Mídias sociais

Jesus segundos os Evangelhos Sinóticos - Arqueologia Bíblica

Jesus Cristo Segundo os Evangelhos Sinóticos e de João. 



Evangelhos Sinóticos é uma expressão usada para designar os Livros de Mateus, Marcos, Lucas por conterem grandes quantidades de passagens em comum, muitas passagens ligadas ou mesmo "duplicadas" são importantes para confirmar o ocorrido, dessa forma é encontrada referências de fatos sobre a vida e morte de Cristo.

Evangelhos Sinóticos
Evangelhos sinóticos sobre Jesus 



Dês de que esses Livros foram selecionados para o cânon Cristão Ortodoxo é comum o uso deles para as doutrinas básicas do cristianismo, vele lembrar que não são os únicos livros que falam sobre a vida ministerial de Jesus, mas sem dúvidas esses três livros foram os mais "impressos" e divulgados na Igreja primitiva principalmente o livro de Lucas.




"Tendo, pois, muitos empreendido pôr em ordem a narração dos fatos que entre nós se cumpriram,
segundo nos transmitiram os mesmos que os presenciaram desde o princípio, e foram ministros da palavra, pareceu-me também a mim conveniente descrevê-los a ti, ó excelente Teófilo, por sua ordem, havendo-me já informado minuciosamente de tudo desde o princípio;



Para que conheças a certeza das coisas de que já estás informado."



Lucas 1:1-4 Bíblia Ferreira de Almeida Off-line.

Nessa passagem do livro sinótico de Lucas é usado uma espécie de introdução ao livro, no qual originalmente foi feito para uma apresentação dos fatos da vida de Jesus narrados por Lucas, e enviado a alguém com o nome de Teófilo,  acerca de Teófilo a historia pouco Sabe, mas o Livro de Lucas foi certamente um dos mais conhecidos do NT(Novo Testamento) foi feito com a Intenção de ser extremamente divulgado, Lucas no verso três usa a Expressão "minunciosamente" ou seja o livro de Lucas antes de ser escrito foi Investigado pelo autor, pois muitos diziam muitas coisas contraditórias e nem sempre verdades, vejamos o significado segundo o dicionário:

Advérbio

De modo minucioso; com detalhe e minúcia: analisar minuciosamente um documento.

Etimologia (origem da palavra minuciosamente): feminino de minucioso + mente.



Definição de Minuciosamente

Classe gramatical: advérbio

Separação silábica: mi-nu-ci-o-sa-men-te



Outros livros que também falam sobre a vida de Jesus além dos Sinóticos são o livro de João, e alguns livros Apócrifos como O “Protoevangelho de Tiago”, “Evangelho da Infância Segundo Tomé”, “Evangelho de Pedro”, esses livros falam geralmente sobre a Infância e no caso do Evangelho de Pedro fala muito sobre o Julgamento de Jesus bem como sua Morte e Ressurreição, existem outros também como o "Evangelho de Felipe" e o "Evangelho de Verdade".


O Motivo por traz de que os Livros Apócrifos não foram Escolhidos como Canônicos nos casos dos Evangelhos é controverso pois em alguns casos pode se associar as crenças que seriam adotadas por Constantino e outros Pais da Igreja Romana mais tarde entre o Terceiro e Quarto Século e em outros casos devido à falta de réplicas ou seja numero baixo de copias ou mesmo por seus escritos serem de origens com pouca confiabilidade que poderia ser definido dês da qualidade da preservação de seus Papiros e pergaminhos onde neles estavam contidos.

Todos os Evangelhos são Curiosamente Anônimo, mas devido a tradição Cristã primitiva são associados a autores como alguns dos Apóstolos no caso do Livro de Marcos o Livro tem 31 versículos relativos e alguns milagres não relatados nos outros Evangelhos.

Um Homem Chamado Jesus surge na Narrativa de Marcos como em uma Ação Heroica, um exorcista, um curandeiro e um milagreiro, outro fato Importante no Evangelho de Marcos é o segredo messiânico como Jesus pedindo silencio ao endemoniado, Além de como em outros Evangelhos o uso de Parábolas para esconder a Mensagem.

Vale novamente ressaltar que o evangelho de Marcos é Anônimo, mas a tradição cristã primitiva identifica autor deste evangelho como Marcos, o Evangelista, de quem se diz ter baseado este trabalho sobre o testemunho de Pedro. Alguns estudiosos modernos consideram essa tradição essencialmente credível, enquanto outros a põe em xeque. No entanto, mesmo os estudiosos que duvidam da autoria de Marcos reconhecem que muito do material deste Evangelho remonta um longo caminho, representando informações importantes sobre o Jesus histórico. Por isso, o Evangelho de Marcos é muitas vezes considerado a fonte primária de informações sobre o ministério de Jesus.



O Evangelho de Mateus é dos três evangelhos sinóticos o mais controverso e polemico, fortes acusações de adulteração de textos são comuns acerca deste livro,  muitos estudiosos dizem que o livro foi escrito em grego, mas Mateus era Hebreu, o que é muitas vezes explicado que Ele foi narrado por Mateus e escrito anonimamente por alguns dos discípulos e reescrito em Hebraico e mais tarde traduzido para o Grego o Livro de Mateus é basicamente dividido em secções como  o Sermão da Montanha (cap. 5, 6 e 7), as Instruções para a missão aos doze apóstolos (cap 10), o discurso das Parábolas (cap. 13), instruções para a comunidade (18), o Sermão do Monte das Oliveiras (cap. 24-25).

A Passagem mais Polemica pelos Estudiosos do Livro de Mateus sem dúvidas é a Grande comissão (Mateus 28) mas em particularmente o Verso 19, onde muitos afirmam haver uma adulteração por volta do terceiro para o Quarto Século.

O Evangelho de João não é um dos Evangelhos sinóticos, mas diferente dos Apócrifos ele também é canonizado pela cultura cristã, pode-se afirmar que o Livro Joanino traz uma perspectiva Teológica em seus Escritos, isso é explicito dês do Primeiro Capitulo João 1 e seus capítulos e Versículos posteriores, mas o Livro não tem a mesma combinação e ligação externa de seus Históricos apresentado com os outros Livros Evangelhos Apócrifos e mesmo os Sinóticos. m 31 Versículos relativos e alguns milagres não relatados nos outros Evangelhos.


Jesus segundos os Evangelhos Sinóticos - Arqueologia Bíblica Jesus segundos os Evangelhos Sinóticos - Arqueologia Bíblica Reviewed by Lucas Ajudarte on fevereiro 28, 2018 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.