Jesus segundos os Evangelhos Sinóticos

Jesus Cristo Segundo os Evangelhos Sinóticos e de João. 



Evangelhos Sinóticos é uma expressão usada para designar os Livros de Mateus, Marcos, Lucas por conterem grandes quantidades de passagens em comum, muitas passagens ligadas ou mesmo "duplicadas" são importantes para confirmar o ocorrido, dessa forma é encontrada referências de fatos sobre a vida e morte de Cristo.

Jesus segundos os Evangelhos Sinóticos - Arqueologia Bíblica
Evangelhos sinóticos sobre Jesus 


Dês de que esses Livros foram selecionados para o cânon Cristão Ortodoxo é comum o uso deles para as doutrinas básicas do cristianismo, vele lembrar que não são os únicos livros que falam sobre a vida ministerial de Jesus, mas sem dúvidas esses três livros foram os mais "impressos" e divulgados na Igreja primitiva principalmente o livro de Lucas.




"Tendo, pois, muitos empreendido pôr em ordem a narração dos fatos que entre nós se cumpriram,

segundo nos transmitiram os mesmos que os presenciaram desde o princípio, e foram ministros da palavra, pareceu-me também a mim conveniente descrevê-los a ti, ó excelente Teófilo, por sua ordem, havendo-me já informado minuciosamente de tudo desde o princípio;





Para que conheças a certeza das coisas de que já estás informado."




Lucas 1:1-4 Bíblia Ferreira de Almeida Off-line.


Nessa passagem do livro sinótico de Lucas é usado uma espécie de introdução ao livro, no qual originalmente foi feito para uma apresentação dos fatos da vida de Jesus narrados por Lucas, e enviado a alguém com o nome de Teófilo,  acerca de Teófilo a historia pouco Sabe, mas o Livro de Lucas foi certamente um dos mais conhecidos do NT (Novo Testamento) foi feito com a Intenção de ser extremamente divulgado, Lucas no verso três usa a Expressão "minunciosamente" ou seja o livro de Lucas antes de ser escrito foi Investigado pelo autor, pois muitos diziam muitas coisas contraditórias e nem sempre verdades, vejamos o significado segundo o dicionário:

Advérbio

De modo minucioso; com detalhe e minúcia: analisar minuciosamente um documento.

Etimologia (origem da palavra minuciosamente): feminino de minucioso + mente.



Definição de Minuciosamente

Classe gramatical: advérbio

Separação silábica: mi-nu-ci-o-sa-men-te


Leia mais sobre Arqueologia bíblica


Outros livros que também falam sobre a vida de Jesus além dos Sinóticos são o livro de João, e alguns livros Apócrifos como O “Protoevangelho de Tiago”, “Evangelho da Infância Segundo Tomé”, “Evangelho de Pedro”, esses livros falam geralmente sobre a Infância e no caso do Evangelho de Pedro fala muito sobre o Julgamento de Jesus bem como sua Morte e Ressurreição, existem outros também como o "Evangelho de Felipe" e o "Evangelho de Verdade".


O Motivo por traz de que os Livros Apócrifos não foram Escolhidos como Canônicos nos casos dos Evangelhos é controverso pois em alguns casos pode se associar as crenças que seriam adotadas por Constantino e outros Pais da Igreja Romana mais tarde entre o Terceiro e Quarto Século e em outros casos devido à falta de réplicas ou seja numero baixo de copias ou mesmo por seus escritos serem de origens com pouca confiabilidade que poderia ser definido dês da qualidade da preservação de seus Papiros e pergaminhos onde neles estavam contidos.

Todos os Evangelhos são Curiosamente Anônimo, mas devido a tradição Cristã primitiva são associados a autores como alguns dos Apóstolos no caso do Livro de Marcos o Livro tem 31 versículos relativos e alguns milagres não relatados nos outros Evangelhos.

Um Homem Chamado Jesus surge na Narrativa de Marcos como em uma Ação Heroica, um exorcista, um curandeiro e um milagreiro, outro fato Importante no Evangelho de Marcos é o segredo messiânico como Jesus pedindo silencio ao endemoniado, Além de como em outros Evangelhos o uso de Parábolas para esconder a Mensagem.

Vale novamente ressaltar que o evangelho de Marcos é Anônimo, mas a tradição cristã primitiva identifica autor deste evangelho como Marcos, o Evangelista, de quem se diz ter baseado este trabalho sobre o testemunho de Pedro. Alguns estudiosos modernos consideram essa tradição essencialmente credível, enquanto outros a põe em xeque. No entanto, mesmo os estudiosos que duvidam da autoria de Marcos reconhecem que muito do material deste Evangelho remonta um longo caminho, representando informações importantes sobre o Jesus histórico. Por isso, o Evangelho de Marcos é muitas vezes considerado a fonte primária de informações sobre o ministério de Jesus.


O Evangelho de Mateus é dos três evangelhos sinóticos o mais controverso e polemico, fortes acusações de adulteração de textos são comuns acerca deste livro,  muitos estudiosos dizem que o livro foi escrito em grego, mas Mateus era Hebreu, o que é muitas vezes explicado que Ele foi narrado por Mateus e escrito anonimamente por alguns dos discípulos e reescrito em Hebraico e mais tarde traduzido para o Grego o Livro de Mateus é basicamente dividido em secções como  o Sermão da Montanha (cap. 5, 6 e 7), as Instruções para a missão aos doze apóstolos (cap 10), o discurso das Parábolas (cap. 13), instruções para a comunidade (18), o Sermão do Monte das Oliveiras (cap. 24-25).

A Passagem mais Polemica pelos Estudiosos do Livro de Mateus sem dúvidas é a Grande comissão (Mateus 28) mas em particularmente o Verso 19, onde muitos afirmam haver uma adulteração por volta do terceiro para o Quarto Século.

O Evangelho de João não é um dos Evangelhos sinóticos, mas diferente dos Apócrifos ele também é canonizado pela cultura cristã, pode-se afirmar que o Livro Joanino traz uma perspectiva Teológica em seus Escritos, isso é explicito dês do Primeiro Capitulo João 1 e seus capítulos e Versículos posteriores, mas o Livro não tem a mesma combinação e ligação externa de seus Históricos apresentado com os outros Livros Evangelhos Apócrifos e mesmo os Sinóticos. 31 Versículos relativos e alguns milagres não relatados nos outros Evangelhos.

