Confie em Deus nos testes da vida

Nos inúmeros testes que aparecem na vida, confie no Senhor seu Deus

Hebreus 10: 35-37 “Não percais, pois, a vossa confiança, que tem uma grande recompensa; porque é necessária paciência para que, tendo feito a vontade de Deus, obtenha a promessa. Por ainda um pouco, e aquele que está por vir virá e não tardará. "

Já vivemos nos últimos tempos, guerras, fomes, terremotos, desastres por toda parte. E nos perguntamos por que todas essas coisas acontecem.

Estamos em uma geração cheia de pecado e maldade. O diabo anda como um leão que ruge procurando alguém para devorar. Ele veio apenas para matar, roubar e destruir.

Ele está usando todos os meios possíveis e todas as técnicas para destruir o ser humano. Ele vai usar problemas familiares, pressão financeira e estresse para desanimá-lo e perder a esperança, perdendo assim o desejo de seguir em frente e fazer o bem.

Muitos cristãos se deixaram ferir pelos dardos de Satanás e se afastaram. Eles perderam a confiança em seu Deus e se esqueceram em quem acreditaram. Muitos já estão cansados ​​de lutar contra o desânimo, o mal e querem desistir.

E é nesta situação que podemos ver que a escritura se cumpre em Mt. 24:12 que diz:

"Porque o mal se multiplicou, o amor de muitos esfriará"

Mas irmãos, apesar de virem muitas coisas ruins, muitas provações e tribulações, embora vejamos coisas que nos desanimam e nos entristecem, NÃO PERCA A CONFIANÇA. O Senhor nos diz esta noite:

"No mundo você terá aflição, mas CONFIE QUE EU SUPEREI O MUNDO."

“Não perca, então, a sua confiança, que tem uma grande recompensa;

E essa é a nossa esperança

Em desenvolvimento:

Conceito de confiança: fé, segurança. Esperança firme que você tem em uma pessoa ou coisa.

Nos inúmeros testes que aparecem na vida, confie no Senhor seu Deus



1.- NÃO PERCA A CONFIANÇA.

Algo fundamental na vida de cada cristão é a fé e a confiança em Deus;

Eu tenho. 11: 6 “Mas sem fé é impossível agradar a Deus; porque é necessário que quem se aproxima de Deus acredite que ele existe e que é galardoador de quem o busca ”.

Na Bíblia podemos encontrar muitos exemplos de homens e mulheres que não perderam a confiança ...

Podemos ver,

• Abraão.

• Jose.

Hebreus 11:32 “O que mais eu digo? Porque me faltava o tempo de contar ... homens e mulheres que, apesar de muitas coisas, não perderam a confiança em Deus.

Não eram super-homens, nem dotados, eram homens e mulheres como você e eu, sujeitos às mesmas paixões e fraquezas, mas com grande convicção de que o Deus em que acreditaram estava ao seu lado como Gigante Poderoso.

Hebreus 11: 33-40 "... eles conquistaram reinos, fizeram justiça, obtiveram promessas, taparam a boca dos leões, apagaram fogueiras, evitaram o fio da espada, tiraram força da fraqueza, tornaram-se fortes na batalha, colocaram exércitos estrangeiros em fuga ..."

Agora podemos pensar que esses homens viveram tempos melhores e claro que sempre tiveram a vitória e fizeram façanhas, mas na realidade sua vida nem sempre foi fácil, eles não apenas fizeram coisas grandes e heróicas,

Eu tenho. 11: 36-40 “Outros sofreram vitupérios e açoites, prisões e cadeias. Foram apedrejados, serrados, postos à prova, mortos à espada, pobres, angustiados, maltratados, dos quais o mundo não era digno; vagando pelos desertos, montanhas, cavernas e cavernas da terra ...

No entanto, eles NÃO DESISTIRAM, NÃO PERDERAM A CONFIANÇA .

Deus ficou ao lado deles dizendo-lhes para não desistirem, não desistam, não percam a confiança, lembrem que vocês são herdeiros de uma grande recompensa. Vocês são apenas estranhos e peregrinos nesta terra porque sua cidadania está no céu.

Portanto, Deus não tem vergonha de ser chamado de seu Deus.

Deus terá vergonha de nós? De nossa fé? ...

Fé para me tirar da tribulação não é "fé em Deus". Fé significa que, quer eu saia ou não, continuarei a acreditar em Deus.

A palavra de Deus diz que “o justo viverá pela fé”.

