A liberdade para Israel (Bíblia comentada - Êxodo 2)

Introdução a Êxodo 2 comentado


Um sistema servil, o Egito instaurava essa forma de domínio sobre o hebreu, Êxodo 2, demonstra o domínio egípcio sobre Israel, nesse contexto Israel teria a liberdade, começaria aos poucos o ministério de Moisés.

A liberdade para Israel (Bíblia comentada - Êxodo 2)
Salvação para Israel - Êxodo 2

Êxodo comentado


EXO 2:1 Um homem da família de Levi foi, e tomou por mulher uma filha de Levi:
EXO 2:2 A qual concebeu, e deu à luz um filho: e vendo-o que era belo, teve-lhe escondido três meses. A falta de liberdade, faz com que os homens não possam ter filhos, e que estejam sujeitos a normas e regulamentos impostas pelo estado, as vezes pensamos como é viver num estado de repressão e escravidão, pois bem, afirmo sem medo de errar, estamos caminhando para isso, hoje o estado está nos reprimindo, embora achamos que é para o nosso próprio bem, eles impõe regulamentos e normas, instauram leis, e definem critérios de como viver em sociedade, essas imposições são feitas para manipular, reprimir e exterminar o povo, os filhos de Israel agora viviam no extremo desse contexto, um dia podem ser nós, ao nascer um menino, os pais tiveram que preservar sua vida, de acordo com o que poderiam fazer, esconderam do estado, que quer nos contar como gado, e nos erradicar como insetos, definindo quem vive e quem morre, apenas Deus é o autor da vida, e somente Ele o direito de tirar ou dar vida para alguém, o estado egípcio mostra-se uma besta diabólica, outras bestas diabólicas existem em outros lugares do mundo, mesmo nos nossos dias, todas intitulando-se estados.
EXO 2:3 Porém não podendo ocultar-lhe mais tempo, tomou uma cesta de juncos, e vedou-a com piche e betume, e colocou nela ao menino, e o pôs entre os juncos à beira do rio:
EXO 2:4 E ficou parada uma irmã sua ao longe, para ver o que lhe aconteceria. Faraó colocava-se na posição de "deus", onde ele queria determinar quem nasce e quem vive, pois bem, as imposições do estado, não são maior que as leis de Deus, chegará a hora que Faraó descobrirá isso, tenha mais fé no seu Deus do que no estado, vemos na historia de Abraão, Isaque e até mesmo Jacó, já tinham estados em seus tempos, mas eles não misturaram-se com essas sociedades errôneas, ao contrario, Ló encontrou-se com o estado, e passou conviver com essa corja, o que lhe aconteceu foi que ele quase foi destruído em Sodoma, antes vivesse como um nômade, vagando de terras em terras, essa é a lição dos patriarcas, o porque Deus lhe determinará, sai de tua parentela, e vai a terra que te mostrarei, Deus apenas fazia que os homens fossem limpos dos costumes "regionais" e "ideologias bairristas" que apenas atrasaria seu projeto de nação de Israel. Moisés nasce nesse contexto, impedido de nascer, mesmo sem ter escolhido esse destino, agora era impedido por normas governamentais de viver, e por isso teria que ficar distante de seus pais, era difícil escapar da escravidão do Egito, o povo de Israel era duramente perseguido, uma mulher com crianças e um pai, não conseguiriam fugir sem serem pegos, e o risco era gigantesco, a unica alternativa, para preservar a vida da criança e dos demais filhos, era essa, vemos uma mulher colocando a criança em uma cesta no rio, como uma atrocidade, mas não é bem dessa forma, era a unica saída da criança, ele estava agora nas mãos de Deus, seria Deus quem levaria a correnteza da criança para o caminho que deveria seguir.
