Um contexto histórico sobre a Ideologia de gênero - Reflexões Cristãs - Estudos e Mensagens Bíblicas Um contexto histórico sobre a Ideologia de gênero

Translate

Um contexto histórico sobre a Ideologia de gênero

Ideologia de gênero no contexto soviético e do comunismo histórico


Hoje algumas ideologias oriundas do comunismo cientifico, tem feito verdadeiras histerias e distúrbios sociais na atualidade, como a ideologia de gênero, feminismo, ateísmo ativista, entre outras questões levadas em as massas populares, mas que não estão evoluindo em debates saudáveis, e muito menos abordada com verdade e transparência por parte de grandes veículos de comunicação e governos ocidentais, embora as origens e ligações remontam alguns séculos passados, na Europa pós-iluminismo, ela passou por uma ampla evolução na União Soviética.

Muitos dedos de braços diferentes das ramificações comunistas


Muitos não conhecem todas os braços do comunismo, e acreditam que ele seja apenas uma posição politica anticapitalismo, mas isso é ainda mais amplo, possuindo vertentes cientificas, que pregava que homens e mulheres são gêneros e não "homem" e "mulher", e também que a religião deve ser padronizada e unificada, sendo regulada através do estado, sendo este o comunismo ecumênico, que para muitos a longo prazo, se resume a um ateísmo universal e culto ao estado.


Um contexto histórico sobre a Ideologia do gênero
União Soviética e China, juntas expandindo o comunismo




Essas são apenas algumas vertentes desse sistema politico venenoso , autoritário e ditatorial, hoje abordaremos a ideologia do gênero, que está diretamente ligada ao comunismo cientifico.

Um experimento genocida na Rússia Soviética


Para entendermos o contexto atual, precisamos retornar ao passado, Karl Marx no século XIX  criando varias teorias filosóficas e politicas embora seja verdade que muitos desses pensamentos marxistas também foram difundidos na revolução francesa, mas foi Marx que fez o comunismo como conhecemos hoje ganhar padrão e teor acadêmico, suas teorias entretanto não foram bem vista pelos governos europeus no século XIX, mas ainda sim, fez muitos seguidores, que graças a suas mensagens populistas, chamou a atenção de grupos de trabalhadores.

O que ganhou muita força da Rússia czarista, que devido ao enfrentamento de uma dura guerra civil ao fim do século XIX e inicio do século passado, o que gerou fome e revolta na população civil, situação que piorou muito, quando o Imperador da Rússia decidiu lutar a primeira guerra mundial, quando os russos não estavam recuperados das inúmeras guerras que tinham participado, e dessa forma, Vladimir Ilyich Ulianov também conhecido pelo pseudônimo de Lenin, ganhou força entre os russos, pregando o fim da guerra contra a Alemanha, e também prometeu comida, terra e paz, o que soava muito bom para os russos cansados  de genocídios assistidos na primeira guerra mundial.

Após alguns anos de nova guerra civil entre o exercito vermelho russo (comunista) e o exercito branco (monarquista) resultou em uma vitória dos vermelhos, o que resultou no nascimento da Republica Socialista Soviética, o que era novo em todo o mundo, pois até então ninguém tinha visto o comunismo governando em nenhum pais, e a Rússia seria um teste dessa ideologia politica autoritária e com controle absoluto do estado sobre religião, meios de produção, e até mesmo sobre todas as opiniões e informações recebidas pela sociedade.

Leia artigos e reflexões sobre esse e outros temas: 


Genocídios, ataques a liberdades religiosas e até mesmo a família tradicional


Muitos desastres foram vistos nos tempos da União Soviética, como o Homolodor Ucraniano, que resultou na morte de quase dez milhões de pessoas por fome, por conta de confisco de terras e até mesmo de comida, promovidas por Stalin.


propaganda futurística soviética e chinesa sobre ideologia de gênero



Outro desastre que causou histerias nas famílias e cidades soviéticas foi a ideologia de gênero, que começou no começo dos anos vinte do século passado, a discussão e as tentativas de impor termos neutros para sexualidade para abraçar minorias.

O pensamento soviético, parte para o pensamento que o estado é quem está sobre o controle das vidas das pessoas, e todos trabalham para o estado, homens e mulheres são iguais, de forma que a ideia de "homem" e "mulher" não poderiam ter um futuro, o que deveria existir é pessoas trabalhando em pró do estado marxista, de forma que a reprodução era apenas com consentimento do governo, a ideia de sexo, não seria numa visão de amor ou em família, e sim algo vago, apenas para a execução de um dever, isso é denunciado no livro 1984 de George Orwell, para chegar a algo nesse nível, os soviéticos sabiam que não poderiam fazer rapidamente, antes, precisariam destruir a visão existente de religião, família, e identidade por raça e cultura, durante décadas os soviéticos tentaram, mas mesmo que atingindo muitos, falharam em impor sobre muitos países e culturas.

A própria sociedade soviética, não largou suas origens e fé no cristianismo, sendo que a igreja ortodoxa russa é forte no pais, e hoje seus principais governantes são conservadores, mas aqueles que tentaram na Rússia, hoje estão espalhados por toda a Europa, América Latina, e outros cantos do mundo, apoiados por grandes empresas globalistas como bancos, redes de tvs, jornais, encabeçadas e orquestradas pela maçonaria francesa e pelo grupo Bilderberg.

A União Soviética caiu, mas suas ideologias se espalharam


Por mais que o mundo viu o nascimento e vida da União Soviética, e todos os genocídios e atrocidades feitos por esse regime ditatorial, o mundo não viu morrer suas ideias, hoje, partidos políticos sob bandeira comunista, evoluíram e se adaptaram a realidade atual, através de visões progressistas e de "socialismo de mercado" políticos, ongs, grupos ativistas com pensamentos oriundos da União Soviética, aos poucos derrubam a cultura e identidade dos países ocidentais, vemos aos poucos todas aquelas ideias de comunismo cientifico, como a ideologia de gênero, invadindo escolas, cinemas, mídias e efetuando lavagem cerebral em nossas crianças, que a partir de sua primeira década de vida, já são bombardeados por aspectos progressistas e liberais, de forma que foge de qualquer aprendizado seguro a jovens e adolescentes, de forma que em poucas décadas, o que eram minorias, estão assumindo um controle ditatorial em nome de um suposto politicamente correto.

Considere assistir essa matéria da Sputnik, um jornal russo que aborda a temática, sendo uma ótima introdução as novas abordagens sobre a família.




Precisamos manter o alerta sobre o tema, as pessoas precisam se conscientizar e entender o risco do comunismo, em especial o comunismo cientifico, sintam-se livres para recomendar temas e dar opiniões nos comentários, e nos siga em nossas redes sociais.

Recomendações de leitura   


Este blog produz opiniões e textos independentes em uma perspectiva cristã com atualizações todos os domingos, obrigado por ler esse artigo, comente e de sua opinião, compartilhe com seus familiares e amigos, receba as Reflexões Cristãs pelo WhatsApp ou Telegram (19) 993702148.

2 Comentários

  1. Isso é homofobia cara, vai se tratar fanaticoo!

    ResponderExcluir
  2. Essas verdades poucos tem falado, mas não podemos aceitar ensinamentos contra as escrituras e essas ideologias humanas, q não provém de Deus. Como diz Paulo não vos conformeis com esse mundo, romanos 12:2,.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Reflexões Cristãs - Estudos e Mensagens Bíblicas