Talvez tenhamos muitos erros e muitos fracassos, mas se acreditarmos em Deus de todo o coração e tivermos fé e confiança, podemos superar todos os obstáculos, porque acreditar e confiar nos dá esperança e ânimo para continuar vivendo, para continuar lutando sem desmaiar. até o final.

Acho que vivemos um evangelho fácil em comparação com os cristãos antigos. Temos todos os confortos e todos os meios para trabalharmos para o Senhor; as provações e tribulações que vivemos são pequenas em comparação com o que os antigos passaram, e isso é que DEUS FORNECEU ALGO MELHOR PARA NÓS.

Devemos seguir o exemplo desses homens e mulheres que, sendo humanos como nós, foram capazes de realizar feitos tão grandes e suportar situações tão terríveis, que perderam tudo, mas não perderam a confiança em seu Deus, nem a esperança de uma vida melhor no céu.

Hebreus 12: 1-3. “Portanto, tendo ao nosso redor uma nuvem tão grande de testemunhas,

- tiremos todo o peso e pecado que nos rodeia.

- vamos correr com paciência.

- fixamos nossos olhos em Jesus.

- Considere aquele que sofreu ..., para que seu espírito não se canse até você desmaiar.

Gálatas 6: 9. “Não nos cansemos de fazer o bem, porque no devido tempo colheremos, mas desfaleceremos.

Hebreus 12:12: “Portanto ...

levantai as mãos caídas.

- e joelhos paralisados.

- faça caminhos retos.

- siga a paz e a santidade,

2.- TEMOS UM GRANDE PRÊMIO.

Não há nada que agrade mais a Deus do que ver que seus filhos confiam e esperam nele.

E é por isso que nossa confiança tem uma grande recompensa, uma grande recompensa que o Senhor nos dará. Uma coroa de vida que receberemos lá no céu, onde não haverá mais choro, nem tristeza, nem dor.

É necessário que tenhamos paciência, para que, feita a vontade de Deus, obtenhamos a promessa.

1 Cor. 2: 9. "As coisas que os olhos não viram, nem os ouvidos ouviram, são aquelas que Deus preparou para aqueles que o amam."

3.- A PROMESSA É QUE ELE VAI E NÃO TOMARÁ.

"... porque ainda um pouco e aquele que está por vir virá e não demorará."

Apoc. 22:12. "Eis que voltarei em breve, e minha recompensa comigo ..."

Essa é a nossa confiança de que Jesus voltará e nos levará a habitar com ele por toda a eternidade.

Conclusão:

“Portanto, não percais a confiança ...”

Apesar das provações e tribulações,

Rom. 8: 35-39 “Quem nos separará do amor de Cristo? Tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada?

Antes, em todas essas coisas somos mais que vencedores por aquele que nos amou.

Por isso estou certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o que está por vir,

nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra coisa criada será capaz de nos separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor. "

Se você sente que não aguenta mais, vá a Deus, lance toda a sua ansiedade sobre

Ele. Vamos nos levantar como povo de Deus e expulsar todas as dúvidas e desânimo.

Salmo 37: 3-5. “Confie em Jeová e faça o bem. Deleite-se também em Jeová, e ele atenderá aos desejos do seu coração. Entrega o teu caminho a Jeová e confia nele, e ele o fará. "

NÃO PERCA SUA CONFIANÇA

Por que devemos colocar nossa confiança em Deus?

Qual é o maior problema que nós, cristãos, temos? Que falamos muito sobre Deus, mas não o conhecemos. Em nossa opinião, Deus é como o imaginamos, de acordo com nossa própria perspectiva. E aí está o erro. O Senhor em que acreditamos é muito diferente do verdadeiro, o Deus de poder que transforma, faz milagres e muda as circunstâncias.

Lembre-se do que as Escrituras ensinam:  “Pois o Senhor é bom. Seu amor infalível dura para sempre, e sua fidelidade continua de geração em geração. ”(Salmo 100: 5. Nova Tradução Viva)

O que deve mediar? A revelação do Senhor. Deus deve se revelar à nossa vida. E como fazemos isso? Por meio da intimidade com Ele. A oração e o estudo sistemático das Escrituras é uma maneira apropriada de conhecê-Lo como Ele realmente é?

Quando O conhecemos em Sua plenitude, podemos confiar Nele. Compartilho com vocês cinco razões para confiar em Deus que o Reverendo Charles Stanley nos ensina:

Com base no caráter de Deus, do que podemos ter certeza?

Deus nos concederá misericórdia . Ao enviar seu Filho para morrer em nosso lugar, o Pai celestial demonstra seu amor por nós (Salmo 100: 5; 1 João 4:10).