Blog reflexões cristãs levando mensagens cristãs, estudos bíblicos, devocionais e pensamentos e reflexões a todos, inscreva-se em nosso canal e siga-nos em nossas redes sociais.

Lucas Ajudarte quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018
Jesus é um deus menor - as heresias das Testemunhas de Jeová #pt02

As inconsequências da tradução novo mundo, Jesus é um deus menor


Quando analisamos textos bíblicos, temos que analisar critérios é verdade, mas o critério jamais pode ser o de opinião própria em contraste com o que está de fato escrito, assim também quando o movimento conhecido como Torre de vigia, realiza em suas dissertações de sua própria verdade.

Jesus é um deus menor -  as heresias das Testemunhas de Jeová #pt02
Riscos da tradução Novo Mundo


A Sociedade torre de vigia afiliada do movimento religioso conhecido mundialmente como testemunhas de Jeová, lançou no ano de 1962 a que ficaria conhecida como Bíblia Novo mundo, onde basicamente ela teve como intuito, o uso de textos mais antigos da cristandade, mas assim como as demais traduções modernas, existe um triste e duro equivoco, não houve a intenção de traduzir a bíblia sagrada e sim de criar um eixo moderno para uma defesa de suas crenças, portanto os Tjs adulteraram descaradamente vários textos bíblicos, um verdadeiro acervo de mudanças.

A base doutrinaria da bíblia  é o uso dos textos: NT: O Novo Testamento no Grego Original de Brooke Foss Westcott e Fenton John Anthony Hort. AT: Bíblia Hebraica Stuttgartensia, curiosamente não houve principalmente uma defesa coerente sobre os textos da Stuttgartensia, uma dos principais argumentos dos tradutores da Novo mundo foi que iria ser usado os textos mais antigos sempre procurando as traduções mais antigas, não levando em conta a procedência dessas traduções, o que é questionável é que os rolos do mar morto não foram usados como base mesmo possuindo escrituras das mais antigas, e ainda por cima a tradução não apresenta intenção literal, pois é usado sentido do tradutor, para que fosse facilitado o uso e interpretação de acordo com a perspectiva dos usuários (membros das Tjs).

O erro mais grotesco da tradução Novo mundo


No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.
João 1:1 (ACF)
No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.
João 1:1 (ARI)
No princípio era aquele que é a Palavra. Ele estava com Deus, e era Deus
João 1:1 (NVI)
No princípio era a Palavra , e a Palavra estava com Deus, e a Palavra era Deus.
João 1:1 (O LIVRO)
No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus
João 1:1 (S BRITANICA)
No princípio era o Verbo, e o Verbo estava junto de Deus e o Verbo era Deus.
João 1:1 (CATOLICA)
No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com Deus, e a Palavra era um deus
João 1:1 (Tradução Novo Mundo)



Na historia da Divindade segundo o Judaísmo, sempre houve um Único e Verdadeiro Deus, e de fato existe, é algo incontestáveis nas escrituras, aceitar que Jesus era Deus praticamente era oposto do que o Arianismo das Tjs assumiam, portanto a Torre de Vigia não podia permitir que essa expressões entrassem em sua tradução.

                         Relacionado: Jesus o Nazareno, o Homem que carregou a Cruz.


Portanto surge ai o texto critico, que diferente dos textos receptus aceita com muito mais vigor a opinião dos tradutores por traz dessa tradução, mas especificamente, assim como outras traduções contemporâneas, não teve como simples objetivo, traduzir as escrituras e sim traduzir com coerência segundo a crença Unitarista dos Testemunhas de Jeová e a torre de vigia.

Sendo assim, quando os Testemunhas de Jeová usam a expressão "era um deus..." de forma diminuitiva, automaticamente chamam Jesus de deus falso, assim como os deuses pagãos da antiguidade.

Links, Referencias de pesquisa e indicação de leitura:

João 1 - contexto bíblia novo mundo
João1 - contexto ACF
*Embora não usamos nesse artigo recomendamos a tradução KJA ou KJF
*Email: blogreflexoescristas@mail.com

Lucas Ajudarte segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018
Unicidade de Deus - Quando queremos ver Deus

Unicidade de Deus, uma introdução a Divindade de Jesus Cristo



Era por volta do ano 325dC, no que foi chamado o primeiro "Concilio de Niceia", onde que ocorreu uma reunião de bispos na cidade de Niceia da Bitínia (atual İznik, Turquia), eles foram reunidos pelo imperador romano Constantino que tinha uma missão a cumprir e realizou seu trabalho com louvor, mas a questão é para quem foi sua missão, para Deus ou para si mesmo.

Unicidade de Deus - Quando queremos ver Deus
Judas 1:4 ("Negam a Deus..")



Em varias leituras sobre arqueologia bíblica e pesquisadores sobre a historia da igreja intitularem Constantino como o maior politico da historia, basicamente o cristianismo crescia muito no mundo antigo e com esse crescimento passou a trazer grandes problemas ao Império, onde foi necessário uma intervenção sobre os cristãos e dessa forma era necessário que os Romanos decidissem, ou exterminassem os cristãos ou filiavam o cristianismo no Império.

Vale ressaltar que antes de Constantino muitos cristãos foram aniquilados e o Império tentou exterminar os cristãos, mas por quase dois seculos os Romanos mataram os apóstolos, os primeiros discípulos e aniquilaram muitos seguidores das mensagens de Jesus e dos apóstolos, com o passar do tempo os Romanos decidiram mudar a estrategia e unir-se aos cristãos o que não era fácil, pois os primeiros cristãos eram assim como os Judeus muito sectarizados e divididos em grupos, em varias questões não havia uma crença homogênea sobre diversos assuntos.

A maior divisão da igreja primitiva era exatamente sobre a Divindade de Jesus Cristo e desta forma foi necessário uma intervenção nesse aspecto para que os planos de Constantino progredisse, em-breve começaremos uma serie de estudos sobre a Unicidade de Deus e abordaremos a questão de forma ampla, inscreva-se ao blog.







Unicidade de Deus, segundo a perspectiva da teofania.

Vale lembrar que a pregação é de um pastor trinitário que não é unicista, mas que fatalmente falou a verdade sobre a realidade dos fatos, embora assim como boa parte dos pastores trinitários sabe, a verdade, futuramente criaremos uma serie de estudos bíblicos sobre a Unicidade de Deus, e podemos também criar videos para sobre o assunto, criaremos vídeos próprios quando chegarmos aos 2500 inscritos.

