Os anjos da guarda são bíblicos?

O que de fato é bíblico sobre o que pensamos sobre os anjos?


A anjos da guarda bíblicos? Qual é o principal dever de um anjo para o crente? Os incrédulos têm anjos da guarda? Cada crente tem seu próprio anjo ou mais de um? Os anjos são dispensados ​​apenas em emergências ou estão sempre presentes com os cristãos? O que a Bíblia diz sobre os anjos?



Quem tem um anjo da guarda?

Todo e todo crente em Cristo Jesus tem seu próprio anjo? Sabemos que Jesus tinha uma multidão de anjos e podia comandar anjos ao Seu comando (Lucas 22:43). É possível que muitos de nós já tenhamos encontrado anjos e nem sequer sabíamos disso, e assim o escritor de Hebreus nos diz para: “Continue amando um ao outro como irmãos e irmãs. Não se esqueça de mostrar hospitalidade a estranhos, pois, ao fazê-lo, algumas pessoas demonstraram hospitalidade com os anjos sem saber ”(13: 1-2).

Não apenas os crentes têm anjos para protegê-los, como o Corpo de Cristo em geral (a igreja) tem vários milhares de anjos vigiando-o (Hb 12: 22-23). Os anjos são nossos protetores quando Deus soberanamente os ordena e estão sob a mão soberana de Deus; portanto, podemos concluir que os cristãos têm anjos da guarda, mas vamos ler antes de fazer essa determinação. O fato é que os anjos são ordenados por Deus para "acampar ao redor de nós" e impedir que caiamos ou nos machuquemos, e eles estiveram conosco e estarão conosco "... a partir de agora e para sempre estarão conosco". … E até nos fortalece e “ministra a nós” (Hb 1: 7,14, Salmo 34: 7, 91: 10-13, 103: 21).

Há evidências bíblicas de que as crianças, antes e depois de se tornarem crentes, também têm anjos cuidando deles e esses mesmos anjos se comunicam com o Pai em seu nome, mas eles têm anjos específicos designados a eles e também a crentes adultos (Mateus 18:10 )?

Como são os anjos da guarda?

Os anjinhos gordinhos que parecem bebês com asas de anjo não são bíblicos. Por exemplo, nem todos os anjos têm asas. A maioria não. E se pudéssemos realmente ver um anjo, provavelmente desmaiaríamos de medo. Mas certamente não são nada a temer pelos crentes, pois são mensageiros de Deus e são protetores daqueles que são de Cristo (Lucas 1: 19-26).

Que tipos de anjos existem na Bíblia?

Anjos são extremamente poderosos . O profeta Isaías teve o grande privilégio de vê-los e escreveu: “O Senhor sentado no alto trono exaltado, as bainhas de Suas vestes enchendo todo o templo. Ao seu redor estavam os serafins, cada um com seis asas; com dois cobriram o rosto dele, com dois cobriram os pés dele e voaram com os outros dois. E chamaram um ao outro e disseram: Santo, Santo, Santo, o Senhor Sabath! 

O mundo inteiro está cheio da Sua glória “(Isaías 6: 1-4). Ezequiel, capítulo 10: 9-20, fornece uma descrição vívida deles, difícil de imaginar. Certos anjos foram criados exclusivamente com o objetivo de dar louvor e adoração contínuos a Deus Todo-Poderoso, como encontrado no capítulo 6 de Isaías.

Também existem anjos caídos (Lucas 8:31). Estes são os anjos que se rebelaram contra Deus Todo-Poderoso e seguiram Satanás, o mais poderoso ser criado que Deus já criou. Esses anjos são espíritos iníquos e procuram assediar e causar a destruição e queda dos crentes (Efésios 6: 11-12, 1 Pedro 5: 8).