EXO 2:5 E a filha de Faraó desceu a lavar-se ao rio, e passeando suas virgens pela beira do rio, viu ela a cesta entre os juncos, e enviou uma criada sua a que a tomasse.
EXO 2:6 E quando a abriu, viu ao menino; e eis que o menino chorava. E tendo compaixão dele, disse: Dos meninos dos hebreus é este.
EXO 2:7 Então sua irmã disse à filha de Faraó: Irei a chamar-te uma ama das hebreias, para que te crie este menino? As pessoas não tinham as raças tão mescladas como temos hoje, por essa razão entendemos que era fácil identificar as diferenças entre pessoas, o Egito era portanto um exemplo de nação fascista, eles definiam-se como maiores e uma raça superior as demais, além de enxergar o povo hebreu como malditos, por serem pastores de rebanho. A correnteza do rio foi em direção a família real, foi proposito divino, que Moisés tivesse uma vida real para que fosse bem educado e tratado, para a missão que receberia de Deus, de governar o povo de Israel.
EXO 2:8 E a filha de Faraó respondeu: Vai. Então foi a virgem, e chamou à mãe do menino;
EXO 2:9 À qual disse a filha de Faraó: Leva este menino, e cria-o para mim, e eu te o pagarei. E a mulher tomou ao menino, e o criou. Justamente foi proposito de Deus que a correnteza levasse Moisés por aquele caminho, e ainda por cima sua mão pudesse cria-lo, antes ele seria criado a custa de sangue, agora sua mãe o criaria e ainda receberia para isso, Deus muda as historias, e Moisés terá sua historia baseado em mudanças, e o intervir de Deus em suas vidas.
EXO 2:10 E quando cresceu o menino, ela o trouxe à filha de Faraó, a qual o adotou, e pôs-lhe por nome Moisés, dizendo: Porque das águas o tirei. Moisés (em hebraico: מֹשֶׁה; moderno: Moshe tiberiano: Mōšé; em grego: Mωϋσῆς, Mōüsēs; em árabe: موسىٰ, Mūsa); que significa "tirado das águas", o profeta não recebe um nome egípcio, isso pode ser associado ao fato de Moisés ser hebreu, e o povo do Egito não ter a intenção de misturar-se com hebreus, eles apenas adorariam por misericórdia, a mão de Moisés, ao menos na cultura popular, é associada ao fato de ser estéril e não ter filhos, logo esse motivo é associado ao fato dela não permitir que Moisés fosse morto.
EXO 2:11 E naqueles dias aconteceu que, crescido já Moisés, saiu a seus irmãos, e viu suas cargas: e observou a um egípcio que feria a um dos hebreus, seus irmãos.
EXO 2:12 E olhou a todas as partes, e vendo que não parecia ninguém, matou ao egípcio, e escondeu-o na areia.
EXO 2:13 E saiu ao dia seguinte, e vendo a dois hebreus que brigavam, disse ao que fazia a injúria: Por que feres a teu próximo? Moisés era adotado pelos egípcios mas tinha a ciência de ser hebreu, e não queria ver seus irmãos sofrendo as atrocidades que ocorriam a eles, ao ver um hebreu a ponto de ser morto, ele mata o egípcio. O fato era para ser visto como um ato heroico e de ajuda pelo povo hebreu, mas ao invés disso, é visto com rancor, temos que entender que o povo quando é alienado, a não ser que venha o despertar do Espirito Santo, ele sempre será alienado, eles preferem o conformismo, do que a libertação, em alguns momentos a insurreição é o mais indispensável das atitudes, mas por medo e por miséria, não nos libertamos, nossos ditadores, muitas vezes são barreiras impostas sobre nossos próprios olhos.
EXO 2:14 E ele respondeu: Quem te pôs a ti por príncipe e juiz sobre nós? Pensas matar-me como mataste ao egípcio? Então Moisés teve medo, e disse: Certamente esta coisa é descoberta.