Blog reflexões cristãs levando mensagens cristãs, estudos bíblicos, devocionais e pensamentos e reflexões a todos, inscreva-se em nosso canal e siga-nos em nossas redes sociais.

Adquira a Bíblia dos Unicistas em formato digital por um preço super acessível: Bíblia Monoteísta.

Canal Reflexões Cristãs sábado, 24 de fevereiro de 2018
Quinto mandamento - "Honrarás Pai e Mãe"

O Amor da Família, o que a bíblia ensina sobre a Família


Uma das passagens mais lindas e  reverentes da bíblia, assim pode ser definido o quinto mandamento, que de certa forma é o verso que mais podemos usarmos e praticarmos em nossa vida, é uma questão mínima de decência, o amor a família, ao pai e a mãe, veremos portanto o que a bíblia ensina sobre a família, mas especificamente o pai e a mãe.

Quinto mandamento - "Honrarás Pai e Mãe"
Uma família unida supera qualquer crise
Sobre o amor da família podemos citar o verso: “Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá" Ex 20:12

Segundo as escrituras as bênçãos de Deus são atribuídas ao honrar o pai e a mãe, para entendermos  o por que, não precisamos ir em buscas de longos raciocínios teológicos ou buscarmos forte contexto bíblico, pois trata-se de uma questão moral e não apenas espiritual, de certa forma a maior parte dos dez mandamentos trata-se de questões morais, nesse a única forma apresentada é moral, você não pode bater em seus pai, pois é seu pai, assim também não pode bater em sua mãe, pois trata-se de sua mãe.

Não é algo difícil de entendimento e sim apenas de uma questão de amor, amamos a nossa família, e esse versículo não trata-se apenas de pai e mãe, a citação de pai e mãe foi uma forma mais apelativa para definir o respeito a família, seja seus filhos, avós, primos ou mesmo seu próximo, pois somos todos irmãos.

Leia também: Cena do filme "Para sempre" (ACREDITE NO CASAMENTO) 

Quando somos pequenos olhamos nossos pais e confiamos completamente neles, por questões naturais sabemos que quando estamos com eles estamos seguros, estando em casa com nossa mãe entendemos que não passaremos fomes ou ao menos não morreremos por isso, ela lutará por nós e cobrirá nossas necessidades e por isso não podemos maltrata-la quando crescemos, essa é uma questão humana e completamente moral.

É claro que os pais e mães não podem incitar seus filhos com o ódio, pois ações muito apelativas como excesso de reclamações e maus-tratos naturalmente serão retribuídos com a mesma moeda, é uma questão lógica "o ódio trás ódio" quanto mais brigas procuramos mais encontramos e por conta disso nossas gerações são completamente corrompidas e desiludidas, vendemos nossos filhos para descontar nossa raiva e ganhamos magoas com suas ações pois também não somos bons exemplos.
A forma mais fácil de chegar a longanimidade é estar único com sua família, e através disso sempre terá parceiros inseparáveis ao seu lado, uma corrente unida na família pode ser a forma mais eficiente de superar momentos de crises, seja emocionais, financeiras, saúde, qualquer que seja a sua luta, ela estará do seu lado.

Caso pudesse simplificar tudo sobre o quinto mandamento simplesmente diria que " Aos que Honram sua família, encontraram a paz, pois atos de paz geram paz e atos de amor geram amor"

-Mateus 15:4 "Pois Deus ordenou: ‘Honra a teu pai e a tua mãe’, e ainda, ‘Quem amaldiçoar seu pai ou sua mãe seja punido com a morte’. "
-Efésios 6:2 “Honra a teu pai e tua mãe”; este é o primeiro mandamento com promessa.
-Provérbios 3:16 "Ao passar da vida, na mão direita a sabedoria te garante longevidade; na mão"

Leia mais de reflexões cristãs

Que a paz que excede todo o entendimento esteja com todos.
Para receber nossas atualizações pelo WhatsApp envie Sim para (19)993702148


Lucas Ajudarte quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018
Deus é nosso Rei e mestre (Reflexões cristãs)

Deus é nosso Rei e Senhor

Durante os tempos a historia humana apresentaram inúmeros reis de fama e renome, alguns por sua capacidade e outros por sua grande fama, Deus é nosso Rei, Deus é nosso mestre e nenhum homem no mundo poderá mudar isso, a baixo confira um texto lindo sobre o tema, e reflita sobre Deus, e entenda o poder do Senhor.

Somente Deus é o Rei!!! ✝️


Por volta do ano 1100 dC, foram escritos vários textos que ficariam conhecidos como tradição pré-Godofredo e dentre as obras literárias são descritas varias obras que formariam o conto do Rei Artur, conhecido na tradição Bretãs e Galesas.
Uma pesquisa acadêmica de um Historiador Thomas Green identifica três elementos chaves que caracterizam Artur nos primeiros textos, um deles é que ele teria sido um guerreiro inigualável, um bom caçador e também um ótimo líder, e por conta das lendas e suas supostas façanhas ele se tornou um Rei renomado no mundo inteiro.

Deus é o Rei
Deus é nosso Rei e mestre (Reflexões cristãs)


Com a evolução dos meios de pesquisa, a arqueologia passou a responder varias questões acerca das passagens históricas da humanidade, descobriu-se que o rei Artur não passava de um conto para crianças que cresceu e ganhou grandes proporções.

A historia do Rei Artur é bonita, e mascarada de uma figura justa e bondosa, e as pessoas se apaixonam por ficção, mas as figuras mais exemplares são as mais controversas, apenas Deus pode enxergar o rim e o coração do homem, dessa forma jamais saberemos quem são os verdadeiros e os falsos.

A historia de Deus, portanto jamais precisou ser mascarada, em suas escrituras, para quem a leu, pode notar-se que a historia se tratando de uma aniquilação, ou de uma redenção, foi simplesmente exposto a verdade, sem a necessidade de enfeites para melhorar a imagem de um ser que excede o entendimento do homem, Deus dessa forma não precisa justificar seu ato perante os homens, sua onipotência transcende qualquer lei e autoridade.

Não servimos portanto reis fictícios ou materiais que são apenas opositores da verdade e escondem a palavra de Deus fechando a porta dos céus diante dos Homens.

Fazendo o bem ou o mal, atendendo sua oração ou te castigando, Deus é Deus, e continuará sendo o Único e verdadeiro Rei, perpetuo pelos seculos dos Seculos!