Fatos interessantes da Bíblia sobre os anjos

Lucas 16:22 indica que, quando o crente morre, os anjos podem trazer seu espírito ao céu na presença de Deus. A palavra anjos em Lucas 16:22 é plural, então isso dá alguma indicação de que mais de um anjo está envolvido, assim como as crianças têm mais de um anjo (também plural) vigiando-os (Mt 18:10).   

Os anjos são realmente ordenados por Deus para "acampar ao nosso redor" e impedir que caíssemos, se machucássemos, que estiveram conosco e estarão conosco "... a partir de agora e para sempre estarem conosco" ... e até nos fortalecerão e ministrar para nós (Salmo 34: 7, 91: 10-13, 103: 21). Os anjos também são nossos mensageiros para Deus e, às vezes, de Deus para nós (Dan 10, Mateus 18:10). E parece que existem anjos específicos para igrejas específicas ou eras da igreja também (Ap 1:20).

Os anjos também não são fracos (Ap 18:21). De fato, sabe-se que os anjos executam uma pena de morte para Deus em um rei (Atos 12: 20-25). Atos 12:15 realmente significa que o próprio anjo de Pedro o libertou da prisão (Atos 12)? Foi o que disseram os que estavam na casa da mãe de João Marcos (Atos 12:15) quando Pedro chegou à porta deles e disseram: “Você está louco. Mas ela constantemente afirmava que sim. Então eles disseram: "É o anjo dele", no entanto, essa não é uma prova conclusiva de que foi realmente o anjo de Pedro que foi designado especificamente a ele. Pelo menos podemos ter conforto no fato de que os anjos existem. 

Eles servem a Deus e a nós, mas, no final das contas, nossa proteção é de Deus e não dos anjos. Eles são reais, sem dúvida, e não é exagero dizer que cada crente e cada criança antes de atingirem a idade de prestação de contas poderiam ser ou foram protegidos por eles antes, mas não podemos dizer dogmaticamente que cada crente tem pelo menos um anjo designado para eles. 

Parece que pode haver ainda mais de um às vezes, mas isso não significa que eles sejam o anjo pessoal que Deus lhes designou. Nós sabemos que eles estão vigiando os filhos de Deus (Mt 4: 6. Salmo 91:11, 12), mas Deus é o único e verdadeiro protetor de si mesmo. Se você não é crente em Cristo Jesus, então você não tem anjos cuidando de você, e pior, Deus não responderá às suas orações.

Obrigado por ler esse artigo, comente e de sua opinião, compartilhe com seus familiares e amigos, receba as Reflexões Cristãs pelo WhatsApp (19)993702148.

Lucas Ajudarte domingo, 27 de outubro de 2019
"Remédios que curam não são rentáveis" diz Nobel de medicina

Nobel da medicina faz acusações graves contra a industria farmacêutica


É comum ouvir dizer que alguns remédios são ineficientes, para não dizer imuteis, fora o fato de que todos os remédios possuem efeitos colaterais, alguns problemas antigos são amenizados e outros novos aparecem, isso porque a formula da grande maioria dos remédios não possuem a finalidade de curar o doente, e sim um efeito analgésico, que apenas diminua o problema, ou resolva ele devagar, a ponto que quando a pessoa chegar até a sonhada cura, um novo problema irá aparecer.



Isso é o que diz muitos médicos pelo mundo, mas ainda sim quando essa informação chega as massas populares, geralmente é rejeitada, e recebe uma conotação negativa, como fake news, ou mesmo uma teoria da conspiração, mas quando um medico ganhador do Nobel em medicina diz isso, fica cada vez mais difícil para a elite, dona de grandes empresas farmacêuticas tamparem o sol com a peneira, a ponto que jornais do mundo inteiro já repercutem a fala de um bioquímico e biólogo molecular inglês Sir Richard J. Roberts, que disse literalmente:

A indústria farmacêutica na realidade não quer curar ninguém, e por um motivo muito simples e direto: a cura é menos rentável que a doença.

