O sétimo mandamento - Não adulterarás!

Um mandamento urgente, não adulterarás!

O adultério é um pecado gravíssimo, todos os dez mandamentos são importantes, de certa forma, e o sétimo mandamento assim como todos os demais, são os princípios de moralidades, para viver em sociedade, na modernidade infelizmente estamos perdendo valores, e aos poucos estamos caindo ladeira abaixo em decência moral, o sétimo mandamento será agora descrito de uma forma, não muito convencional, mas estarei entregando uma mensagem a seu coração, espero que o adultero, que considero o segundo pecado mais comum, atrás apenas da mentira e que de certa forma, carrega todos os outros pecados consigo, vença agora esse pecado, estudaremos nessa reflexão bíblica.

O sétimo mandamento - Não adulterarás!
Infelizmente o adultério é comum

Introdução ao sétimo mandamento "não cometerás adultério"


O verso de EXO 20:14 "...Não cometerás adultério..." é bem simples e objetivo de entender, quando lemos o capitulo de Êxodo 20, percebemos que os cinco primeiros mandamentos são seguidos de uma breve descrição, mas os demais mandamentos, são abreviados, apenas são citados o que não deve ser feito, isso não ocorre por um grau de importância, de qual mandamento é perdoável, ou menos importante, antes quero transmitir a mensagem que todos precisam entender o adultério não é apenas o teor "sexual", onde o homem casado ou mulher casada, trai o marido, varias ações podem ter esse entendimento, o adultério é ainda mais complexo.


Entendo que quando olhamos sem analisarmos de forma mais critica sobre o adultério, entendemos de forma superficial, que não devemos trair nossa esposa(o), no dicionário o termo pode ser entendido como "infidelidade estabelecida por relação carnal com outro(a) parceiro(a) que não o(a) companheiro(a) habitual.", vejo o adultério como o mesmo sentido de "traição", e entendo a traição como o mesmo pecado de adultério, e não resumo ele apenas na questão sexual, e sim em vários outros contextos, quando temos um companheiro seja na empresa que trabalhamos, ou um familiar, como filho ou um pai, e o abandonamos em um momento decisivo, ficando contra essa pessoa que devemos prestar respeito, é uma traição, as relações familiares são fortes ninhos de traições e desamparos, por partes das pessoas, qual a diferença de ser traído pela esposa, ou ser traído por um filho que abandona o próprio pai? não vejo diferenças, ambos são perdoáveis, mas não sujeitos a confiabilidade, da mesma forma que era anteriormente ao ocorrido.

Uma reflexão sobre a traição (adultério)


"Certa vez um pai queria passar um tempo com seu filho universitário, pelo filho ter pouco tempo para ele, o mesmo aguardou uma oportunidade de encontra-lo, quando marcaram para se reencontrar, e finalmente matar a saudade de seu filho, o filho não cumpriu o combinado, preferindo sair para suas farras e não ver seu velho pai."

Embora seja uma pequena historia, entendo que não existe diferença do descumprimento ou da opção do filho pelas coisas mundanas do que em seu próprio pai, acredito que as pessoas que estão próximas a nós, devem ser tratadas de forma autenticas, com fidelidade, com amor, alias é dessa forma que todos devem ser tratados, o amor é fundamental ao cristão para estabelecer as boas relações na vida.


O adultério sexual 


Vejo que o adultério é uma pratica comum entre os casais, quando analisamos o adultério sexual, infelizmente vejo amigos próximos, cometerem essas praticas, de certa forma, o sétimo mandamento é associado ao décimo mandamento, isto é "não cobiçarás", pois a pessoa que está cometendo o adultério com a esposa do próximo, comete os dois pecados, ativamente, como eu disso no começo do texto, os pecados são relacionáveis, quando cometemos, o adultério logo brevemente cometeremos a mentira, em alguns casos, as vitimas de adultério respondem com violência, no caso a morte, que justamente é o sexto mandamento, quando a pessoa que cometeu um adultério, logo essa pessoa percebe que já está na rodeadas de pecados, e a vida fica completamente nebulosa e bagunçada e a caminhos que levam para a morte, o caminho do pecado com certeza, e ainda por cima a morte eterna.