Que a graça de Deus que excede todo o entendimento, esteja com todos, um bom dia.

Lucas Ajudarte terça-feira, 20 de fevereiro de 2018
Jesus é o Arcanjo Miguel - As Heresias das Testemunhas de Jeová #pt01

Crenças dos testemunhas de Jeová que são Heréticas 


O Movimento conhecido por alguns como Torre de Vigia, já foram destaques de jornais por conta de afirmações e crenças que no minimo são suspeitas, devemos observar com atenção essa religião que é uma das mais fanáticas e radicais onde membros deixam de conversar com familiares, participar de politicas e até mesmo não podem fazer varias faculdades por conta de ordens de seus lideres, basicamente tudo que um TJ faz é observado e requer uma autorização previa de seu líder, mas tentaremos não abordar assuntos institucionais aqui.


Jesus é o Arcanjo Miguel - As Heresias das Testemunhas de Jeová #pt01
Jesus é o arcanjo Miguel?
O Arcanjo Miguel é ilustrado algumas vezes na bíblia cristã entre ela a passagem mais conhecida, na luta contra o Dragão e seus Anjos no livro de Apocalipse, também é citado em Judas em uma contenda pelo corpo de Moisés, e sempre que apresentado, Miguel é demonstrado como um Anjo de Luta, um Guerreiro, em nenhum momento, ele é usado como uma figura diferente, nenhuma afirmação é encontrada nas sagradas escrituras na qual Jesus seria Miguel.

A afirmação dos TJs se deve pela razão de Miguel ser empregado nas escrituras como Arcanjo e segundo eles existem um Único Arcanjo "...O Arcanjo..." ref Jd 9, e segundo eles Jesus é esse único arcanjo baseado em Tessalonicense 4:16 "...Pois, dada a ordem, com a voz do arcanjo e o ressoar da trombeta de Deus, o próprio Senhor descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro."
Baseado nesse verso eles deduzem que Jesus é o Arcanjo Miguel, infelizmente o uso de interpretação baseado em preceitos linguísticos é um serio problema pois a Bíblia é compilada de livros de Idiomas que possuíam um numero limitado de palavras e ao mesmo tempo eram primitivos, não pode-se portanto pegar versos pequenos  e isolados para se criar uma doutrina.
Analisei portanto o capitulo inteiro de Tessalonicense 4, e ao observar o capitulo basicamente fala de vida em santidade(verso 3), em boa relação com a família(verso 4), se manter puro para que quando Jesus retorna-se não fossem pego despercebidos(versos posteriores), então é usado a expressão "... com a voz de arcanjo..." com o intuito que ordenança da vinda de Jesus cristo, onde Deus desceria do Céus e os mortos em Cristo ressuscitassem, o verso não tinha fundamentação de dizer que Jesus é o arcanjo Miguel, isso é uma grande distorção do capitulo que não baseava-se nisso.

Leia estudos sobre a divindade de Jesus.


Um Homem chamado JESUS CRISTO , veio como enviado de Deus, a humanidade de Jesus se manifestou entre os Homens e o termo anjo basicamente pode ser traduzido como isso, note que: anjo
substantivo masculino
1.rel no cristianismo, no judaísmo e no islamismo, ser puramente espiritual, servidor de Deus e mensageiro entre Ele e os homens.
Nasce portanto ai a confusão da torre de vigia e seus seguidores, pois Jesus veio trazendo com si uma mensagem, mas nada passou de uma missão e manifestação humana, para trazer a graça e o arrependimento aos homem (Tito 2:11) "Porquanto, a graça de Deus se manifestou salvadora para todas as pessoas."

Somente Deus é o Salvador, e justamente Jesus é o nosso Salvador apresentado nas escrituras vide que:
2 Timóteo 1:10
e que nesses dias se manifestou pelo aparecimento de nosso Salvador Cristo Jesus, que aniquilou a morte e trouxe à luz a vida e a imortalidade por intermédio do Evangelho. 
(DEUS apresenta-se como Jesus cristo trazendo a luz ao homem e o Evangelho do Reino de Deus)
Tito 3:4
Contudo, quando da parte de Deus, nosso Salvador, foram manifestadas a misericórdia e o amor pela humanidade.
("...Deus nosso Salvador..." Deus é o Salvador, pois bem Jesus não poderia ser o Arcanjo Miguel, pois Miguel não recebe atribuição para ser nosso Salvador"
Salmos 67:2
para que sejam conhecidos na terra o teu Caminho, a tua Salvação entre todas as nações.
"Miguel não é um Anjo designado a trazer a nós uma mensagem e sim para trazer a guerra, pois a bíblia o apresenta como um anjo de guerra"

 Fica muito claro que Miguel e Jesus são pessoas diferentes pois apresenta-se atribuições diferentes e não existe uma menção objetiva e direta que nos permita a interpretar desse modo, apenas interpolações de versículos, combinando elementos linguísticos que não podem representar uma interpretação segura da bíblia, pois cada livro é escrito com uma finalidade, e cada capitulo é uma narrativa de um evento particular e não pode-se combinar a bel-prazer.

Conheça sobre a Bíblia monoteísta


compartilhe essa postagem com seus amigos e familiares, receba reflexões cristãs por whatsapp (19)993702148.

Lucas Ajudarte domingo, 18 de fevereiro de 2018
Fornicação é pecado - conselho de vida de Silvio Santos

A fornicação é pecado ou foi abolido e não é para os dias de hoje

O pecado é pecado independente do ano ou de quem diga o contrario, a bíblia nos ensina exatamente o que devemos fazer, e temos que lutar para nos mantermos em santidade, reconheço que uma pessoa que não é casada pode sofrer com esse pecado da fornicação, mas a fornicação continua sendo pecado.

Fornicação é pecado - conselho de vida de Silvio Santos
Fornicação é pecado ou apenas cultura social


Na atualidade nossos filmes são baseados em relações sexuais, nossas musicas, escolas, livros ou seja a própria geração em si está sujeita a imposição sexual presente em nossos dias, letras em musicas infantis e programas de televisão massacrando a mente de nossas crianças sobre o que eles defendem ser normal, portanto existe um grande plano em embutir na mente das pessoas que adultério, fornicação e outras praticas sejam levadas como algo normal e que faz parte da vida, infelizmente talvez nos dias de hoje sim, por culpa exatamente do sistema opressor.