Roberts ainda foi além ao dizer:

Sua principal questão é o quão ético e correto pode ser uma indústria com a importância da farmacêutica ser regida pelos mesmos princípios e valores que o mercado capitalista.

A denuncia do biomédico ainda prossegue onde ele alega que: a indústria prefere investir em pesquisas que venham a ser rentáveis, muitas vezes não pela cura, mas para remédio que realizam espécie de manutenção da cronicidade de uma doença.“O que é bom para os dividendos das empresas nem sempre é bom para as pessoas”, ele diz. “Nós estamos falando sobre nossa Saúde, nossas vidas e as dos nossos filhos e de milhões de seres humanos. Mas se eles são rentáveis investigarão melhor”.

Sua fala em sua entrevista a um jornal inglês, que polemizou recentemente, que logo diversos jornais pelo mundo fizeram inúmeras reportagens sobre a fala do biomédico, como  hypeness, jornal farol reprisaram a fala do medico, varias matérias relacionadas foram postadas por jornais como folha de São Paulo que chegou a dizer "Remédios são venenos" em um titulo de uma reportagem sobre o tema.

Richard J. Roberts ainda fez outras acusações graves contra a industria farmacêuticas: “Se só pensarem em lucros, deixam de se preocupar com servir os seres humanos. Eu verifiquei a forma como, em alguns casos, os investigadores dependentes de fundos privados descobriram medicamentos muito eficazes que teriam acabado completamente com uma doença. Mas as empresas farmacêuticas muitas vezes não estão tão interessadas em curar as pessoas como em tirar-lhes dinheiro e, por isso, a investigação, de repente, é desviada para a descoberta de medicamentos que não curam totalmente, mas que tornam crônica a doença e fazem sentir uma melhoria que desaparece quando se deixa de tomar a medicação”, ele acusa.

Porque os remédios não são eficientes?


Antes de mais nada, temos que deixar claro que não é que os remédios não são eficientes, a questão é o tempo que ele leva para trazer a prometida cura, se é que ela ira ocorrer, em segundo momento temos que pensar em outro fator decisivo, para curar uma doença, precisamos ter inúmeros outros problemas de saúde? Isso porque os remédios possuem efeitos e contra indicações, fora reações em algumas pessoas que podem ser pior do que o problema original.

Para entender o que é o remédio, temos que entender o que estaria por traz da cura, por exemplo, todas as doenças são causadas por excesso ou falta de algo, seja alimento ou habito de vida, portanto se você comer muitos doces, e alimentos ricos em frutose, e extremamente calóricos, você possivelmente ficara com diabético, essa é a logica, portanto basicamente são esses fatores, na maioria das vezes ligados a nossa alimentação que são as causadoras das doenças.

Mas isso gera um grande problema para a industria farmacêutica, isso porque se uma doença tem seus desenvolvimento a partir da falta ou excesso a alguma coisa, também significa que para tudo podemos ter um tratamento extremamente simples, na logica, através daquilo que está faltando em nossa alimentação, é certo portanto dizer que nossos alimentos podem ser a chave da cura para uma gripe, diabete, entre outras doenças, mas isso é algo encontrado por todos, de forma fácil e simples, dessa forma geraria grande prejuízo as industrias farmacêuticas, nesse modo, temos que entender como são feitos os remédios.

Para curar uma anemia, você não precisa comprar um sulfato ferroso, basta comer alimentos ricos em ferros, como algumas carnes vermelhas, beterraba, feijão, figado por exemplo é extremamente rico nesse componente, mas isso todos podem conseguir facilmente, então temos a ponto que uma empresa não pode patentear, algo que ela simplesmente pega na natureza, pois não é algo exclusivo e feito por ela, sua formulação não é nada novo, nem modificado.

