Mídias sociais

O Dia eterno do Senhor - Quarto mandamento

Entendendo o Quarto mandamento, a guarda do Sábado

O quarto mandamento possui uma certa peculiaridade, pois dependendo da tradução e também do livro que a use, a ordem pode ser outra e também o sábado pode estar omitido ou substituído pelo domingo de acordo com filosofias de religiões cristãs, mas sabe-se que o sábado é testemunhado com excelência nas sagradas, e isso não é em hipótese alguma negociável, não pode-se tirar o significado do sábado muito menos substitui-lo por outro dia e dizer que é bíblico, é no entanto uma lei eterna para os Judeus e claro que os cristãos devem reconhecer a legalidade do dia do sábado, mas não podemos abrigar o que não é para nós.

Demonstrarei dois elementos que precisam ser observados quando analisamos a doutrinação do sábado, ela possui dois sentidos e variações que devemos levar em conta, o valor Espiritual (se houver) e o valor moral, e não podemos tirar conclusões se o sábado é ou não para os cristãos se não olharmos  para os dois quesitos.

O Dia eterno do Senhor - Quarto mandamento
O Dia eterno do Senhor - Quarto mandamento

O Valor moral do Sábado, e sua importância social na historia

Durante a historia da humanidade, Homens que sobressaiam diante de outros, sempre controlavam as massas, o poder era de pequenos grupos de pessoas sobre outras pessoas e com isso nascia o conceito de "patrões e subordinados", conforma o avanço do homem sobre a agricultura, pecuária e a pesca, os homens passaram a adotar sistemas de escravidão passaram a se tornar frequente no mundo antigo, e muitos povos eram escravizados por outros povos e com isso haviam duras jornadas de trabalhos, horas e horas de atividades com pouquíssimos direitos e duros períodos de descanso, já no passado assim como nos dias de hoje os ricos tinham grande poder sobre os pobres e ocasionam duras rotinas aos mais carentes, a própria bíblia no livro de Gênesis e nos primeiros capítulos de Êxodo nos relata a escravidão que os Judeus passaram pelo Egito, ao ouvir o clamor dos Judeus, Deus atendeu seu chamado e suas nescidades.

Deus é nosso maior professor e governante, em sua excelência e conhecimento Ele sabe que o ser humano não aguenta muito tempo sem descanso, não somos maquinas, e possuímos limites psicológicos, físicos e temos capacidade limitada, por isso precisamos de jornadas de descanso periódica  e Deus instituiu o Sábado em sua onisciência sabendo disso.

Exodo 20.03-17 ref: “Lembra-te do dia do sábado, para o santificar. Seis dias trabalharás, e farás todo o teu trabalho; “mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus. Nesse dia não farás trabalho algum, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o estrangeiro que está dentro das tuas portas. Porque em seis dias fez o Senhor o céu e a terra, o mar e tudo o que neles há, e ao sétimo dia descansou; por isso o Senhor abençoou o dia do sábado, e o santificou.”
Nenhuma palavra contraria a santificação do dia do sábado pode ser veiculada com credibilidade, é uma terrível heresia dizer que o domingo é o dia sagrado como sugere a Igreja católica e também Ministérios evangélicos, no entanto existe uma questão a ser observada, a que período se dava essa lei, e a quem era designada.

Por que os cristãos não guardam o Sábado, o valor Espiritual do Sábado

O sábado é o quarto mandamento e na antiguidade possui-a um valor muito forte mas seu valor sempre baseava mais em aspecto moral do que Espiritual, durante a historia os Judeus colocaram filosofias e tradições no sábado  que não condizem com a verdade, por razões filosóficas chamamos essas tradições de rito mosaico.
A biblia nos mostra que os judeus ao jurar algo a Deus era preso a seu juramento, e os Judeus prometeram em aliança perpetua com Deus a guarda do sábado e dessa forma estão presa perante seu juramento, assim como qualquer povo, nação ou raça que faça tal juramento (Dt 6,13 , Dt 10,20 , Gên 21,23s; 31,53; Jos 2,12; Lev 19,13;; Jer 12,16.) *leitura dos trechos recomendáveis para compreensão do estudo bíblico, preferencialmente nas traduções ACF ou KJA 


Marcos 2:23-28 (Bíblia sagrada Offline)
-Certo sábado Jesus estava passando pelas lavouras de cereal. Enquanto caminhavam, seus discípulos começaram a colher espigas.
-Os fariseus lhe perguntaram: "Olha, por que eles estão fazendo o que não é permitido no sábado?"
-Ele respondeu: "Vocês nunca leram o que fez Davi quando ele e seus companheiros estavam necessitados e com fome?
-Nos dias do sumo sacerdote Abiatar, Davi entrou na casa de Deus e comeu os pães da Presença, que apenas aos sacerdotes era permitido comer, e os deu também aos seus companheiros".
-E então lhes disse: "O sábado foi feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado.
-Assim, pois, o Filho do homem é Senhor até mesmo do sábado".
Os judeus tornavam leis e ações em dogmas e tradições, e fechavam o Reino de Deus diante dos homens, o dia de descanso foi feito por cauda do homem por que Deus sabe nossas limitações e nossas capacidades e entende que iriamos precisar pois é onisciente e sabia de ante-mão que o Homem iria cair e que o mundo caminharia para essa situação, e dessa forma Deus nos permite que não "Mistificamos o sábado" a ponto que ela não é uma lei dogmatística para os cristãos, pois nossos juramentos e leis são outras, nossa missão é diferente da dos judeus.

O que pode-se concluir do sábado?


- Dia eternamente santificado e com valores morais
- Dia sagrado eternamente para os Judeus, obrigados pelo seu juramento
- Figurativo não restrito a um valor Espiritual portanto não deve-se guardar exclusivamente o dia do sábado e sim guardar e descansar um dia na semana
- Uma saída de Deus para sobrevivermos ao mundo materialista e autoritário
- É uma Heresia dizer que o Domingo é um dia sagrado e não o Sábado assim como qualquer outro dia
- Jesus é o Senhor do sábado e o dia foi feito para o Homem e não o inverso

O Dia eterno do Senhor - Quarto mandamento O Dia eterno do Senhor - Quarto mandamento Reviewed by Lucas Ajudarte on fevereiro 14, 2018 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.