A visão de Jacó (Gênesis 28 comentado)

Introdução de Gênesis 28 comentado


Quando lutamos na perspectiva humana, só teremos vitorias humanizadas, não teremos a verdade, que o problema do mundo é espiritual, Gênesis 28 comentado, é Jacó conhecendo a verdade, ele lutava a vida toda por questões humanas, agora ele veria a porta para o céu, embora não compreendesse, o caminho para a eternidade se abriria para ele nesse contexto.

A visão de Jacó - Gênesis 28 comentado
A visão de Jacó - Gênesis 28 comentado


Gênesis 28 comentado


GEN 28:1 Então Isaque chamou a Jacó, e o abençoou, e mandou-lhe dizendo: Não tomes mulher das filhas de Canaã. Isaque agora abençoava Jacó, a pouco tempo atrás tinha sido enganado, mas agora já conformado e reconhecendo que já tinha ocorrido, e o melhor era buscar a paz com seu filho, não existe um pai de verdade, que parta feliz se não morre em paz com seus filhos, independente do erro de seu filho, de certa forma a movimentação de Rebeca para ajudar Jacó, também tinha efeito na decisão de Isaque, em Gênesis 27 isso fica mais evidente.
GEN 28:2 Levanta-te, vai a Padã-Arã, à casa de Betuel, pai de tua mãe, e toma ali mulher das filhas de Labão, irmão de tua mãe. Padã-Arã é uma região de pradarias em torno de Arã (Turquia) na alta Mesopotâmia na região noroeste, também é conhecido como planície de Arã. Localizada entre os rios Eufrates e Habur. Abraão também tinha vivido nessa região, e seus familiares ainda estavam habitando aquela terra,  Jacó agora iria atrás de uma esposa do meio dos seus iguais, isto é, pessoas que acreditassem em valores iguais aos hebreus, e que tinham os mesmos costumes, o povo daquela região, pelo que podemos analisar, não é um povo genuinamente monoteísta, eles eram deístas, isto é, acreditavam em um Deus, mas também acreditavam em outras divindades, diferente da crença monoteísta, que defende um único Deus verdadeiro.
GEN 28:3 E o Deus Todo-Poderoso te abençoe e te faça frutificar, e te multiplique, até vir a ser congregação de povos; O povo de Israel seria um povo santo, e era profetizado seculo antes de seu desenvolvimento, como também profetizado, Jesus nasceria a partir desse povo, isso é profetizado em Gênesis 17, o plano de salvação de Deus com a humanidade, viria a ser por uma teofania perfeita do meio do povo hebreu, por ser algo que foi planejado tão arduamente, é necessário que exista um cuidado com as ações que aqueles que iriam continuar o plano divino em não desviar-se dos planos de Deus, Esaú não demonstrava esse compromisso conforme narrado em Gênesis 26, agora nesse contexto a benção era entregue a Jacó, pois Deus não queria que os hebreus tivessem laços com o povo cananeu e muito menos que eles praticassem seus costumes.
GEN 28:4 E te dê a bênção de Abraão, e à tua descendência contigo, para que herdes a terra de tuas peregrinações, que Deus deu a Abraão.
GEN 28:5 Assim enviou Isaque a Jacó, o qual foi a Padã-Arã, a Labão, filho de Betuel arameu, irmão de Rebeca, mãe de Jacó e de Esaú. Jacó agora iniciaria seus passos para encontrar a verdade, que não estava preso a fundamentos familiares, e muito menos as crenças que seus pais os ensinavam de forma previa, ele mesmo teria a presença de Deus em sua vida, e encontraria a voz de Deus, sua alma seria liberta, Jacó entrava em diversas crises com seu irmão, ele nasceu disputando por seus objetivos e seus sonhos, mas suas lutas eram de forma humana, seus sonhos eram carnais, Jacó nesse contexto precisava ser liberto.