Era por volta do quarto para o quinto seculo da era cristã, varias festividades pagãs foram adotadas pelos cristãos, e com isso também entraram costumes pagãos, e dessa forma seculo após seculo, a ideia de que o que é pecado ou não passou a ser visto como questão pessoal e não como uma questão de vida ou morte.

Pois bem, passou mais de 1500 anos e com o tempo, costumes e praticas dos verdadeiros cristãos praticamente fundiram-se com nossa cultura de ponto que é quase impossível retirarmos a ideia e as praticas totalmente no DNA da sociedade e muito menos reeduca-la.





É certo que a lei da fornicação foi abolida?

Uma questão cultural dos nossos dias não quer dizer que algo mudou e sim que nossa geração está perdendo para o pecado, frequento uma determinada denominação a anos e sou cristão batizado a mais de uma década, durante esse tempo quase não ouço menção sobre fornicação, exceto em aulas de escola dominical ou em rodinhas de crente, por tanto entendo que existe medo no meio cristão em falar a verdade sobre esse tema e proclamar a verdade do Evangelho, de que a Lei não foi abolida e sim a tradição foi abolida.

A fornicação de certa forma está nos dez mandamentos pois ela não pode ser desassociada ao adultério, o entendimento de um e do outro são relativos.

A Biblia diz: Apocalipse 21:7-8 (KJA)
"…O vencedor herdará todas essas bênçãos, e Eu serei seu Deus e ele será meu filho. Porém, quanto aos covardes, os incrédulos, os depravados, os assassinos, os que praticam imoralidade sexual, os bruxos e ocultistas, os idólatras e todos os mentirosos, a parte que lhes cabe será no lago de fogo, que arde perpetuamente em meio ao enxofre. Esta é a segunda morte!” A Nova Jerusalém..."

É o próprio Deus quem diz, Jesus é o Autor da Bíblia e o consumador da fé, somente a Ele devemos depositar nossa esperança, que a paz que excede todo o entendimento esteja com todos.

compartilhe essa postagem com seus amigos e familiares, receba reflexões cristãs por whatsapp (19)993702148.

Seu casamento está em crise? adquira o livro que está salvando o casamento de muitas famílias, compre já o livro "30 dias de oração pelo marido", de Adriana de Paula, o livro mostra como a oração pode salvar o casamento. 

Canal Reflexões Cristãs sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018
O Dia eterno do Senhor - Quarto mandamento

Entendendo o Quarto mandamento, a guarda do Sábado


O quarto mandamento possui uma certa peculiaridade, pois dependendo da tradução e também do livro que a use, a ordem pode ser outra e também o sábado pode estar omitido ou substituído pelo domingo de acordo com filosofias de religiões cristãs, mas sabe-se que o sábado é testemunhado com excelência nas sagradas, e isso não é em hipótese alguma negociável, não pode-se tirar o significado do sábado muito menos substitui-lo por outro dia e dizer que é bíblico, é no entanto uma lei eterna para os Judeus e claro que os cristãos devem reconhecer a legalidade do dia do sábado, mas não podemos abrigar o que não é para nós.

Demonstrarei dois elementos que precisam ser observados quando analisamos a doutrinação do sábado, ela possui dois sentidos e variações que devemos levar em conta, o valor Espiritual (se houver) e o valor moral, e não podemos tirar conclusões se o sábado é ou não para os cristãos se não olharmos  para os dois quesitos.

O Dia eterno do Senhor - Quarto mandamento
O Dia eterno do Senhor - Quarto mandamento

O Valor moral do Sábado, e sua importância social na historia

Durante a historia da humanidade, Homens que sobressaiam diante de outros, sempre controlavam as massas, o poder era de pequenos grupos de pessoas sobre outras pessoas e com isso nascia o conceito de "patrões e subordinados", conforma o avanço do homem sobre a agricultura, pecuária e a pesca, os homens passaram a adotar sistemas de escravidão passaram a se tornar frequente no mundo antigo, e muitos povos eram escravizados por outros povos e com isso haviam duras jornadas de trabalhos, horas e horas de atividades com pouquíssimos direitos e duros períodos de descanso, já no passado assim como nos dias de hoje os ricos tinham grande poder sobre os pobres e ocasionam duras rotinas aos mais carentes, a própria bíblia no livro de Gênesis e nos primeiros capítulos de Êxodo nos relata a escravidão que os Judeus passaram pelo Egito, ao ouvir o clamor dos Judeus, Deus atendeu seu chamado e suas necessidades.

Deus é nosso maior professor e governante, em sua excelência e conhecimento Ele sabe que o ser humano não aguenta muito tempo sem descanso, não somos maquinas, e possuímos limites psicológicos, físicos e temos capacidade limitada, por isso precisamos de jornadas de descanso periódica  e Deus instituiu o Sábado em sua onisciência sabendo disso.

Exodo 20.03-17 ref: “Lembra-te do dia do sábado, para o santificar. Seis dias trabalharás, e farás todo o teu trabalho; “mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus. Nesse dia não farás trabalho algum, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o estrangeiro que está dentro das tuas portas. Porque em seis dias fez o Senhor o céu e a terra, o mar e tudo o que neles há, e ao sétimo dia descansou; por isso o Senhor abençoou o dia do sábado, e o santificou.”
Nenhuma palavra contraria a santificação do dia do sábado pode ser veiculada com credibilidade, é uma terrível heresia dizer que o domingo é o dia sagrado como sugere a Igreja católica e também Ministérios evangélicos, no entanto existe uma questão a ser observada, a que período se dava essa lei, e a quem era designada.

