O ocultista Adolf Hitler membro de uma poderosa sociedade secreta - Reflexões Cristãs - Estudos e Mensagens Bíblicas O ocultista Adolf Hitler membro de uma poderosa sociedade secreta

Translate

O ocultista Adolf Hitler membro de uma poderosa sociedade secreta

Adolf Hitler era membro da sociedade secreta paramaçonica alemã Thule

Um ocultista, membro da sociedade secreta paramaçonica Thule, esse era Adolf Hitler, que junto com os demais membros do Thule, tentaram reintroduzir o antigo paganismo germano-escandinavo a sociedade alemã e a toda raça ariana.

Precisamos entender que a maior parte das decisões tomadas por um sistema de governo, não são tomadas visando os interesses da maioria, existem uma pequena elite nos bastidores, e foi também assim na Alemanha nazista, existia naquela sociedade um jogo de interesse entre sociedades secretas, que usavam a população como massa de manobra para seus interesses, embora a grande maioria das pessoas nos dias atuais não acreditam em sociedades secretas, elas estão presentes nos livros e revistas históricas, o passado e presente não podem ser apagados, elas são reais.

Estaremos expondo um registro histórico sem mascara sobre a presença de sociedades secretas paramaçonicas na Alemanha nazista

Adolf Hitler é um dos homens mais influentes da história moderna. Ele mudou o curso da história durante a Segunda Guerra Mundial e por suas ideias racistas. Embora existam muitos documentos, discursos e declarações sobre ele, Hitler era um homem reservado. Acredita-se que ele foi guiado por forças secretas que moldaram sua ideologia e lhe deram poder. Embora ele tenha aproveitado muitas mudanças históricas e situações caóticas da época, é possível que as sociedades secretas tenham desempenhado um grande papel na formação de Hitler, influenciando até mesmo na construção de campos de trabalho forçados onde eram colocados judeus e outras minorias.


O ocultista Adolf Hitler membro de uma poderosa sociedade secreta
O ocultista Adolf Hitler e os Thule


Hitler não teria sucesso em seus planos quase bem sucedidos, se toda a sociedade alemã, não tivesse um ódio e preconceito enraizado em sua sociedade, e também em toda Europa, um forte sentimento ultranaciolista e antissemita, a exemplo que não foi só na Alemanha que o fascismo e nazismo tiveram êxito, devemos citar figuras históricas como Oswald Moslen que se tivesse conseguido criar uma Inglaterra Fascista, os rumos da segunda guerra e do mundo como conhecemos, teriam outros resultados.

Leia também: Bohemian Grove: O clube dos ricos e poderosos americanos.



Sociedades secretas presentes na Alemanha unificada

A ascensão de Hitler pode ser rastreada até a unificação dos reinos alemães em 1871. Embora fossem politicamente unificados em um único império, essas regiões permaneceram culturalmente diferentes. É por isso que planos foram feitos para unificar os alemães também nos aspectos culturais. Por exemplo, Richard Wagner compôs o ciclo do anel combinando histórias mitológicas e contos populares alemães e escandinavos.

Algumas tentativas envolveram até a formulação de uma religião alemã e de um destino manifesto germânico. Dois devotos de tais causas eram dois austro-alemães que eram os chefes de pequenas sociedades secretas que tinham relação direta com a maçonaria francesa, que apoiavam o misticismo racial germânico. Eles eram Jörg Lanz von Liebenfels, um teórico racial, e Guido von List, um ocultista. Liebenfels acreditava que a raça ariana foi criada por alienígenas divinos e que os alemães eram os únicos sobreviventes dessas divindades alienígenas em sua forma mais pura. Para promover a consciência racial alemã, Liebenfels estabeleceu uma fraternidade secreta chamada Ordo Novi Templi, ou 'Novos Templários'. Ele também publicou uma revista chamada Ostara . Um dos leitores desta revista era um jovem, então desconhecido, Adolf Hitler.

💣 Imagem ilustra símbolos que retratam adoração pagã milenar da suástica, é possível ver essa simbologia paganizada da suástica na antiga cidade de Troia, e Chipre e outras regiões da Europa antiga, muitos sugerem ligação da adoração pagã ligado a suástica com a migração hitita, vários dos símbolos presentes na representação, são presentes até hoje, na maçonaria.

Representação maçônica com símbolos da suástica nazista
Por Achim Hering - Obra do próprio, CC BY 3.0



Guido Von List também sonhava em reviver o paganismo germânico, adorando deuses guerreiros e usando scripts e símbolos mágicos, incluindo a suástica. Suas ideias geraram muitas sociedades secretas, incluindo o  Reichshammerbund , ou 'Reich Hammer League' e o  Germanenorden ou 'Ordem Alemã'. Essas sociedades secretas eram todas partes de outras maiores e cada uma continha grupos ainda menores. Por terem um pequeno número de membros em comparação com a população de 60 milhões da Alemanha, eles não tiveram influências consideráveis ​​na opinião pública na Alemanha. Mas sua contribuição final para o destino alemão foi que eles serviram como ambiente para o início do nazismo.

O início do nazismo e o fortalecimento das sociedades secretas

A principal influência na formação da ideologia nazista foi a Primeira Guerra Mundial. A guerra levou à erradicação de muitos escalões nas ordens ariosofistas, que foram então substituídos por tições mais radicais.

Um desses homens que acabou contribuindo para a ascensão de Hitler foi Rudolf Von Sebottendorf. Em busca de dinheiro e iluminação espiritual, ele foi para a Turquia e entrou para uma irmandade sufi mística e, em seguida, juntou-se a uma ordem maçônica associada ao Rito de Memphis-Misraim.

Aprenda mais sobre a origem e desenvolvimento da maçonaria e dos illuminatis.

