10 Razões para ser contra o aborto

10 Motivos para não praticar o aborto


Apresentarei 10 Razões para ser contra o aborto, com o intuito de lucidar essa questão, em uma perspectiva bíblica e social do assunto, hoje é um dos assuntos mais delicados na sociedade e é importante que os servos de Deus, estejam com a mente aberta sobre o assunto.

Uma questão que tem sido muito debatida por sociólogos e cientistas políticos além de outros meios como a religião, é o aborto, e de certa forma é uma dura discussão, pois quando passamos a defender crenças pró-vida, entendemos que aborto, pena de morte, direitos trabalhistas (escravidão) todos de certa forma estão relacionados a religião, por que a bíblia como um livro de historia, nos mostra passagens relevantes para entender todas as questões, ela de certa forma abre nossas mentes para um ensino de moralidade para todos os cidadãos, sendo assim, não vejo essa publicação como apenas um artigo bíblico e sim um ensino politico e religioso e acima de tudo moral.


10 Razões para ser contra o aborto
Criança assassinada



01. É errado matar seres humanos inocentes.

A maioria dos abortos é feita por conveniência. Por exemplo, uma mulher não se sente pronta para ser mãe, ela se encontra sem muito dinheiro, entre outras razões, mas nunca é permitido matar alguém para tornar a vida mais fácil para nós mesmos ou para qualquer outra pessoa. De fato, se o seu argumento é um argumento de conveniência, apenas pergunte a si mesmo se devemos permitir que um dos pais mate seu filho de dois anos de idade por esse motivo. Se a resposta for não, então você não pode justificar a morte de um ser humano por nascer, também.

De fato, uma maneira pela qual as pessoas pró-aborto corrompem o debate sobre o tema é que elas falam sobre como podem fazer qualquer coisa com a criança, mas não precisam assumir nenhuma responsabilidade por fazer sexo. A coisa responsável a fazer é se uma mulher não quer ser mãe, não acha que pode pagar, etc., então ela não deveria estar fazendo sexo, já que o ato sexual está ligado à procriação. 

02. Todos os seres humanos são igualmente valiosos. 

O Argumento mais subestimado no Movimento Pró-Vida., é que  todos os seres humanos são intrinsecamente valiosos desde o momento em que surgem na fertilização. A razão pela qual o racismo e o sexismo são errados é porque ambos se concentram em uma diferença superficial enquanto ignoram a coisa que todos nós temos em comum que explica nosso valor, nossa humanidade comum. Não tenho mais o direito de prejudicar uma pessoa negra do que uma pessoa branca ou uma mulher do que um homem. Os não-nascidos também são seres humanos e merecem proteção. Ninguém tem o direito de tirar sua vida.


03. Você está roubando o futuro deles. 

Por que o aborto é imoral, você está roubando o futuro de experiências valiosas. Na verdade, uma das razões pelas quais as pessoas consideram mais uma tragédia quando um jovem morre do que quando uma pessoa mais velha morre não é porque há uma diferença de valor, mas porque o jovem tinha toda a sua vida à frente deles, enquanto um idoso é uma  pessoa estava chegando ao fim de sua vida. No caso do aborto, você está basicamente roubando todo o seu futuro. Se é uma tragédia quando uma criança de dez anos morre, é muito mais uma tragédia quando um ser humano não nascido é morto quando eles estão apenas começando sua vida.

aborto real
10 Razões para ser contra o aborto

Leia também: A reencarnação é bíblica?


04. As mulheres muitas vezes sentem que não têm escolha.

Isso é algo que acontece com muita freqüência. O aborto legalizado não libertou as mulheres; na verdade, permite que os homens controlem as mulheres. Eles podem tratá-las como objetos sexuais e, em seguida, levá-los para um aborto. Ou estupradores estatutários podem estuprar uma menina, levá-la para um aborto para esconder a evidência.

Aristóteles escreveu que uma escolha feita na ignorância não é uma escolha livre. Pessoas pró-aborto constantemente dizem que as mulheres devem ter uma escolha, mas também lutar consistentemente para esconder informações sobre o desenvolvimento fetal, lutar contra a legislação que exige uma mulher abortada para ver seu ultra-som (que fez com que as mulheres mudassem de ideia sobre abortos) e fez com que médicos, enfermeiros e conselheiros saíssem do movimento pró-escolha, depois de ver a realidade do que o aborto faz com o nascituro), e de lutar contra outra legislação de senso comum. Um movimento que luta tanto para manter as informações em segredo não pode ter os melhores interesses de ninguém. 