GEN 28:6 E viu Esaú como Isaque havia abençoado a Jacó, e lhe havia enviado a Padã-Arã, para tomar para si mulher dali; e que quando lhe abençoou, lhe havia mandado, dizendo: Não tomarás mulher das filhas de Canaã; Esaú estava em disputa contra seu irmão, agora ele analisa as ações de Jacó e planeja confronta-lo pela benção, mas antes de fazer qualquer mal a seu irmão, ele precisava saber o porque Jacó teria sobressaído sobre si, e o porque sua mãe conspirou contra ele, sua derrota teria sido sua vaidade, e não as ações de seu irmão, e ele sabia disso.
GEN 28:7 E que Jacó havia obedecido a seu pai e a sua mãe, e se havia ido a Padã-Arã.
GEN 28:8 Viu também Esaú que as filhas de Canaã pareciam mal a Isaque seu pai;
GEN 28:9 E foi-se Esaú a Ismael, e tomou para si por mulher a Maalate, filha de Ismael, filho de Abraão, irmã de Nebaiote, além de suas outras mulheres. Esaú entendeu sua historia, ele agora já compreendia o mal que tinha feito, antes de agirmos devemos procurar alguém para nos guiar, pedir conselhos a Deus e a sua família deveria ter sido rotineiro em sua vida, se Esaú tivesse consultado seu pai e sua mãe, antes de tomar como esposa as mulheres de Canaã, talvez o seu destino teria sido diferente.
GEN 28:10 E saiu Jacó de Berseba, e foi a Harã;
Harã (em turco: Harran; em hebraico: חרן, harran, antiga Carras, em latim: Carrhae) hoje é um sítio arqueológico no sul da Turquia. Na Bíblia é citado como a vila ou região onde Abraão habitou quando saiu de Ur, antes de ir para a Terra Prometida (Canaã). Harã também é um dos irmãos do patriarca bíblico mencionado no livro de Gênesis, mas que teria falecido jovem quando o seu pai, Terá, ainda se encontrava em Ur dos caldeus. Ao falecer, Harã teria deixado como descendente o seu filho Ló que, corajosamente, acompanhou Abraão em sua jornada à terra de Canaã.
Tal fato explica o motivo do nome do lugar, pois, segundo o texto bíblico, Terá deixou Ur com Abraão, Naor, Ló e Sara com destino à Canaã, mas acabou estabelecendo-se num local que passou a ser denominado de Harã em homenagem ao filho falecido. Harã também foi palco da grande Batalha de Carras (53 a.C.), travada entre a República Romana e o Império Parta.
GEN 28:11 E encontrou com um lugar, e dormiu ali porque já o sol se havia posto: e tomou das pedras daquele lugar e pôs à sua cabeceira, e deitou-se naquele lugar. 
GEN 28:12 E sonhou, e eis uma escada que estava apoiada em terra, e seu topo tocava no céu: e eis que anjos de Deus subiam e desciam por ela. Jacó sonha com uma escada, que pode representar o futuro de seus descendentes, e seu simbolismo pode ser visto também como um caminho que se seguiria, através de sua vida, anjos desceriam e subiriam, Jacó abriria o caminho para o levante de profetas poderosos, e que influenciariam a cultura, e o destino da humanidade, por meio dele, viria homens como Isaías, Moisés, Daniel e outros.
GEN 28:13 E eis que o SENHOR estava no alto dela, o qual disse: Eu sou o SENHOR, o Deus de Abraão teu pai, e o Deus de Isaque: a terra em que estás deitado a darei a ti e à tua descendência. Jacó sabia quem era Deus, mas até esse momento ainda não o tinha conhecido, ele ainda não tinha experiencias com Deus, e ele agora seria visitado pelo próprio Deus, Jacó teria sido o escolhido de Deus, isso é acima da vontade do homem, Isaque de forma carnal tentaria por conta de seu favoritismo dar a benção a Esaú, mas Deus tem outros planos, era em Jacó que estava o plano divino, e agora Jacó iniciaria sua jornada para a eternidade.