Sétimo mandamento - Não traia sua esposa


O adultério uma hora será descoberto


Uma passagem muito conhecida da bíblia, está em Marcos, quando diz:  "...Pois não há nada encoberto que não haja de ser revelado; e nada se faz [para ficar] encoberto, mas sim, para ser vir à luz..." Marcos 4:22. Vejo como uma afirmação verdadeira, o pecado não é eterno, uma hora ela cairá, seu esposo(a) descobrirá a verdade, alguns cometem esse erro, por dizerem que é apenas prazer sexual, mas não entendo dessa forma, o prazer sexual alheio, é apenas uma ilusão, ceder aos desejos da carne, é também se perder a racionalidade, quando estamos convertidos, aceitamos Jesus e o Espírito Santo habita em nossas vidas, a partir desse momento, temos o dever de lutarmos contra os desejos da carne, logo entendo que não é razoável para qualquer pessoa, sendo cristã ou não, cometer o adultério, e refuto enfaticamente, não é um pecado menor, do que outros pecados, como "não matarás", vocês está contribuindo para um serie de outros pecados.

Outra passagem bíblica muito conhecida é a historia do rei Davi, certa vez ele cometeu adultério e matou um homem honesto, para que seu pecado ficasse encoberto, mas como na passagem anterior foi narrada, nada oculto fica encoberto, a verdade foi revelada, e Davi foi punido, ainda sim todos os pecados estão passivos de arrependimento, e nesse contexto o rei Davi retornou para luz, e não cometeu novamente aquele pecado, ainda que tenha sido punido, lembre-se que todo o pecado está sujeito a uma consequência. Para o rei Davi, custou a vida de seu filho.

Relacionado: Os mandamentos


"Não adulterarás" - você já cometeu?


Antes de mais nada, aquele que cometeu esse erro, deve procurar Deus, nas mãos do Senhor está a vida e a morte, em suas mãos estão a condenação e a remissão, somente a Ele podemos confiar nossas duvidas, hoje você está lendo um estudo bíblico, mas apenas pelo Espírito Santo você poderá entender as verdades aqui descritas, o primeiro passo para o perdão, no qual Davi procurou, foi a oração, ele procurou a Deus, jejuou, e quando a consequência ainda sim veio, ele não condenou ou blasfemou contra Deus, e sim levantou-se e seguiu em frente, caso seu pecado tenha partido para esse enredo. Siga para frente, não olhe para traz.

Jesus perdoou uma adulterá
Você adulterou? procure Jesus!


Como prevenir o adultério?


Não existe uma forma mágica, defendo que boas praticas e costumes de vida, são essenciais para evitar esses pecados, como por exemplo, já fui acusado de radical, ou extremista por defender que mulheres devem usar roupas decentes, e evitar roupas escandalosas, também afirmo sem medo de errar, que não é licito um homem casado (vice e versa) ter amizade com uma mulher que não seja sua familiar próxima ou esposa, é brincar próximo do fogo, você pode até estar bem intencionado, mas não conhece o coração do próximo, apenas Jesus sonda os rins e o coração das pessoas (Ap 2:23), então sendo assim, somente Ele conhece o próximo. Sua melhor amiga é sua esposa, seu melhor amigo é seu marido, agora se quiser uma amizade ainda mais verdadeira e próxima que essa, Deus é nosso melhor amigo, e nunca abandonará e muito menos trairá, esteja com o Senhor, hoje, amanha e sempre.

Notas finais e considerações


Espero que todos tenham gostado dessa mensagem, o Reflexões Cristãs é um blog independente, compartilhe com seus amigos e familiares, todas as citações bíblicas usamos a tradução bíblia livre 1904, portanto segue os créditos autorais ao comitê de tradução, o texto é de Lucas Ajudarte (Teólogo pela Faculdade de Teologia Nacional de São Lourenço MG) e a revisão é de Vanderleia Custodio.

Receba nossas atualizações por WhatsApp, envie uma mensagem para (19) 993702148.







Destaques de Reflexões Cristãs