Seguindo essa logica para que uma industria farmacêutica, crie um remédio, e possa patentear, a ponto que ninguém poderá usar, ela precisa criar um organismo artificial, que não exista em nossa realidade natural, então dessa forma, ela poderá vender seu produto, e ao mesmo tempo obrigar você a consumi-lo, exatamente por ser um organismo que até então não existia em nossas condições, nosso corpo ao receber o remédio tem reações, alguns dores de cabeça, alguns vômitos ou leves aumento na pressão, entre outros problemas, onde em algumas pessoas podem atingir de forma mais forte, em outras nem tanto, mas agora imagine ao consumir esse organismo que nosso corpo por natureza não é feito para receber, aos poucos esse organismo artificial atua como um veneno, destruindo e criando novas doenças em nossa saúde.
Obrigado por ler esse artigo, temos o Reflexões Cristãs como um espaço de mídia independente e cristão, não recebemos apoio de empresas, igrejas e instituições, compartilhe nossas matérias e nos ajude, receba artigos pelo WhatsApp 1999370-2148.

→Somos contra o fake news, em todos nossos artigos, possuímos fontes e referencias das noticias que divulgamos, caso não apresentado no artigo, basta solicitar pelo WhatsApp.

Lucas Ajudarte sexta-feira, 11 de outubro de 2019
Segredos que a Coca Cola não quer que você saiba

Aqui vamos revelar os segredos mais sombrios da coca-cola desde a sua criação.


É uma das maiores empresas do mundo. A Coca-Cola vende 1,8 bilhões de garrafas todos os dias. Essa é sem duvidas a marca de refrigerantes mais polemica da historia, amada por muitos, mas como todo império financeiro, temos sempre uma historia obscura sobre o produto, traremos hoje, algumas curiosidades sobre a Coca Cola, produto que eu particularmente classifico como uma droga no mesmo grau do cigarro e da bebida alcoólica em termos de danos a saúde.

Denunciado por farmacêutico renomado pela associação a cocaína

O farmacêutico John Pemberton criou a Coca-Cola. Era uma bebida com ingredientes que incluíam cocaína e álcool e, a princípio, chamava-se coca etileno. Talvez tenha sido por isso que a bebida ficou tão popular no mundo, as pessoas simplesmente viciavam, temos que lembrar que assim são as drogas como cocaína, maconha entre outras, o que prende as pessoas a consumi-las não são apenas os efeitos alucinantes, mas a química viciante por trás dela. E nisso, podemos dizer que os criadores da Coca Cola foram muito inteligentes.

A bebida foi declarada ilegal em sua cidade natal de Atlanta, seguindo as novas leis de temperança em 1885.

Depois disso, Pemberton criou uma nova fórmula que substituiu o vinho por calda de açúcar.
Ele criou um novo produto em 1886, mas a coca-cola ainda continha cocaína até 1903. Ainda sim, temos que entender que a composição da bebida muda de acordo com o pais, isso porque em alguns lugares do mundo, substancias usadas na produção dela são proibidas, por prejudicar a saúde humana em alto grau.

Aqui vamos revelar os segredos mais sombrios da coca-cola desde a sua criação.


Stephany e sua importação de folhas de Coca.

A coca-cola ficou totalmente livre de cocaína em 1929. Atualmente, a versão ainda contém extrato de folhas de coca. Porém, o alcalóide ecgonina, que pode ser sintetizado em cocaína, foi removido .

A empresa ligou para Stephany. Que fica em Nova Jersey, faz o processamento químico da extração da folha de coca.

É a única empresa autorizada pelo governo dos EUA a importar folhas de coca.

Em 2003, Stephany importou 175.000 kg de folhas de cola para coca-cola. O suficiente para ganhar mais de 200 milhões de dólares em cocaína. Portanto chegamos a sugerir algo no minimo curioso, vejo amigos e familiares viciados na bebida, como eu mesmo já fui, seria muito sugerir uma relação desse vicio com derivados da cocaína presente na composição?

A grande verdade é que seria insinuar demais, no entanto é uma triste conexão que a empresa jamais irá livrar-se desse rotulo.