Ele teve contato próximo com os jovens turcos. Foi um grupo revolucionário que assumiu a Turquia após a queda do Império Otomano em 1908. Um dos pioneiros dos jovens turcos foi Termudi, um judeu maçônico e ocultista, que foi o patrocinador de Sebottendorf. Em um curso de evolução semelhante ao dos nazistas, os jovens turcos também se dividiram em seitas nacionalistas extremistas. Eles então cometeram o Genocídio Armênio.

Em 1913 Sebottendorf voltou para a Alemanha. Ele era tão misterioso que havia rumores ao seu redor dizendo que trabalhava para o exército alemão ou para diferentes serviços de inteligência. Ele se juntou ao Germanenorden, sabendo por sua experiência na Turquia que uma organização secreta é um bom lugar para espalhar propaganda e se envolver em uma conspiração política.

O exército alemão e o Germanenorden tinham ideias pró-guerra e antipacifistas. Essa pode ser a razão pela qual ele se associou ao exército alemão para neutralizar o derrotismo e o pacifismo que emergia como reação à Primeira Guerra Mundial.

💣 A suástica, também é presente na sociedade budista, além de historicamente ser presente, em varias culturas pagãs, o que chama a atenção, é este símbolo estar associado a sociedades pagãs de vários cantos do mundo, como na Europa pré cristã, e até mesmo em um povo nativo americano conhecido como os Kuna Yala, no Panamá e em antigas culturas asiáticas.

Suastica tambem é presente na cultura Budista e em diversas culturas pagãs pelo mundo



Surgimento da Sociedade Thule

Ele se tornou o líder da Germanenorden em Munique e mudou seu nome para  Thule Gesellschaft , ou 'Sociedade Thule'. Recebeu o nome de uma terra nativa ariana no Pólo Norte. O emblema que Sebotterndorf projetou para a sociedade Thule era uma suástica com uma adaga nela. Os membros pareciam um grupo de excêntricos que falavam sobre coisas como astrologia e runas. Mas, na realidade, eles estavam conspirando com propósitos políticos.

Sebonttendorf passou a criar ramos da 'sociedade de estudo' da Thule, chamados de anéis de Thule. Uma dessas sociedades substituiu o socialismo e os bolcheviques. O nome da sociedade era círculo de trabalhadores políticos, que deu origem ao Partido Nazista.


💣A cruz Escandinávia é um símbolo de um antigo povo pagão, presente na Europa pré-cristã. Este símbolo nórdico, é a representação da cruz do sol, nos dias de hoje, é símbolo ainda empregado no neopaganismo moderno, como símbolo ao deus sol dos escandinavos.

Cruz suástica Escandinávia


Ponderações finais, qual a importância de conhecer e divulgar esses fatos históricos

O papel das sociedades secretas é claro na ascensão do nazismo. Houve algumas sociedades secretas que deram origem ao nazismo. Tudo começou com a unificação da Alemanha em 1871.

Muitos nos dias atuais tem a visão de que o paganismo deixou de existir no mundo ocidental e na sociedade cristã, mas os pagãos e ocultistas ainda existem, eles apenas agem de forma discretas, em sociedades secretas como a maçonaria, e vertentes delas como foi a sociedade Thule, muitos já questionaram o fato de conhecer maçons, e até mesmo cristãos que são maçons, de tempos em tempos conheço até pastores evangélicos na maçonaria. o principio que devemos afirmar, é que existem varias vertentes e graus presentes nas sociedades secretas, em cada grau, o "iniciado" é submetido a uma proposta e conhecimento novo, que vai moldar seu ponto de vista e caráter.

Alguns que possuem a fé cristã enraizada em seus corações, deixam essas sociedades secretas, que são o berço do paganismo atual, e tentam promover suas crenças pagãs na sociedade, através de sua vasta influencia, seja em musicas, filmes e até mesmo por meios de leis, como o aborto, que nada mais é, do que uma nova forma de promover os antigos sacrifícios de crianças de forma moderna, informações como essa expõe algo muito divulgado por este blog, que o paganismo antigo, jamais foi varrido do mapa, e para tornar-se forte novamente, tem como impedimento o cristianismo e as religiões monoteístas, exatamente por isso, uma nova ordem mundial, que exclua essas religiões, trazendo o comunismo e o ecumenismo, irá retirar as restrições que hoje os pagãos possuem.

Envie esse texto documentário para o máximo de pessoas, e promova as paginas históricas que não são contados na grande mídia, a verdadeira historia sem mascarás, para que dessa forma, possamos continuar a trazer informações relevantes e confiáveis ao publico cristão.

Recomendações de leitura. 

👉 Arcebispo denuncia infiltrações maçônicas na igreja católica.

👉 Papa anuncia Ecumenismo e Nova Ordem Mundial.

👉 O paganismo nos dias de Hoje.

👉 Recomendo muito a leitura do livro Apoiando Hitler de Robert Gellately, nessa obra histórica é exposto com documentos e testemunhos, como o povo alemão sabia de tudo que ocorria nos campos de concentração, apoiando o governo do nazista.

 Este blog produz opiniões e textos independentes em uma perspectiva cristã com atualizações todos os domingos, obrigado por ler esse artigo, comente e de sua opinião, compartilhe com seus familiares e amigos, receba as Reflexões Cristãs pelo WhatsApp (19) 993702148.

1 Comentários

  1. Hitler ser maçom faz sentido, os maçons são extremamente bandeirantes e extremistas, pra eles quem não é maçom, ou familias que nao tem agregados na maçonaria são considerados profanos, só por existir, esse espirito preconceito e sedentarismo, é tipico dos nazistas e facistas

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Reflexões Cristãs - Estudos e Mensagens Bíblicas