05. Matar alguém raramente, ou nunca, é do interesse deles.

Este argumento parece poderoso em sua face, mas não se sustenta ao escrutínio. Eu acho que é mais provável que a pessoa que está fazendo este argumento não esteja preocupada com as dificuldades da criança, mas esteja mais preocupada com a dificuldade de criar uma criança com necessidades especiais. Mesmo com crianças que têm defeitos graves e não vivem muito tempo depois do nascimento, não estamos justificados em terminar prematuramente suas vidas . Este é outro caso de circunstâncias. Eu não acho que alguém que defenda abortos por defeitos congênitos graves advogaria matar alguém após o nascimento, porque eles têm esse defeito. Então, se não podemos justificar matar um filho nascido por causa de uma deficiência ou defeito, então não podemos justificar a morte de um feto por esse motivo.

Especialmente se a sua razão é apenas porque você não quer que uma criança cresça empobrecida ou abusada. Ninguém advogaria matar crianças na pobreza ou em situações abusivas (afinal, matar alguém é a última forma de abuso). A resposta certa é mudar a situação, ou avançar a tecnologia médica para curar a deficiência ou o defeito, não para matar qualquer pessoa que se encontre nessa situação.


10 Razões para ser contra o aborto
10 Razões para ser contra o aborto

Leia sobre Onde está o purgatório na bíblia?


06. Não importa a situação, há sempre uma saída que não envolve tirar vidas inocentes.

Na verdade, existem mais centros de atendimento de gravidez nos Brasil do que clínicas de aborto. Esses centros de atendimento são projetados para ajudar as mulheres necessitadas, como dar-lhes aconselhamento, fraldas e cadeirinhas grátis, e acima de tudo (e o que a clínica de aborto não faz), eles constroem relacionamentos com essas mulheres. Além dos centros de atendimento a gestantes, existem igrejas que dão às famílias necessitadas comida de graça e outros serviços de assistência. Existem programas governamentais para ajudar (e eu acredito que precisamos de melhores programas governamentais e uma sociedade que se preocupe mais com mães solteiras e mulheres grávidas). A linha inferior é que há sempre uma saída que não exige a tomada de vida inocente. Além disso, embora a adoção seja uma decisão difícil e heroica, ela oferece uma saída que preserva a vida inocente.

07. Os pais têm uma obrigação especial para com seus filhos. 

Uma vez que um homem e uma mulher concebem, criaram um filho. Os pais têm obrigações básicas e especiais com seus filhos, como a obrigação de não matar e suprir as necessidades básicas da vida, como comida, abrigo e roupas. 

08. Os médicos têm a obrigação de preservar a vida.

Como pessoas que são especialmente treinadas e educadas em como o corpo humano funciona, elas também estão em uma posição especial para abusar de suas habilidades terrivelmente. Datada pelo menos desde Hipócrates, o médico era visto como um preservador da vida, não um tomador de vida, e era visto como tendo a obrigação de não fazer aborto nem de empregar a eutanásia. 

09. Trata a vida humana como um meio para um fim.

Os seres humanos são intrinsecamente valiosos, o que significa que eles são valiosos em si mesmos. Então, usá-los como um meio para um fim (por exemplo, como um meio de gratificação sexual via pornografia) é imoral. A grande maioria dos abortos é feita por conveniência ou para tornar a vida dos pais mais fácil de alguma forma, o que não é apenas errado, porque leva uma vida inocente, mas porque também trata a vida humana como um meio para um fim. 

10. Todos somos feitos à imagem de Deus.

É verdade que esse argumento não será convincente para uma pessoa não religiosa, mas isso não o torna falso. Todos os seres humanos são criados à imagem de Deus desde o início. Isso ocorre porque "a imagem de Deus" não é uma imagem física, já que as Escrituras nos dizem que Deus é espírito. Em vez disso, somos feitos à imagem de Deus porque temos uma natureza inerente como agentes racionais, morais, uma natureza inerente que a parte não-nascida (eles são muito imaturos para presentemente exercer essas capacidades). Somos feitos à imagem de Deus porque Deus nos criou. Nós não temos o direito de maltratar qualquer outra pessoa, especialmente para matá-los, porque você está maltratando / matando alguém que foi feito à imagem de Deus. 


Eu analiso a questão a certo tempo e acredito que essas dez razões estão basicamente corretas e demonstram de forma simples e objetiva o por que ser contra o aborto, comente sua opinião, compartilhe com seus amigos e familiares, vamos juntos pregar a mensagem contra o aborto.

Blog reflexões cristãs levando mensagens cristãs, estudos bíblicos, devocionais e pensamentos e reflexões a todos, inscreva-se em nosso canal e siga-nos em nossas redes sociais.