O Senhor nos ajudará a fazer o que Ele requer de nós, não só nos dará sabedoria espiritual para que possamos cumprir as tarefas que Ele nos designou, mas também o poder de realizá-las (Hebreus 13:21).

Deus colocará um limite nas tentações e pressões que Ele permite em nossas vidas.Como o artesão de nossas vidas, Ele sabe como nos moldar à imagem do Senhor Jesus (2 Coríntios 4.8).

Deus vai nos fortalecer e proteger para que não tenhamos que desistir ou desistir. Embora sejamos fracos, Ele sabe como podemos ser fortes quando Seu poder está em nós (1 Coríntios 10:13).

Nosso Pai celestial perdoará nossos pecados.Ele está pronto para receber nossa confissão, nos perdoar e nos purificar de toda injustiça cada vez que nos voltarmos para Ele (1 João 1.9).

Além dessas bênçãos, enquanto vivermos neste mundo, também temos bênçãos futuras das quais podemos ter certeza. Podemos ter certeza de que a vida não termina quando nosso corpo terreno morre (2 Coríntios 5.8); que viveremos no céu para sempre; e que Jesus Cristo voltará um dia.

A vida tem, sem dúvida, experiências dolorosas (João 16:33). Mas quando os problemas pesam sobre nós, vamos pensar em todas as razões pelas quais podemos depender de Deus.

Razões para confiar em Deus

Em que Deus confiamos ? Em nossa amada Colômbia, existem deuses de gesso ou argila em que as pessoas confiam; no México alguns serão devotos de Santa Muerte ou do Guadalupana e acreditam que isso os ajudará; na Europa alguns acreditam no poder do oculto e esse é seu  deus , enquanto no Caribe há quem confie no mayombé ou no changó.

É preciso então nos perguntarmos novamente: em que Deus confiamos ? À medida que desenvolvemos a intimidade com o Senhor, podemos não apenas conhecê-lo, mas também desenvolver a confiança nele. É um processo que se afirma progressivamente: a intimidade com Deus associada ao conhecimento dele.

O reverendo Charles Stanley ensina cinco razões para confiar em Deus, que compartilho com você:

Em nosso mundo conturbado, injustiça, crime e falsidade estão na moda nas notícias.

No entanto, temos um Deus cujas ações são perfeitas e que é fiel a todas as promessas que fez. Lembre-se de que, como dizem as Escrituras, Ele é o mesmo "ontem, e hoje e para sempre" (Hebreus 13.8). Podemos ter confiança absoluta no Senhor, porque Ele é:

Onisciente. Nosso Pai celestial sabe o que está acontecendo com cada pessoa o tempo todo (Lucas 12.2, 3). Seu conhecimento é total; Não existe circunstância que seja desconhecida para Ele, nem existe um pensamento que Ele não discerne.

Onipotente. Deus tem poder absoluto sobre todas as coisas; nada está fora de seu controle. Ele usa seu poder para tornar sua vontade perfeita. Nenhuma autoridade no céu ou na terra pode frustrar seus propósitos (Jó 42,2; Mateus 19,26).

Onipresente. A totalidade do espaço e do tempo está ao seu alcance (Salmo 139.7-12).

Verdadeiro. Deus não pode mentir; Ele sempre diz a verdade. Podemos confiar plenamente em sua Palavra e em suas respostas às nossas orações.

Amoroso. Também podemos ter confiança nas intenções do Senhor, porque seu caráter é o amor absoluto (Romanos 8.28; 1 ​​João 4.8).

A natureza de Deus não é afetada pelo tempo, lugar, pessoas ou circunstâncias. Ele nunca está errado no que diz ou faz, porque seu conhecimento é perfeito. Sua soberania é total e tudo está ao alcance de seu olhar. Cada promessa é garantida em Jesus Cristo (2 Coríntios 1:20). Ele é Aquele com quem podemos contar todos os dias de nossa vida. Aleluia!


Passos para confiar em Deus

Para confiar em Deus, devemos começar vendo o que ele diz sobre si mesmo.

Desde muito jovens, nossos pais nos ensinam a não falar com estranhos. Por quê? Porque os pais sabem que, embora algumas pessoas possam ter boas intenções para com os filhos, outras definitivamente não têm. Somente quando uma pessoa mostra seu bom caráter, sabemos que podemos confiar nela.

A confiança é uma dependência garantida do caráter, habilidade, força ou verdade de algo ou alguém. Para formar uma dependência segura de alguém, essa pessoa deve provar a si mesma por meio de experiências conosco ao longo do tempo.

