A triste historia do medico e pesquisador Andrew Wakefield

A pesquisa silenciada de Andrew Wakefield contra vacinas e suas relações com o autismo


Narraremos a historia de um medico britânico, que denunciou a vacina do VASPR como venenosa, e causadora do autismo, trata-se de Andrew Wakefield um conhecido medico e pesquisador, que publicava estudos para a The Lancet.

Andrew Wakefield foi formado pela escola de medicina do hospital St Mary em Londres, tornou-se um medico e pesquisador até então respeitado, onde escreveu diversos estudos médicos para revistas cientificas de todo o mundo, até uma pesquisa publicada no The Lancet, onde foi feito um trabalho cientifico que concluiu uma relação real a vacinas a doenças como sarampo e autismo.

A pesquisa silenciada de Andrew Wakefield contra vacinas e suas relações com o autismo


Suas recomendações, foram consideradas alarmistas e levaram diretamente a taxas mais baixas de vacinação Reino Unido. A interpretação MMR / autismo de seu artigo de 1998 no The Lancet teve além dele 12 co-autores, todos cientistas respeitados. O artigo em si foi " totalmente retirado do registro público" pela revista The Lancet, após uma grande perseguição pela industria farmacêutica, que com a redução massiva do uso de vacinas no Reino Unido e em outros países pelo mundo, perdia bilhões em faturamento.

Diversos críticos surgiram pelo mundo, por conta de um surto de sarampo que ocorreu na Austrália, associaram o surto a Andrew Wakefield, mesmo sem provas alguma sobre essa relação, é o mesmo de você não tomar uma vacina de gripe no Brasil, e estourar um surto de gripe na Africa do Sul, é impossível e aleatório de mais fazer essa relação de culpas.

"Para quem não conhece, a "The Lancet" é uma revista cientifica de credibilidade e reconhecida internacionalmente, e para um medico ou pesquisador chegar a publicar nessa revista, é por estar no auge da carreira e ter trabalhos reconhecidos pela comunidade."

Perseguição, respostas e a publicação de seu livro contra as vacinas


Como resposta aos diversos ataques e perseguições que ocorriam, Wakefield publicou um livro em sua defesa, intitulado "Desprezo insensível: Autismo e Vacinas" -  Ele fez muitos pontos que eu aceito como válidos, e que no minimo merecia um debate minucioso sobre o assunto, mas a perseguição por trás da industria farmacêutica continuou, onde jornalistas começaram a investigar sua vida, procurando provas ou formas de acusá-los, e de fato inúmeras acusações foram feitas, entre elas o fato de sua pesquisa ter ajuda de financiamentos, o que é normal em qualquer pesquisa medica, pois é praticamente impossível criar um estudo cientifico sem ajuda nenhuma em termos financeiros.

A queda de Wakefield e a casação de seu diploma


Mais tarde em 2009 Wakefield terminou caçado pela comunidade medica, e foi proibido de continuar suas pesquisas ou mesmo de exercer a medicina, portanto entendemos como ele foi "silenciado".

É importante ressaltar que não é a primeira historia de um medico que terminou morto ou no minimo foi vitima de uma grande perseguição por falar contra as vacinações, já apresentamos a historia do medico americano que foi morto por denunciar a existências de enzimas cancerígenas e da relação entre as vacinas e o autismo. Curiosamente quando blogs, jornais de direita, ou paginas de mídias sociais, mostram essa noticia, são sempre acusadas de "fake news" por jornais como G1, mas a morte do medico foi noticiada por sites de renome como Washington Post, e existem inúmeras fontes, o que faz parecer que acusar a bilionária industria farmacêutica é um incomodo para a mídia, que ganha fortunas com publicidades.

Temos diversos artigos que falam sobre esses e assuntos relacionados, postaremos conteúdos sempre que possível para trazer mais verdades sobre o tema.

Obrigado por ler esse artigo, comente e de sua opinião, compartilhe com seus familiares e amigos, receba as Reflexões Cristãs pelo WhatsApp (19)993702148.

5 comentários

  1. Lamentavel, tenho meu avo não tinha grandes problemas de saude, após tomar uma vacina para gripe, terminou muito doente, morreu com os tratamentos pesados que foi subimetido, nao me envolvo mais em vacinas, acho uma grande bobagem, apenas para ganhar dinheiro do governo

    ResponderExcluir
  2. Muito triste, lembro de quando eu via materias na televisão, eles queriam prender o medico, mas não conseguiam provas, a unica coisa que puderam fazer foi caça-lo, os mais ricos sempre ganham, infelizmente a comunidade medica perdeu um grande cientista.

    NUNCA MAIS TOMO UMA VACINA!!!

    ResponderExcluir
  3. Basta ler e pesquisar as várias formas que são utilizadas para nos matar ou adoecer.A palavra de Deus se confirma dentro da modernidade,são as guerras ocultas.

    ResponderExcluir
  4. Basta ler e pesquisar as várias formas que são utilizadas para nos matar ou adoecer.A palavra de Deus se confirma dentro da modernidade,são as guerras ocultas.

    ResponderExcluir
  5. Muito bom. È importante revelar a verdade. Persebo que o reflexões cristãs é o último site cristão que ainda fala sem medo sobre os senhores mundo. Outros como o Jesuseabiblia.com e o Bíblia comentada.com quase não falam desses aaauntos. Parece ter medo

    ResponderExcluir

Quem sou eu

Minha foto
Sou autor do BRC "Blog Reflexões Cristãs" e nesse espaço, defendo ideologias cristãs, a respeito dos mais diversos temas da sociedade, também divulgo centenas de estudos relacionados a ciência cristã, unicidade de Deus e outros temas teológicos diversos, caso queira sugerir um tema, ou tirar duvidas entre pelo WhatsApp (19) 993702148.