GEN 28:14 E será tua descendência como o pó da terra, e te estenderás ao ocidente, e ao oriente, e ao norte, e ao sul; e todas as famílias da terra serão abençoadas em ti e em tua descendência. Existiam centenas ou mesmo milhares de povos naquela época, elas por resultado de sua historia, distanciariam do Deus verdadeiro, seus ancestrais seguiram o caminho de Ninrode e buscaram fazer guerra contra Deus, agora a salvação e a reconciliação poderia alcançados,  a graça de Deus excede todo o entendimento, e estará disponível a todos os homens.
GEN 28:15 E eis que eu sou contigo, e te guardarei por onde quer que fores, e te farei voltar a esta terra; porque não te deixarei até tanto que tenha feito o que te disse.
GEN 28:16 E despertou Jacó de seu sonho disse: Certamente o SENHOR está neste lugar, e eu não o sabia. 
GEN 28:17 E teve medo, e disse: Quão terrível é este lugar! Não é outra coisa que casa de Deus, e porta do céu. Jacó tinha tido uma experiencia com Deus, mas ainda não tinha discernimento para entender a mensagem do Eterno, havia a crença de uma verdade, no qual, aquele que visse Deus pessoalmente, certamente morreria, de certa forma, devido ao ocorrido no diluvio, onde a humanidade tinha sido dizimada por Deus, e também por conta do extermínio de Sodoma e Gomorra, as pessoas tinham medo de uma experiencia com Deus, elas fugiam de sua presença, e Jacó demonstrava ter esse medo, ele iniciaria sua caminhada, para compreender a verdade, que Deus mudaria sua vida, a verdade não é algo que podemos simplesmente explicar em um comentário bíblico, ou muito menos em um livro de 1000 paginas, a verdade é algo que vai além do entendimento humano, se pudesse resumir eu diria que a verdade é simplesmente a libertação completa do homem com a divindade.
GEN 28:18 E levantou-se Jacó de manhã, e tomou a pedra que havia posto de cabeceira, e levantou-a por coluna, e derramou azeite sobre ela. Jacó estava em sua viagem sozinho, a região de Harã era uma região onde existia muitas caravanas comerciais, portanto mesmo que fosse uma terra boa para viajar, naquele tempo partir sozinho em uma viagem tinha sempre seus perigos.
GEN 28:19 E chamou o nome daquele lugar Betel, ainda que o nome da cidade antes era Luz.
GEN 28:20 E fez Jacó voto, dizendo: Se for Deus comigo, e me guardar nesta viagem que vou, e me der pão para comer e roupa para vestir,
GEN 28:21 E se voltar em paz à casa de meu pai, o SENHOR será meu Deus, 
GEN 28:22 E esta pedra que pus por coluna, será casa de Deus; e de tudo o que me deres, darei o dízimo a ti.  Jacó queria um contato com Deus, ele precisava saber suas intenções, pois não tinha Jeová como seu único Deus, ele demonstra uma crença deísta, isso possivelmente se deve a criação que Rebeca tinha lhe dado, Rebeca e seus familiares não eram monoteístas, embora ela tenha seguido Isaque, não se sabe ao certo, qual sua procedência, ela colocava suas opiniões e seus favoritismo acima de seu marido.

Notas e referencia de pesquisa


- Segue os créditos a Blive que é a responsável pelo comitê de tradução da bíblia livre.
- Os trechos comentados estão negrito.
- Os comentários são de Lucas Ajudarte, Teólogo e Arqueólogo bíblico pela FTN (Faculdade de teologia nacional), a revisão é de Vanderleia Custodio.
- Caso possua alguma referencia externa, será mencionadas nesse rodapé.
- Referencia externa, Padã-Arã, Enciclopédia livre.
- Referencia externa, Harã, Enciclopédia livre.
- Leia Reflexões da vida, um blog parceiro.

Agradeço por ler esse capitulo comentado, deixe sua opinião nos comentários, para receber mensagens via WhatsApp nos mande pelo (19) 993702148. 

Compartilhe o blog Reflexões Cristãs com seus amigos e familiares, e ajude nosso projeto.