Por que os cristãos não guardam o Sábado, o valor Espiritual do Sábado

O sábado é o quarto mandamento e na antiguidade possui-a um valor muito forte mas seu valor sempre baseava mais em aspecto moral do que Espiritual, durante a historia os Judeus colocaram filosofias e tradições no sábado  que não condizem com a verdade, por razões filosóficas chamamos essas tradições de rito mosaico.
A biblia nos mostra que os judeus ao jurar algo a Deus era preso a seu juramento, e os Judeus prometeram em aliança perpetua com Deus a guarda do sábado e dessa forma estão presa perante seu juramento, assim como qualquer povo, nação ou raça que faça tal juramento (Dt 6,13 , Dt 10,20 , Gên 21,23s; 31,53; Jos 2,12; Lev 19,13;; Jer 12,16.) *leitura dos trechos recomendáveis para compreensão do estudo bíblico, preferencialmente nas traduções ACF ou KJA 


Marcos 2:23-28 (Bíblia sagrada Offline)
-Certo sábado Jesus estava passando pelas lavouras de cereal. Enquanto caminhavam, seus discípulos começaram a colher espigas.
-Os fariseus lhe perguntaram: "Olha, por que eles estão fazendo o que não é permitido no sábado?"
-Ele respondeu: "Vocês nunca leram o que fez Davi quando ele e seus companheiros estavam necessitados e com fome?
-Nos dias do sumo sacerdote Abiatar, Davi entrou na casa de Deus e comeu os pães da Presença, que apenas aos sacerdotes era permitido comer, e os deu também aos seus companheiros".
-E então lhes disse: "O sábado foi feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado.
-Assim, pois, o Filho do homem é Senhor até mesmo do sábado".
Os judeus tornavam leis e ações em dogmas e tradições, e fechavam o Reino de Deus diante dos homens, o dia de descanso foi feito por cauda do homem por que Deus sabe nossas limitações e nossas capacidades e entende que iríamos precisar pois é onisciente e sabia de antemão que o Homem iria cair e que o mundo caminharia para essa situação, e dessa forma Deus nos permite que não "Mistificamos o sábado" a ponto que ela não é uma lei dogmatismo para os cristãos, pois nossos juramentos e leis são outras, nossa missão é diferente da dos judeus.

O que pode-se concluir do sábado?


- Dia eternamente santificado e com valores morais.
- Dia sagrado eternamente para os Judeus, obrigados pelo seu juramento.
- Figurativo não restrito a um valor Espiritual portanto não deve-se guardar exclusivamente o dia do sábado e sim guardar e descansar um dia na semana.
- Uma saída de Deus para sobrevivermos ao mundo materialista e autoritário.
- É uma Heresia dizer que o Domingo é um dia sagrado e não o Sábado assim como qualquer outro dia.
- Jesus é o Senhor do sábado e o dia foi feito para o Homem e não o inverso.


Blog reflexões cristãs  levando mensagens cristãs, estudos bíblicos, devocionais e pensamentos e reflexões a todos, inscreva-se em nosso canal e siga-nos em nossas redes sociais.

Lucas Ajudarte quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018
O Terceiro mandamento, Não tomarás o Nome de Deus em vão!

Não tomarás o Nome do seu Deus em vão!


Um falso juramento pode acarretar em grandes desastres, no passado a mentira resultou em guerras, nesse caso usar o Nome do Senhor em vão, é um pecado que no passado era levado a serio no meio Judaico, por conta desse motivo os Judeus com o tempo deixaram de usar o Nome de Deus e passaram  a usar expressões figurativas para Deus com o intuito de cumprir o terceiro mandamento.

O Terceiro mandamento, Não tomarás o Nome de Deus em vão!
Terceiro mandamento
Certa vez vi uma serie de TV chamada Hatfields & McCoys que conta uma historia sobre dois homens que entraram em forte contenda nos Eua por volta dos anos 1881 a 1891 e que o confronto resultou em  muitas mortes, os McCoy era um homem que se "mostrava" temente a Deus e sempre falava de Deus, usava seu nome, e até mesmo ia a igreja, na visão de qualquer olho humano seria interpretado como um Justo, mas demonstrou com o passar da historia um homem que não sabia perdoar e utilizava mais o Nome de Deus como ícone pessoal, como um escudo para esconder-se por traz de sua imagem, e com o desenrolar da historia justamente o Hatflield terminou se unindo e pegando mais amor em sua família e até mesmo se convertendo e sendo batizado nas águas e tornando-se um homem de Deus, isso é, ele não usava o nome de Deus como a bel-prazer mas ele praticava a interpretação de justiça que foi ensinado a ele e ao conhecer a Verdadeira justiça divina, também passou a praticar.
Historias como essa ocorrem e por conta simples, em minha própria experiencia de vida testemunho que a maioria das pessoas que falam "Muito de Deus" apenas o usam para encobrir suas praticas ilícitas, o melhor meio de pregar o Evangelho é praticando a Justiça, e ensinando a promover a paz, Jesus ensinou o caminho pacifista e assim como ele todos podemos cumpri-lo, podemos ver nossas nações, países como Brasil, Eua, Russia entre outros tem suas leis incorporadas nos padrões "da igreja" e também do deus deles, mas justamente ao redor da historia essas nações sempre mataram e usaram o nome de Deus para cumprir esses atos homicidas, mas Deus nunca trabalhou para a incitação da guerra e sim o Homem que se moldou para esse proposito.

Claro que todos podem perguntar o que isso tem a ver com o terceiro mandamento, e a resposta é bem objetiva vejamos: 
“Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão; porque o Senhor não terá por inocente aquele que tomar o seu nome em vão.”

Leia mais artigos sobre o Nome de Deus

Foi o próprio Deus que escreveu em suas sagradas escrituras, não tomarás o Nome do teu Deus em vão, pois ele não toma por inocente quem assim faz, por ser claro e objetivo, suas palavras nos soam não apenas como uma lei, mas também como um conselho de vida, o Homem que muito diz "Deus aqui e Deus ali" jamais viveu a mensagem do evangelho, você pode sim falar sobre a vida, e o que é melhor segundo a bíblia, aconselhando o próximo segundo seus ensinamentos, mas não usar o Nome de Deus como bem entende, Deus é justo e Santo e não compactua com pecado, Deus é Espirito e nada tem haver com nossos erros, a Ele toda honra e Gloria, Amem.

compartilhe essa postagem com seus amigos e familiares, receba reflexões cristãs por whatsapp (19)993702148.

Lucas Ajudarte sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018
Não terás ídolos, Segundo mandamento

 Não farás para ti Ídolo de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem embaixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.


A Bíblia é muito direta no que se diz respeito a idolatria, mas a formulação do conceito por traz dessa palavra, é moldável e distorcível, correntes teológicas pregam contra o uso de imagens em diversos cultos, mas ao definir imagens vistas como idolatria, eles usam como base apenas a logica comum, e reducional a esculturas de barro ou de qualquer forma esculpida, quando a bíblia em seu contexto deixa claro "... Nenhuma semelhança na terra... nas águas ... debaixo da terra..."

