3 Graves motivos para não aprovar a reforma da previdência

Motivos pregados para não aprovar a reforma da previdência do governo Bolsonaro


Essa noticia foi originalmente enviada ao jornal Blasting News, mas foi recusada, em primeiro momento por ser uma opinião e não noticia, mas então uma segunda versão completamente imparcial, apenas com viés informativo foi criada, noticiando esses três tópicos em evidencia, sem nenhum apelo de opinião, ainda sim foi recusada, curiosamente quando procuramos conteúdos relacionados, vemos diversos textos favoráveis a reforma da previdência publicadas no jornal, o que nos faz pensar em uma nociva tendencia ideológica e imparcialidade sobre o tema por parte da mídia.

Publicaremos aqui no Reflexões Cristãs, 3 razões para não aprovar a reforma da previdência do governo Bolsonaro, leia e conheça aqui, o que jornais, revistas, televisão, e diversas pessoas não querem que você saiba.

Bolsonaro e Temer, aliados na reforma da previdência
Bolsonaro e Temer, aliados na reforma da previdência


Vemos inúmeros portais de noticias falando sobre a reforma da previdência, e até pelo tamanho do debate sobre ela, entendemos que ela é realmente importante, a questão é quem irá ganhar com ela, o governo naturalmente afirma que irá beneficiar a todos, como os mais pobres, mas como tudo que existe, tem sempre um segundo lado de uma historia, elaboramos alguns pontos negativos que devem no minimo ser observados para reflexão de todos, sobre aprovar a reforma da previdência.

1 - O deficit da previdência é discutível


Quando procuramos informações, vemos muitos blogs principalmente do nicho financeiro defendendo a reforma, sobre o argumento de que ela é deficitária, mas quando procuramos os números reais, vemos que o deficit é sim discutível, por exemplo, quando é feito o balanço, é deixado de considerar diversos valores, como PIS, PASEP e Confins.

2 - Falta de uma nova auditoria fiscal para provar a veracidade do deficit da previdência


A AMFIP (Associação dos Auditores Fiscais do Brasil) fez uma auditoria sobre o deficit da previdência, os auditores então fizeram uma publicação oficial chamada "Desmistificando o Deficit da Previdência" onde são apresentados todos os valores recebidos e pagos pelo governo, nessa analise a previdência é considerada superavitária. Baseado nesse contexto, alguns políticos nacionalistas acusam a reforma da previdência de farsa, e pedem uma auditoria da divida publica, que provaria o argumento do governo, essa auditoria já foi solicitada diversas vezes no ano passado pelo até então deputado federal Cabo Daciolo, e nunca foi atendida pelo governo.

3 - Governo concede perdões bilionários a empresas


A camará dos deputados aprovou uma medida provisoria (MP 795) que concedeu perdões bilionários a petrolíferas, o valor dos perdões chegam a 54 bilhões de reais, ao mesmo tempo inúmeras empresas devem valores exorbitantes para a previdência, segundo a JusBrasil a TV Globo deve mais de 358 milhões de reais, outras empresas como JBS, Vareg e Vasp também tem divida milionárias, pouco fala-se em cobrança dos devedores por parte do governo, ao contrario, existem muitos perdões, o que naturalmente irá prejudicar a previdência.

Esses são alguns dados para todos pensarem, recomendamos que todos busquem conhecer todos os argumentos favoráveis e contrários para tirarem próprias conclusões, buscando sempre a verdade, e não receberem apenas informações "mastigadas" de todos os lados.

Obrigado por ler esse artigo, comente e de sua opinião, compartilhe com seus familiares e amigos, receba as Reflexões Cristãs pelo WhatsApp (19) 993702148.  

2 comentários

  1. Lamentavel, essa reforma ira ferrar com os trabalhadores, me arrependi de votar em bolsonaro

    ResponderExcluir
  2. SE ARREPENDIMENTO MARASSE não votaria nesse bosta!

    ResponderExcluir

Links patrocinados