EXO 2:15 E ouvindo Faraó este negócio, procurou matar a Moisés: mas Moisés fugiu de diante de Faraó, e habitou na terra de Midiã; e sentou-se junto a um poço. Sobre Midiã (em hebraico: מִדְיָן) ou Madiã (em árabe: مَـدْيَـن; em grego: Μαδιάμ) é uma zona geográfica mencionada na Torá e no Alcorão. William G. Dever afirma que a região de Midiã se situava no noroeste da península Arábica, na margem oriental do golfo de Ácaba no mar Vermelho", uma área que só foi povoada intensivamente a partir dos séculos VIII e VII antes de Cristo. Alguns teólogos e historiadores, entendem que Moisés habitou com os povos do deserto, eram geralmente grupos nômades que viviam migrando por aquelas regiões de Midiã, e nesse contexto lá ficou em segurança, de certa forma, a habitação e estilo de vida que esses povos viviam, era similar ao povo hebreu.
EXO 2:16 Tinha o sacerdote de Midiã sete filhas, as quais vieram a tirar água, para encher os bebedouros e dar de beber as ovelhas de seu pai.
EXO 2:17 Mas os pastores vieram, e expulsaram-nas: Então Moisés se levantou e defendeu-as, e deu de beber às suas ovelhas. 
EXO 2:18 E voltando elas a Reuel seu pai, disse-lhes ele: Por que viestes hoje tão cedo?
EXO 2:19 E elas responderam: Um homem egípcio nos defendeu da mão dos pastores, e também tirou a água, e deu de beber as as ovelhas. Moisés defendeu aqueles que precisavam, a água é Deus quem deu, o ar e a terra é de Deus, o homem entretanto põe um nome e diz que é dele, o mercado capital é uma abominação, e já naquele tempo os homens queriam depender desses meios, cuidado, não fique nessa achando que a humanidade trabalha em conjunto pelo bem, os homens querem distanciar-se de Deus.
EXO 2:20 E disse a suas filhas: E onde está? Por que deixastes esse homem? Chamai-lhe para que coma pão.
EXO 2:21 E Moisés concordou em morar com aquele homem; e ele deu a Moisés a sua filha Zípora:
EXO 2:22 A qual lhe deu à luz um filho, e ele lhe pôs por nome Gérson: porque disse: Peregrino sou em terra alheia. Moisés sabia que deveria estar com seu povo, ainda que tivesse medo de voltar, seu sogro era um homem com muitas filhas, e para ele compensava ter um marido para suas filhas, e que ficasse com ele, o ajudando, Moisés estava fugindo da morte no Egito, e agora salvaria-se em Midiã, seria bem tratado pelos amigos que faria por lá, e estaria seguro da morte, Deus o salvou e o guiou, mas ele ainda não entendia sobre Deus, ele não entendia de quem eram suas bençãos.
EXO 2:23 E aconteceu que depois de muitos dias morreu o rei do Egito, e os filhos de Israel suspiraram por causa da servidão, e clamaram: e subiu a Deus o clamor deles com motivo de sua servidão.
EXO 2:24 E ouviu Deus o gemido deles, e lembrou-se de seu pacto com Abraão, Isaque e Jacó.
EXO 2:25 Deus olhou os filhos de Israel, e Deus os reconheceu. Quando o povo clama, Deus ouve, e intercede, o povo hebreu começaria a clamar agora, e deveria ter clamado antes, Deus apenas não intercedeu pelo povo, porque o povo não clamava, levou diversos anos para que o povo começasse a clamar.

Notas e referencias do autor

- Segue os créditos a Blive, responsável pelo comitê de tradução da Bíblia livre.  
- Os comentários são sempre escritos em negrito.  
- Todas as referencias externas, serão demonstradas aqui, se houver.  
- Os comentários são de Lucas Ajudarte, teólogo e arqueólogo bíblico pela Faculdade de teologia nacional de São Lourenço MG.

Compartilhe essa postagem com seus amigos e familiares, receba Reflexões Cristãs por WhatsApp (19) 993702148.

Patrocinado

Conteúdos correspondentes