Quando vemos essas expressões presentes nas sagradas escrituras presentes no Livro de Êxodo entre os capítulos 20:1-17 passamos a interpretar as leis primarias do Judaísmo e portanto as leis seguidas por Jesus e os Apóstolos, pois os mesmos eram Judeus, viveram como Judeus e morreram como Judeus, independente dos Judeus terem variedades de culturas e costumes de acordo com cada grupo e sua linha teológica, assim como também são até os dias de Hoje, mas de certa forma êxodo 20 nos permite ver a "base da fé" e da lei judaico-cristão.
Tabelarei  quatro formas simples de Idolatria e de desrespeito ao Segundo mandamento que é muito praticado em nossa cultura, e de certa forma aprendemos dês de crianças, em nossas casas, nossas escolas, nossas igrejas ou mesmo na rua.

Não terás ídolos, Segundo mandamento
Não terás ídolos, Segundo mandamento

1 - Imagens de Idolatria 


Amados irmãos, é comuns crentes Evangélicos atacarem seguimentos Católicos por conta do uso de imagens de Santos em seu dia a dia, assim como o de outros seguimentos como Espiritas e grupos não cristãos de culturas diferentes pelo mundo, no entanto também é idolatria "Imagem Visual" uma Tatuagens  que faz referencia, seja ao Nome de uma pessoa, ou simbolo representando qualquer tipo de objeto ou coisa, independente do que seja, "...em cima do céus, em baixo na terra..." qualquer imagem é forma de idolatria, quanto mais inseri-la em seu corpo, que é sede do Espirito Santo.

2- Usar um mediador entre Deus e os Homens que não seja Jesus Cristo.


1 Timóteo 2:4-6 "…o qual deseja que todas as pessoas sejam salvas e cheguem ao pleno conhecimento da verdade. Porque há um só Deus e um só Mediador entre Deus e o ser humano, Cristo Jesus, homem. Ele se entregou em resgate por todos, para servir de testemunho a seu próprio tempo. …"
Jesus é o único mediador entre Deus e os Homens, e ao adicionar um Pastor... Profeta... Apostolo... Teólogo... Padre ou independente do titulo eclesiástico, é cometido um pecado gravíssimo, o de tornar e fazer para si um ídolo.

3- Atribuir uma pessoa uma função superior ou de destaque.


Isso vale para um Jogador de futebol, vale para um cantor sertanejo, um Pastor/Padre renomado, um cantor gospel famoso, ou mesmo um personagem de tv ou de qualquer gênero da mídia de relevância, uma coisa é ter respeito, outra coisa é idolatrar, e quando você grita para um cantor, quando você paga rios de dinheiro para uma "estrela" apresentar seu espetáculo, que por muitas vezes deixa de dar o melhor para a sua família, você está dessa forma pecando, e colocando uma função na qual figuras publicas não tem.

4- Depositar sua esperança e sua fé em sistemas políticos ou mesmo em governantes.


Pode parecer bobeira mas é o mais comum em nossos dias atuais, onde nossos governos são corruptos e autoritários, e nos bombardeiam com promessas e informações falsas, e todos os acontecimentos ruins com a nação por fim os mais pobres pagam pelos erros de meia duzia, e por incrível que pareça, figuras messiânicas como Bolsonaro, Lula, Aécio, entre outros aparecem manifestando-se como heróis no meio do povo, e por fim, provam-se mercenários mais cedo ou mais tarde.

Lembre-se o "Cristão vive apenas pela fé"

Blog reflexões cristãs  levando mensagens cristãs, estudos bíblicos, devocionais e pensamentos e reflexões a todos, inscreva-se em nosso canal e siga-nos em nossas redes sociais.


Lucas Ajudarte quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018
Uma profecia sobre o fim do mundo (Mateus 24)

O fim se aproxima para honra e gloria de Jesus Cristo


É comum sempre na humanidade procuramos respostas para as mais diversificadas perguntas, e uma pergunta que todos temos é que se o mundo tem um fim por que não teria um fim do mundo, o Livro de Apocalipse não é a unica fonte sobre o fim do mundo, vários livros bíblicos ensinam e nos transmitem mensagens a cerca do fim, e o próprio Jesus nos permitiu de sua própria boca mensagens a cerca do fim do mundo.

Uma profecia sobre o fim do mundo (Mateus 24)
Uma profecia sobre o fim do mundo (Mateus 24)

O fim do mundo segundo Jesus



"...Então Jesus lhes revelou: “Cuidado, que ninguém vos seduza. 




Pois muitos são os que virão em meu nome, proclamando: ‘Eu sou o Cristo!’, e desencaminharão muitas pessoas. E vós ouvireis falar de guerras e rumores de guerras, todavia não vos desespereis, porque é preciso que tais coisas ocorram, mas ainda não será o fim. Porquanto, nação se levantará contra nação, e reino contra reino. Haverá fomes e terremotos em vários lugares. Contudo, esses acontecimentos serão apenas como as primeiras dores de um parto. 

Então eles vos entregarão para serem afligidos e condenados à morte. E sereis odiados por todas as nações por serem meus seguidores. Nessa época, muitos ficarão escandalizados, trairão uns aos outros e se odiarão mutuamente. Então, numerosos falsos profetas surgirão e enganarão a muitos. E, por causa da multiplicação da maldade, o amor da maioria das pessoas se esfriará. Aquele, porém, que continuar firme até o final será salvo. E este evangelho do Reino será pregado em todo o mundo habitado, como testemunho a todas as nações, e então chegará o fim. A grande tribulação 




E, assim, quando virdes a profanação horrível da qual falou o profeta Daniel, no Lugar Santo , então, os que estiverem na Judéia fujam para os montes. Quem estiver sobre o telhado de sua casa, não desça para retirar dela coisa alguma. E aquele que estiver no campo, não volte para pegar sua túnica. Serão dias terríveis para as mulheres grávidas e para as que estiverem amamentando. E orai para que a vossa fuga não ocorra durante o inverno nem no sábado. Porquanto haverá nessa época grande tribulação, como jamais aconteceu desde o início do mundo até agora, nem nunca mais haverá. E, se aqueles dias não tivessem sido abreviados, nenhuma carne seria salva. Mas, por causa dos eleitos, aquele tempo será encurtado. Então, se alguém vos anunciar: ‘Vede, aqui está o Cristo!’ ou ‘Ei-lo ali!’ Não acrediteis. Pois se levantarão falsos cristos e falsos profetas e apresentarão grandes milagres e prodígios para, se possível, iludir até mesmo os eleitos. Vede que Eu o preanunciei a vós! 




