma figura forte e importante na historia humana.
GEN 23:8 E falou com eles, dizendo: Se queres que eu sepulte minha falecida de diante de mim, ouvi-me, e intercedei por mim com Efrom, filho de Zoar,
GEN 23:9 Para que me dê a caverna de Macpela, que tem na extremidade de sua propriedade: que por seu justo preço a dê a mim, para possessão de sepultura em meio de vós. Abraão agora sepultaria sua amada, é de imaginar a dor e perda do patriarca, temos que considerar que o casal era unido, vemos por exemplo, que a poligamia era comum naquele tempo, se Abraão quisesse ter um filho, ele poderia ter encontrado qualquer outra, casando-se com uma serva ou outra mulher que tenha a disposição, mas por boa parte da vida dele, sua unica perspectiva é ter um filho de Sara, ela era sua esposa e cúmplice de suas ações.
GEN 23:10 Este Efrom achava-se entre os filhos de Hete: e respondeu Efrom Heteu a Abraão, aos ouvidos dos filhos de Hete, de todos os que entravam pela porta de sua cidade, dizendo:
GEN 23:11 Não, senhor meu, ouve-me: eu te dou a propriedade, e te dou também a caverna que está nela; diante dos filhos de meu povo a dou a ti; sepulta tua falecida. Abraão vivia num tempo, onde basicamente o que impera é a tradição oral, essa era uma das poucas formas de preservar historias e passagens de eventos, até por esse motivo, é importante que quando lemos livros como Gênesis, Êxodo e os outros livros associados a Moisés, temos que entender que eles foram escritos seculos depois, antes disso, era preservado apenas oralmente, então é natural que não exista uma fidelidade exata de falas, dados e informações como nomes e pessoas, mas nem por isso os eventos deixam de ser literais.
GEN 23:12 E Abraão se inclinou diante do povo da terra.
GEN 23:13 E respondeu a Efrom aos ouvidos do povo da terra, dizendo: Antes, se for do teu agrado, rogo-te que me ouças; eu darei o preço da propriedade, toma-o de mim, e sepultarei nela minha falecida. O fato que em que no verso 11, Efrom quis dar a propriedade a Abraão, deve-se ao fato que ambos eram muito ricos, e a região no qual Abraão queria, não tinha grande valor para Efrom, também pode associar ao respeito que o heteu tinha ao patriarca.
GEN 23:14 E respondeu Efrom a Abraão, dizendo-lhe:
GEN 23:15 Senhor meu, escuta-me: a terra vale quatrocentos siclos de prata: que é isto entre mim e ti? Enterra, pois, tua falecida.
GEN 23:16 Então Abraão concordou com Efrom, e pesou Abraão a Efrom o dinheiro que disse, ouvindo-o os filhos de Hete, quatrocentos siclos de prata, de acordo com o padrão dos mercadores. A citação presente no verso 16, nos revela, que já na era de Abraão, o capitalismo era desenvolvido, existiam regras de mercado, e fatores para executar negócios, assim como já existiam também, reinos que intermediariam esses fatores. Diferentemente de teólogos pró-teocracia pregam, o fato da bíblia narrar formas de politicas e mercado, não significa que as crenças descritas nelas, apoiam ideais políticos e econômicos.
GEN 23:17 E ficou a propriedade de Efrom que estava em Macpela em frente de Manre, a propriedade e a caverna que estava nela, e todas as árvores que havia na herança, e em todo o seu termo ao derredor,
GEN 23:18 Para Abraão em possessão, à vista dos filhos de Hete, e de todos os que entravam pela porta da cidade.
GEN 23:19 E depois disto sepultou Abraão a Sara, sua mulher, na caverna da propriedade de Macpela em frente de Manre, que é Hebrom na terra de Canaã.
GEN 23:20 E ficou a propriedade e a caverna que nela havia, para Abraão, em possessão de sepultura adquirida dos filhos de Hete.

Outros capítulos de Gênesis comentado:


1 - 2 - 3 - 4 - 5 - 6 - 7 - 8 - 9 - 10 - 11 - 12 - 13 - 14 - 15 - 16 - 17 - 18 - 19 - 20 - 21 - 22 - 23 - 24 - 25 - 26 - 27 - 28 - 29 - 30 - 31 - 32 - 33 - 34 - 35 - 36 - 37 - 38 - 39 - 40 - 41 - 42 43 - 44 - 45 46 47 - 48 - 49 - 50.


Notas e referencias de pesquisa


- Segue os créditos a Bíblia livre, tradução usada em nossos comentários.
- Os comentários estão sempre em negrito. 
- Todas as referencias externas, serão demonstradas aqui, se houver. 
- Os comentários são de Lucas Ajudarte, teólogo e arqueólogo bíblico pela Faculdade de teologia nacional de São Lourenço MG.
- Referencia externa, Hebrom, Enciclopédia livre.

Patrocinado

Conteúdos correspondentes

Recomendações para você