Fanta, um produto da marca Coca Cola

Em 1939, a coca-cola Deutschland foi a operação internacional de maior sucesso.

Com 43 plantas de engarrafamento estabelecendo novos recordes de vendas. Quando a Segunda Guerra Mundial começou, a produção de coca-cola foi interrompida devido a embargos e racionamento .

Contornar embargos. O chefe de operações alemão da coca-cola Max Keith criou um novo produto usando apenas ingredientes disponíveis na Alemanha . Isso inclui soro de leite (um subproduto do queijo) e bagaço (restos fibrosos de maçãs prensadas) .

Essa nova bebida foi chamada de Fanta pela palavra alemã para "fantasia".

2-Colômbia

Em 2001, uma ação foi em nome do sindicato colombiano Sinaltrainal no tribunal distrital dos EUA.

Eles acusaram a coca-cola e seus parceiros de engarrafamento colombianos de usar esquadrões da morte paramilitares para assassinar, torturar e sequestrar líderes sindicais .

O processo declarou que a empresa contratou milícias de extrema direita das forças de autodefesa unidas da Colômbia (AUC) para assassinar nove membros do sindicato .

O processo foi julgado improcedente a todas as partes em 2005 porque a empresa de coca-cola não possuía as fábricas de engarrafamento colombianas .

Mesmo possuindo o controle acionário da empresa mexicana que possuía.

Coca-Cola

“Um fator substancial em sua morte.” Foi assim que a coca-cola foi descrita em 2010 pelos médicos legistas sobre a morte de uma mulher de 31 anos na Nova Zelândia.

Ela estava bebendo 10 litros de refrigerante por dia.

Este hábito entregou mais de 2,2 quilos de açúcar e um grama de cafeína por dia. Desempenhando um papel substancial na arritmia cardíaca que matou Harris.

Sua família descreveu o hábito de coque como um vício que resultaria em níveis de abstinência no sangue de Harris, que podem afetar a função cardíaca.

Um boicote a empresas rivais

Poucos conhecem essas historias, mas a Coca Cola é mestre em boicotar concorrentes, e fazer as chamadas guerras comerciais, seja de forma honesta, ou não, certa vez a empresa foi escandalizada por um envolvimento em um verdadeiro complô, contra o empresario Laerte Codonho, que foi acusado de sonegação de impostos, com envolvimento de empresas ligadas a Coca Cola.

Certa vez o governo para reduzir a carga tributaria, reduziu o imposto sobre o refrigerante, o que deveria ser comemorado por todas as empresas do ramo, menos da Coca Cola, que ameaçou sair do pais, alegando que isso beneficiaria as empresas pequenas, e locais, pois ela tinha potencial para pagar mais impostos.

Note que nem entramos em detalhes sobre os efeitos sobre a saúde, para isso, em breve criaremos um artigo para esse fim, espero que tenha gostado de nossa matéria, nosso objetivo é manter a todos com um olhar critico sobre os mais diversos temas. Isso tudo em uma perspectiva cristã.

Obrigado por ler esse artigo, temos o Reflexões Cristãs como um espaço de mídia independente e cristão, não recebemos apoio de empresas, igrejas e instituições, compartilhe nossas matérias e nos ajude, receba artigos pelo WhatsApp 1999370-2148.

Links uteis, fontes e referencias de pesquisa

→ The Journal, reportagem, "Coca Cola gave $1.5 million to scientists who say soft drinks don't cause obesity".
→ Isto é dinheiro, revista, "Dolly vai à guerra".
→ Códigos Lifes, site de entretenimento, "Os 5 Segredos Mais Obscuros Da Coca-Cola"
→Por Deus, o país e a Coca-Cola, livro, escrito por Mark Pendergrast.
→Somos contra o fake news, em todos nossos artigos, possuímos fontes e referencias das noticias que divulgamos, caso não apresentado no artigo, basta solicitar pelo WhatsApp.

Lucas Ajudarte quarta-feira, 9 de outubro de 2019