Confiar em Deus funciona um pouco da mesma maneira. Quando ouvimos Deus pela primeira vez, não temos certeza se ele é sincero sobre si mesmo. Não temos certeza se seu personagem é  realmente  bom (afinal, coisas ruins acontecem no mundo o tempo todo) ou se ele realmente quer o melhor para nós.

Simplesmente não sabemos se Deus é capaz de cuidar de nós da maneira que queremos ser cuidados. Precisamos de Deus para ganhar nossa confiança.


Você pode confiar em Deus?

Para começar, devemos saber o que Deus diz sobre si mesmo. Os cristãos acreditam que Deus deu a Bíblia ao mundo, o que revela seu caráter a qualquer pessoa que queira conhecê-lo.

Nele, de acordo com o autor Tim Chester, Deus declara quatro verdades fundamentais sobre si mesmo. Deus diz que ele é grande, glorioso, bom e misericordioso. Se decidirmos acreditar que Deus realmente é todas essas coisas, isso afetará nossa capacidade de confiar nele.

Se acreditarmos que Deus é grande, podemos confiar que ele está no controle porque ele é poderoso. Se acreditarmos que Deus é glorioso, podemos confiar que não precisamos buscar satisfação em outro lugar, porque ele atende a todas as nossas necessidades. Se acreditarmos que Deus é bom, podemos confiar que podemos abrir mão de nossas preocupações porque ele se preocupa conosco. Se acreditamos que Deus é misericordioso, não temos que nos provar porque ele nos aceita. 1


Obstáculos para confiar em Deus

Certamente é mais fácil falar do que fazer. Nem todos encaram a vida com a convicção de que Deus é grande, glorioso, bom e misericordioso. Porquê é isso?

O cerne da questão é que simplesmente não acreditamos no que Deus diz sobre si mesmo - ou mesmo que Deus existe. Nós cedemos à dúvida.

Mas isso não é novidade. As pessoas têm dificuldade em confiar em Deus há muito, muito tempo. A Bíblia diz que isso se deve a Satanás, também conhecido como diabo.

De acordo com a Bíblia, no início dos tempos, Satanás veio até Eva - a primeira mulher que Deus criou - na forma de uma serpente. Ele queria lançar dúvidas sobre o caráter de Deus, “por isso perguntou à mulher: 'É verdade que Deus te disse para não comeres de árvore alguma do jardim?'” 2

Pela primeira vez, o ceticismo sobre a veracidade e a bondade de Deus surgiu na mente de Eva. Ela respondeu: "Podemos comer o fruto de todas as árvores", respondeu a mulher. Mas, quanto ao fruto da árvore que está no meio do jardim, Deus nos disse: 'Não coma daquela árvore, nem toque nela; caso contrário, eles morrerão. '” 3

Eva relatou as instruções de Deus - mas também acrescentou uma de si mesma. A ordem de Deus não era  comer  o fruto; Eva se encarregou de acrescentar que eles nem deveriam  tocar  na fruta. Ela tentou estabelecer pelo menos a ilusão de controle sobre sua situação, adicionando mais de sua própria colheita aos limites que Deus havia ordenado.

Satanás continuou; ele brincou com as dúvidas que se formaram na mente de Eva mentindo para ela sobre o caráter de Deus. Ele queria que ela questionasse a bondade de Deus e perguntasse:  Deus poderia reter alguma coisa de mim?

“'Não é verdade, eles não vão morrer!' a serpente disse à mulher. 'Deus sabe muito bem que quando você comer daquela árvore, seus olhos se abrirão e você se tornará como Deus, conhecendo o bem e o mal.' ” 4

Então Eva decidiu acreditar em Satanás em vez de Deus: “A mulher viu que o fruto da árvore era bom de comer e que parecia bom e era desejável para obter sabedoria, então ela pegou um pouco do fruto e comeu. Então ela deu ao marido, e ele também comeu. " 5

Por meio desse processo, a dúvida, o pecado e a morte entraram no mundo. Hoje seguimos os passos de Eva. Escolhemos não acreditar no que Deus diz sobre si mesmo, mas ouvir o que os outros dizem.


Colocando a confiança à prova

Então, como podemos avançar para acreditar no que Deus diz sobre si mesmo - para confiar nele? Bem, para começar, devemos simplesmente tentar. Pode ser um pouco enervante ou nos causar alguma ansiedade, mas e se tomarmos o que Deus diz sobre si mesmo para provar isso?