Portanto, se vos disserem: ‘Eis que Ele está no deserto!’- não saiais. Ou ainda: ‘Ele está ali mesmo, nos cômodos de uma casa!’- não acrediteis. Pois, da mesma maneira como o relâmpago parte do oriente e brilha até no ocidente, assim também se dará a vinda do Filho do homem. Onde houver um cadáver, aí se reunirão os abutres. O retorno de Cristo em glória 




Imediatamente após o tormento daqueles dias, o sol escurecerá e a lua não dará a sua luz; e as estrelas cairão do céu, e os poderes celestes serão estremecidos. Então surgirá no céu o sinal do Filho do homem, e todos os povos da terra prantearão e verão o Filho do homem chegando nas nuvens do céu com poder e majestosa glória. Ele enviará os seus anjos, com poderoso som de trombeta, e estes reunirão os seus eleitos dos quatro ventos, de uma a outra extremidade dos céus. A lição da figueira: o Dia do Senhor 




Portanto, aprendei com a parábola da figueira: quando, pois, os seus ramos se renovam e suas folhas começam a brotar, sabeis que está próximo o verão. Da mesma forma vós: quando virdes todos esses acontecimentos, sabei que Ele está muito próximo, às portas. Com toda a certeza Eu vos afirmo, que não passará esta geração até que todos esses eventos se realizem. O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras jamais passarão. Só Deus sabe o dia e a hora exatos 



Entretanto, a respeito daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, senão exclusivamente o Pai. Como aconteceu nos dias de Noé, assim também se dará por ocasião da chegada do Filho do homem. Porque nos dias que antecederam ao Dilúvio, o povo levava a vida comendo e bebendo, casando-se e oferecendo-se em matrimônio, até o dia em que Noé entrou na arca, e as pessoas nem notaram, até que chegou o Dilúvio e levou a todos. Assim ocorrerá na vinda do Filho do homem. Dois homens estarão na lavoura: um será arrebatado, mas o outro deixado. Duas mulheres estarão trabalhando num moinho: uma será arrebatada, a outra ficará pra trás. 

Por isso, vigiai, porquanto não sabeis em que dia virá o vosso Senhor..."
Texto de Mateus 29:4-42 (King James Atualizada)



Assista o vídeo que faz grande referencia ao assunto:



Sobre as palavras de Jesus, convido a todos fazerem uma reflexão, e orarmos por entendimento, peço também, para inscrever-se em nosso canal do youtube, em-breve iniciaremos produções próprias.
Inscreva-se: → Canal Reflexões Cristãs

Lucas Ajudarte segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018
Luminárias nos céus, A Bíblia e a Terra plana #pt04

"O sol a lua e as estrelas" Luminárias nos céus, A Bíblia e a Terra plana


Quando analisamos as escrituras sagradas olhamos citações e crenças que com a ciência convencional não são coerentes, ou ao menos não é demonstrado grande coerência entre ambos,  assim é quando é citado na bíblia passagens que abordam a terra, o céu e também tudo que existe no universo, em mais um capitulo sobre a terra plana bíblica, citaremos mais versículos que dão alusão que tudo que existe não é como explicado e defendido pelos conceitos científicos que aprendemos na escola.


Luminárias nos céus, A Bíblia e a Terra plana #pt04
Bíblia e o cosmo

Vejamos a citação bíblica que usaremos como chave para nosso estudo sobre a terra plana: 
Gênesis 1:14-15 "Declarou Deus: “Haja luminares no firmamento do céu a fim de separar o dia da noite; e sirvam eles de sinais para definir as estações, dias e anos; e que sejam também luzeiros nos céus, para iluminar toda a terra!” E assim aconteceu.…"
É interessante que usarei novamente esse conjunto de versículo como em alguns estudos anteriores (Link) mas dessa vez demonstrarei uma conexão com outras passagens bíblicas para o entendimento de todos, segundo a crença cientifica o sol emiti luz que garante nossa sobrevivência e também é a fonte de calor de todo o universo, e também segundo eles essa luz emana energia que faz com que a lua também transmita luz, mas não devido a luz própria e sim por refletir o sol, e também as estrelas algumas segundo eles sendo reflexo da luz de seus sóis, e algumas são um sol, similar ou idêntico ao nosso, apenas variando em tamanho e formação. 
O grande problema na crença segundo o conceito cientifico com a comparação com a crença bíblica é que a Bíblia nos permite entender que o sol é sim nossa fonte de iluminação diurna, mas a lua não é fonte própria de luz! ela apenas depende do sol para assim refletir sua luz, pois não gerá luz própria, quando na bíblia nos diz que a Lua também transmite sua própria luz.
( ...e determinou que a lua e as estrelas tivessem seu brilho contemplado ainda com mais esplendor durante as noites...) Jeremias 31:35


Compare com os versículos: 
Salmos 19:1
Para o mestre de música. Um salmo de Davi. Os céus revelam a glória de Deus, o firmamento proclama a obra de suas mãos.

Salmos 74:16
O dia é teu, é tua a noite; criaste a luz e o sol.

Salmos 104:19
Foi Ele quem fez a lua para marcar as estações, e o sol conhece seu ocaso.

Salmos 136:7
Fez grandes luminares: porque seu amor leal é para sempre,

Salmos 150:1
Aleluia! Louvai a Deus em seu Santuário,louvai-o no seu majestoso firmamento!

Jeremias 10:2
Assim diz o SENHOR: “Não aprendais o caminho das nações, tampouco vos espanteis com os muitos sinais no céu; porque é por meio deles que os pagãos são atemorizados.

Jeremias 31:35
Assim fala Yahweh, que estabeleceu o sol para iluminar o dia e determinou que a lua e as estrelas tivessem seu brilho contemplado ainda com mais esplendor durante as noites, que agita o mar para que as suas ondas rujam; o seu Nome é Yahweh, o Eterno dos Exércitos:

Ezequiel 32:8
Todas as estrelas que brilham nos céus, Eu as apagarei sobre ti, e trarei escuridão sobre a tua terra, assim afirma Yahweh, o SENHOR Deus.

Leia outros artigos relacionados a bíblia e terra plana.


Inscreva-se no meu canal no youtube, em breve criaremos conteúdos próprios em vídeo, fique por dentro: Canal do Blog Reflexões cristãs



Lucas Ajudarte sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018