Veja, por exemplo, a história de Adão e Eva. E se, quando a serpente fosse até Eva, ela tivesse respondido de maneira diferente? E se ela tivesse dito: "Não preciso nem pensar no fruto daquela árvore porque Deus já providenciou tudo para mim nas outras árvores"? E se Adão tivesse respondido: "Deus só foi bom para nós - se precisássemos comer daquela fruta, ele teria nos dito"?

A história toda teria sido diferente.

Como seria nossa vida se vivêssemos sem a crença de que Deus é grande, glorioso, bom e misericordioso? E se deixássemos Deus estar no controle, se tivéssemos satisfação nele, se tivéssemos a certeza de que ele nos faria o bem e não sentíssemos a necessidade de nos provar a ele ou aos outros?

É assim que você vive confiando em Deus. No entanto, da mesma forma que não podemos confiar em um estranho durante a noite, também não acontece tão rapidamente que possamos confiar em Deus.

Confiança e fé

Por exemplo, considere Pedro, o bom amigo de Jesus. Quando Jesus instruiu multidões de pessoas que tinha vindo para lhes dar uma imagem de como Deus era, Pedro estava com ele. Da mesma forma, quando Jesus alimentou mais de 5.000 pessoas com apenas cinco pães e dois peixes, Pedro estava com ele. 6

Pedro ouviu Jesus quando ele disse ser grande, glorioso, bom e misericordioso. Então ele viu as interações de Jesus com as pessoas ao seu redor - mesmo aquelas que a sociedade desprezava e rejeitava. Ele viu que as ações de Jesus correspondiam às suas palavras.

Pedro conheceu Jesus. E quando chegou a hora de Pedro confiar em Jesus, ele foi capaz de fazê-lo - pelo menos por um tempo.

Uma noite, Pedro e outros discípulos de Jesus estavam em um barco no meio de um lago; Jesus ficou para trás para orar. Antes do amanhecer, Jesus atravessou o lago até o barco. Os discípulos pensaram que estavam vendo um fantasma e ficaram com medo.

“Mas Jesus imediatamente lhes disse: 'Calma! Sou eu. Não tenha medo.' 'Senhor, se és tu', respondeu Pedro, 'envia-me a ti sobre as águas.' ” 7

Pedro estava dando a Jesus a oportunidade de provar a si mesmo. Eu queria confiar nele. Jesus o agradaria? Como você responderia?

"'Venha", disse Jesus. Pedro saiu do barco e caminhou sobre as águas em direção a Jesus. " 8

Você viu aquilo? Quando Pedro acreditou que Jesus era tudo que afirmava ser, ele conseguiu  andar sobre as águas . Mas a história não acabou. Pedro não manteve os olhos no prêmio - Jesus - por muito tempo.

“Mas quando sentiu o vento forte, teve medo e começou a afundar. Então ele gritou: 'Senhor, salve-me!' Imediatamente Jesus estendeu-lhe a mão e, segurando-o, repreendeu-o: 'Homem de pouca fé! Por que você hesitou? '” 9

Jesus quer tanto que acreditemos que ele é quem diz ser. Ele quer fazer coisas incríveis na vida daqueles que acreditam nele. E ele quer nos resgatar de nossa dúvida se apenas clamarmos por sua ajuda.

Nós confiamos no que sabemos

O que temos a perder? Se nos basearmos em quem Jesus afirma ser, como Pedro fez, quem sabe o que ele poderia e fará em nossas vidas. E se tivermos um momento em que duvidarmos dele e começarmos a afundar, ele nos salvará.

Mas só podemos crescer para confiar em um Deus que conhecemos. Ao passarmos tempo com Deus e darmos a ele a oportunidade de nos mostrar que ele é grande, glorioso, bom e misericordioso como afirma ser, ele pode ou não conquistar nossa confiança.

Se você não tiver certeza de como começar, considere falar com alguém que você conhece que tenha um relacionamento com Deus. A oração e o estudo da Bíblia são bons lugares para começar. Fale com Deus e interprete o que ele tem a dizer sobre si mesmo. Conheça uns aos outros e decida por si mesmo se Deus é confiável.

Leia outros textos de reflexões inspiradas para o seu dia a dia:  

👉Deus nunca vai te deixar ou te abandonar.

👉O poder da cruz - Uma reflexão bíblica sobre Jesus

👉As mulheres cristãs devem vestir com modéstia.

Este blog produz opiniões e textos independentes em uma perspectiva cristã sobre todos os temas, Obrigado por ler esse artigo, comente e de sua opinião, compartilhe com seus familiares e amigos, receba as Reflexões Cristãs pelo WhatsApp (19) 993702148.

Nenhum comentário